Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
Notícias

Veículo que se envolveu em acidente era dirigido por empresário de Paranaguá

ADIR NOGAROTTO VAI RESPONDER POR HOMICÍDIO CULPOSO

Agora Litoral
A caminhonete que colidiu na traseira de um caminhão, no início da manhã desta sexta-feira (25), no Km 42 da BR-277 sentido Litoral, e que resultou na morte de Adriano Roberto Alves, o Adriano Massa, era dirigida por um empresário de Paranaguá.

Adir Nogarotto, de 43 anos, foi levado à Delegacia de Polícia Civil de Morretes, prestou depoimento ao delegado de plantão e foi liberado. O teste do bafômetro indicou que ele havia ingerido bebida alcoólica, mas inferior a 0,33 miligramas, o que caracteriza infração de trânsito e não crime de trânsito.

De acordo com informações da Polícia Civil, Adir Nogarotto será enquadrado em homicídio culposo (quando não há intenção de matar).

Empresário já destruiu ambulâncias
Não é a primeira vez que o empresário Adir Nogarotto se envolve em acidente de trânsito. Em abril de 2017, ele não viu duas ambulâncias que estavam paradas na Avenida Ayrton Senna enquanto os socorristas prestavam atendimento ao acidente que vitimou o jovem Geovani Felipe Grigioli, de 22 anos.

Adir estava embriagado. O teste do bafômetro registrou 0,64 mg/litro. À época, o empresário pagou fiança de R$ 1.000,00 e respondeu ao processo em liberdade. Ele ressarciu o prejuízo sofrido pelas ambulâncias.

NOTÍCIA RELACIONADA

Empresário vai ressarcir ambulâncias danificadas

Etiquetas

Artigos relacionados

3 Comentários

  1. Engraçado quando se tem dinheiro,não fica preso não perde a carteira de habilitação. Se fosse um pobre teria ficado preso,sem carro e perdido a habilitação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios