Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
Notícias

Risoto intoxica dezenas de estudantes em Antonina

Risoto sobrou de uma festa que aconteceu na igreja da cidade no domingo

Agora Litoral
Dezenas de alunos da Escola Municipal Maria Rosa M Cecyn, no bairro Pinheirinho, em Antonina, no litoral paranaense, foram internados por intoxicação alimentar entre segunda e terça-feira (17). Eles comeram o risoto que sobrou uma festa que aconteceu na igreja da cidade no domingo. A ideia de levar a comida para o colégio e oferecer às crianças na segunda foi da diretora, Neuzicléia Pilar Correia, que assumiu o erro.

Em entrevista à Banda B, Neuzicléia explicou como tudo aconteceu. “Nós recebemos uma doação de alimentos, e quero deixar bem claro que não foi resto nem sobra, porque foi retirado diretamente da panela e congelado. Foi um risoto, que veio da igreja católica aqui do bairro mesmo, onde sou frequentadora. Oferecemos para as crianças na segunda-feira e elas passaram mal”, contou a diretora, que confirmou 32 casos de intoxicação, sendo que 27 alunos permanecem internados no hospital da cidade.

“Elas estão bem, com uma situação controlada”, garantiu a diretora, que disse ter agido de forma inocente. “Eu me responsabilizo, porque foi um erro meu. Na inocência de alimentar as crianças, eu recebi a doação e não contava com o que aconteceu. Esse tipo de doação não é uma pratica comum”, disse, sem se eximir de culpa.

A Vigilância Sanitária realiza a investigação do que causou a contaminação, porque ninguém que comeu o risoto no domingo passou mal. “Pode ter sido no armazenamento ou no aquecimento da comida”, afirmou a diretora, que há seis anos é a responsável pela instituição.

NOTA OFICIAL
Em nota oficial, a Prefeitura de Antonina diz ter imediatamente acionado a Vigilância Sanitária que notificou a 1ª Regional de Saúde em Paranaguá que foi até a Escola Maria Rosa (onde foi servido o alimento), procedeu as primeiras averiguações, conversou com a diretora e está tomando as devidas providências.

Todas as crianças foram internadas no hospital público municipal de Antonina. Algumas já receberam alta e as demais permanecem no hospital onde ficarão até esta quarta-feira após completar o período de observação e tratamento.

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios