Ligue-se a nós

Notícias

Saúde registra um óbito e mais 17 novos casos de Covid-19 no Litoral

Paraná soma 184.194 casos e 4.629 mortes em decorrência da doença.

Publicado

no

O boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde do Paraná (Sesa) desta terça-feira (6), registrou um óbito e mais 17 novos casos de Covid-19 no Litoral. Com esses números, a região passa a ter 6.802 casos e 161 óbitos ocasionados pela infecção do novo coronavírus.

O óbito do informe de hoje ocorreu na cidade de Paranaguá, onde a mesma também acrescentou 11 novos casos da doença.

Também foram registrados dois novos casos em Antonina e Pontal do Paraná. Guaratuba e Morretes somaram mais um caso cada.

CASOS POR CIDADE – Paranaguá (4.204); Guaratuba (777); Pontal (525); Morretes (461); Antonina (430); Matinhos (358); Guaraqueçaba (47).

ÓBITOS – Paranaguá (89); Guaratuba (22); Matinhos (16); Pontal do Paraná (14); Morretes (10); Antonina (7); Guaraqueçaba (3).

RECUPERADOS – O total de recuperados da região litorânea é de 5.296 pessoas. Em Paranaguá (3.299); Guaratuba (566); Morretes (433); Pontal (341); Antonina (337); Matinhos (287); Guaraqueçaba (33).

Paraná registra 1.340 novos casos de coronavírus
A Secretaria de Estado da Saúde confirmou também, 1.340 novos casos de Covid-19 e 54 óbitos pela infecção causada pelo novo coronavírus. O Paraná soma 184.194 casos e 4.629 mortes em decorrência da doença.

INTERNADOS – Nesta terça-feira são 764 pacientes internados com diagnóstico confirmado de Covid-19: 647 estão em leitos SUS (301 em UTI e 346 em leitos clínicos/enfermaria) e 117 em leitos da rede particular (49 em UTI e 68  em leitos clínicos/enfermaria).

Há outros 1.011 pacientes internados, 430 em leitos UTI e 581 em enfermaria, que aguardam resultados de exames. Eles estão em leitos das redes pública e particular e são considerados casos suspeitos de infecção pelo vírus Sars-CoV-2.

ÓBITOS –  A secretaria estadual informou ainda a morte de mais 54 pacientes. Todos estavam internados. São 22 mulheres e 32 homens com idades que variam de 29 a 97 anos. Os óbitos ocorreram entre 13 de julho a 6 de outubro.

Os pacientes que faleceram residiam em Londrina (14), Curitiba (12), Maringá (5), Rolândia (3), Arapongas (2), Doutor Camargo (2), Foz do Iguaçu (2), além de um óbito em cada um dos seguintes municípios: Araruna, Araucária, Campo Largo, Ibaití, Jaguapitã, Nova Esperança, Paiçandu, Palmas, Paranaguá, Porecatu, Sabaúdia, São José do Pinhais, Siqueira Campos e Tibagi.

FORA DO PARANÁ – O monitoramento registra 1.965 casos de pessoas que não moram no Estado – 44 foram a óbito.

CLIQUE AQUI para ver o Boletim da Sesa.

Deixe seu comentário!

Notícias

Aumenta o número de internados na “Ala Covid” do Hospital Regional do Litoral

Informação consta de boletim divulgado pela instituição

Publicado

no

Por

Em um dia, mais dois pacientes foram internados na denominada “Ala Covid” do Hospital Regional do Litoral, em Paranaguá.

Nesta quarta-feira (25), 28 pessoas estão internadas nesse local – 20 já confirmadas com a infecção e oito aguardando resultado de exames.

O boletim do Hospital Regional informa também que um óbito ocorrido na instituição está sendo investigado.

Continuar Lendo

Notícias

Saúde confirma o primeiro caso de Zika e 106 novos casos de dengue no Paraná

Estado soma 1.060 casos confirmados da doença

Publicado

no

Por

O boletim da Dengue publicado terça-feira (24) pela Secretaria da Saúde do Paraná registra 106 novos casos da doença e o primeiro caso de Zika Vírus do período. Até o momento, o estado soma 1.060 casos confirmados da doença no período epidemiológico que começou em agosto e segue até o final de julho de 2021.

O caso de Zika foi registrado no município de Cambé e também trata-se de um caso autóctone.

Do total de casos confirmados, 812 são autóctones e estão registrados em 135 municípios. A incidência de autoctonia no Paraná está hoje em 7,15/100.000 habitantes.

Os casos notificados também aumentaram; passaram de 9.968 para 11.086, com uma diferença de 1.118 casos. As notificações atingem 303 cidades paranaenses.

A doença também é transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, o mesmo da dengue, e que ainda transmite a febre chikungunya.

“O Paraná segue alerta no combate à dengue, promovendo, principalmente, a capacitação de profissionais para atuação integrada no diagnóstico e manejo das doenças nas áreas da Atenção Primária e da Urgência e Emergência. Estes profissionais são os responsáveis pelo primeiro contato com o usuário do sistema de saúde e com o trabalho integrado. Pretendemos mais agilidade na identificação da doença e tratamento do paciente, evitando óbitos”, afirmou o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

A capacitação e atualização dos profissionais acontece por meio de webconferências e seguirá até o dia 3 de dezembro alcançando trabalhadores que atuam em serviços do estado e dos municípios.

Até o momento foram registradas 790 conexões em tempo real durante os eventos online e 5.109 visualizações para o conteúdo, que está disponível na página da Sesa no youtube.

Participação – Beto Beto reforçou ainda a importância da população no enfrentamento da dengue. “Combater a dengue é um compromisso coletivo e a população precisa participar, eliminando os criadouros nos domicílios e nas áreas próximas; lembrando que cerca de 90% dos focos estão nestes ambientes”, disse o secretário.

CLIQUE AQUI e veja o boletim completo.

Casos por cidade, CLIQUE AQUI.

VEJA AQUI os casos de Zika e Chikungunya.

Da Sesa
Continuar Lendo

Notícias

Policiais do 9º BPM são homenageados na Câmara Municipal de Paranaguá

Menção Honrosa foi entregue na tarde de segunda-feira (23)

Publicado

no

Por

Homenageados com o autor da proposição

Policiais militares da Rotam (Rondas Ostensivas Tático Móvel) e Patrulha Costeira do 9º BPM foram homenageados na Câmara Municipal de Paranaguá, na tarde de segunda-feira, 23.

O vereador Sargento Orlei prestou homenagens aos policias que atuaram de forma precisa e proficiente ao salvarem a vida de uma jovem que tentava suicídio. O caso aconteceu em 18 de setembro, na Vila Garcia, em Paranaguá.

De acordo com o boletim de ocorrência, os policiais chegaram no local logo após receberem o chamado do Copom (Centro de Operações Policial Militar) e já visualizaram a jovem em cima da passarela.

Uma ação conjunta e coordenada entre os militares possibilitou a retirada da mulher com segurança do local. Posteriormente ela foi levada para o Hospital Regional do Litoral para atendimento médico.

RECONHECIMENTO

De acordo com o aspirante Vasconcelos, um dos homenageados, a Menção Honrosa “foi a confirmação de que, dentro dos procedimentos e das técnicas, foi exigida muita coragem e profissionalismo dos policiais que não hesitaram em se sacrificar, cada um com sua parcela de contribuição, conseguindo um resultado satisfatório e que muito orgulha e mostra que estamos no caminho certo”.

Ele ainda agradeceu o reconhecimento da sociedade pelos esforços dos policiais: “Ficamos muito felizes com a homenagem. É uma forma de reconhecimento e de motivação para continuarmos o trabalho diário ajudando as pessoas”.

NOTÍCIA RELACIONADA

Policiais se arriscam para salvar mulher que ameaçava pular de passarela

Continuar Lendo
Anúncio
error: Cópia proibida.