Ligue-se a nós

Notícias

Receita Federal apreende 454 kg de cocaína em Paranaguá

É a primeira apreensão do ano no porto; droga iria para a Bélgica.

Publicado

no

Droga apreendida nesta quinta-feira

A Receita Federal fez, na manhã desta quinta-feira (9), a primeira apreensão de drogas do ano no porto de Paranaguá.

Foram apreendidos 454 kg de cloridrato de cocaína, que estavam em um contêiner carregado com bobinas de papel que tinha como destino o porto de Antuérpia, na Bélgica.

Assim como na última apreensão do ano de 2019, o contêiner contaminado também estava armazenado no segundo andar da pilha, o que significa que os traficantes tiveram que escalar outros contêineres para acessar o contêiner alvo.

A contaminação foi detectada com o uso de um scanner, principal ferramenta de fiscalização da Receita Federal no porto de Paranaguá.

A droga apreendida será encaminhada para a Polícia Federal, a quem compete seguir com as investigações.

Deixe seu comentário!

Notícias

Paraná já emite novo modelo de carteira de identidade

Documento possibilita a inclusão de diversos dados

Publicado

no

Por

Foto: Polícia Civil

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) iniciou a emissão de um novo modelo de carteira de identidade. O documento possibilita a inclusão de diversos dados e oferece mais segurança contra a falsificação. O antigo Registro Geral (RG) continua válido.

De acordo com a PCPR, a nova versão é mais segura contra falsificações porque, por meio de biometria, são acessadas todas as informações de outros documentos pessoais, além de verificar se a pessoa possui outro RG no Estado, evitando fraudes.

Em caso de roubo ou extravio da carteira de identidade atual, pode ser solicitada a 2ª via rápida. Nesse caso, será emitida no novo modelo, mas apenas com as informações que já contém hoje. Quem desejar o novo layout e com a inclusão de novos dados deve seguir os passos para a emissão da primeira via.

O diretor do Instituto de Identificação da PCPR, Marcus Vinícius Michelotto, avalia o novo documento como um grande passo.

“É o Estado do Paraná se adequando a um decreto federal que dará mais sentido e valor ao RG. Além disso, a carteira de identidade vai possibilitar que o cidadão tenha um documento único”, acrescenta. Sete estados, incluindo o Paraná, já atendem o decreto.
NA PRÁTICA – O novo modelo permite a inserção de dados referentes à Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS), Programa de Integração Social (PIS), Número de Identificação Social (NIS), Programa de Formação e Patrimônio do Servidor Público (Pasep), Cartão Nacional de Saúde (SUS), Certificado Militar, carteira nacional de habilitação, título de eleitor, tipo sanguíneo e fator RH.

O cidadão ainda pode incluir condições especiais de saúde e nome social, mediante requerimento por escrito e relacionado à identidade de gênero.

Para que todos esses dados constem na carteira de identidade é necessário apresentar documentos oficiais comprobatórios no momento do atendimento no posto do Instituto de Identificação.

No caso do NIS, PIS, Pasep e SUS, o requerente deve levar o cartão de inscrição original.

Para inserir CTPS, carteira de habilitação, título de eleitor e Certificado Militar é preciso fornecer o documento original ou cópia autenticada.
SAÚDE – Para acrescentar tipo sanguíneo e fator RH é necessário apresentar o resultado do exame laboratorial, caderneta de vacinação e outros documentos similares contendo os dados do requerente.

Além disso, a assinatura e registro no órgão de classe específico do profissional responsável pelo exame laboratorial ou emissão do documento.

No caso de incluir condições especiais de saúde, o cidadão deverá levar atestado médico ou documento oficial que comprove a vulnerabilidade ou condição particular de saúde. Os modelos de relatório e atestado médico, assim como informações detalhadas, estão disponíveis no portal da PCPR.

Basta acessar http://www.policiacivil.pr.gov.br, rolar a página até a ferramenta “Serviços da PCPR”, selecionar a aba Carteira de Identidade e clicar na opção de instruções.

Da AEN
Continuar Lendo

Notícias

Turista de Maringá morre afogado em praia de Matinhos

Ele entrou no mar com uma pequena prancha de surfe e desapareceu

Publicado

no

Por

João Silvério de Souza, de 48 anos, morreu afogado, na noite de terça-feira (21), após sumir no mar, na praia de Caiobá, em Matinhos, no Litoral do Paraná.

Ele teria ido à praia com os filhos, de 7 e 11 anos, por volta das 20 horas, entrado na água com uma pequena prancha de surfe e desaparecido logo após.

João chegou a ser socorrido com vida, foi encaminhado no helicóptero da Polícia Militar à Unidade de Pronto Atendimento-UPA de Matinhos, mas não resistiu.

O Corpo de Bombeiros acredita que a vítima tenha sido arrastada pela correnteza.

De Maringá, João Silvério de Souza passava férias com a família no Litoral.

O corpo dele foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba.

Continuar Lendo

Notícias

Marinha alerta para risco de ciclone subtropical em alto-mar

Fenômeno deve ocorrer entre quinta-feira e sábado (25)

Publicado

no

Por

A possibilidade de formação de um ciclone subtropical, em alto-mar, entre o norte do estado do Rio de Janeiro e o Sul do estado do Espírito Santo, nesta quinta-feira (23), poderá afetar as condições do mar no Paraná.

Segundo a Marinha Brasileira, que emitiu um alerta para o fenômeno, a atenção deve ser redobrada entre esta quinta-feira e sábado (25).

Apesar de o risco de ciclone subtropical ser longe do litoral paranaense, os ventos gerados pelo fenômeno poderão gerar agitação marítima e ondas de direção sudeste a leste com três e quatro metros de altura em alto-mar, entre o estado de Santa Catarina e Rio de Janeiro, ou seja, também no Paraná.

Segundo o Instituto Tecnológico Simepar, não há previsão de alteração no tempo no litoral paranaense por conta do risco do ciclone subtropical na região sudeste do país.

Continuar Lendo
Anúncio
error: Cópia proibida.