Ligue-se a nós

Notícias

Portos do Paraná intensifica a fiscalização marítima em Paranaguá

Agora, a fiscalização de contrabordo acontece 24 horas, costeando todo o cais de ponta a ponta.

Publicado

no

Fotos: Cláudio Neves

A Unidade de Segurança Portuária (Uasp) da Portos do Paraná intensificou a fiscalização marítima de contrabordo, como é tecnicamente designada. A ação agora acontece 24 horas, costeando todo o cais, da ponta leste do Terminal de Contêineres de Paranaguá (TCP), até a ponta oeste, onde estão localizados o píer de inflamáveis.O objetivo da ronda é fiscalizar embarcações clandestinas que estejam próximas ao cais durante as operações de carregamento e descarga e passar orientações aos tripulantes dos navios visando intensificar a segurança na área portuária.

A medida foi implementada a partir de uma determinação da Comissão Nacional de Segurança Pública nos Portos, Terminais e Vias Navegáveis (Conportos). Segundo o chefe da Uasp, major César Kamakawa, as embarcações têm que se manter a uma distância de pelo menos 200 metros do cais do porto.

“Às vezes o pessoal se aventura ali para atividades de pesca. Aproveitando exatamente essa questão, os mal-intencionados, ligados ao crime organizado, aproveitam também esse momento para inserir drogas nos cascos dos navios”, explica o major.Eventualmente, quando atracados, os navios baixam as escadas de contrabordo, que dão acesso ao deck do navio, e ficam do lado oposto da visão pela terra.

“Se não existisse essa fiscalização por água, dificilmente esses embarques e desembarques que acontecem através dessas escadas, e que podem em alguns casos ser considerados clandestinos, poderiam estar ocorrendo com apoio de embarcações menores, contratadas para essa finalidade”, explica.

O major afirma ainda que a escada de contrabordo pode também ser utilizada por tripulantes para embarcar ou desembarcar do navio de forma clandestina, burlando a fiscalização da autoridade portuária, inserindo na embarcação mercadorias de origem duvidosa e não declaradas perante a Receita Federal ou até mesmo favorecendo o tráfico internacional.AÇÃO – Com apenas dois meses de fiscalização uma situação adversa já foi investigada. “Chamou atenção uma embarcação pequena que deixou mergulhadores próximos ao cais e eles simplesmente desapareceram, enquanto o barco se retirou do local. Imediatamente foi acionada a equipe do Núcleo Especial de Polícia Marítima (Nepon), da Polícia Federal. Foi realizado um trabalho de fiscalização no casco do navio, para verificar se ocorreu alguma irregularidade ligada ao tráfico internacional. Felizmente, nada de irregular foi constatado”, finaliza o chefe da Uasp.

Da Portos do Paraná
Clique para comentar

Deixe seu comentário!

Notícias

Unespar divulga lista de aprovados no vestibular 2022

Matrículas acontecerão nos dias 6 e 7 de dezembro, de forma online.

Publicado

no

Por

A Universidade Estadual do Paraná (Unespar), divulgou nesta terça-feira (30/11), a lista de aprovados em primeira chamada no Vestibular 2022. As matrículas acontecerão entre os dias 6 e 7 de dezembro, de forma online mediante preenchimento do requerimento de matrícula, disponível AQUI.

Neste ano o Vestibular 2022 aconteceu de forma remota e sem etapas presenciais, por meio de dois métodos de ingresso:

  • Média final (nota) do Concurso Vestibular da Unespar, das edições de 2018, ou 2019, ou 2020;
  • Média final (nota) do Exame Nacional do Ensino Médio – ENEM, das edições de 2015, ou 2016, ou 2017, ou 2018, ou 2019, ou 2020.

Próximas chamadas

Fique atento/a para as próximas datas de divulgação de edital:

Edital de segunda chamada – 10/12/2021

Edital de terceira chamada – 20/12/2021

A instituição informa ainda, que abrirá vagas para ingresso, por meio do SiSU, com a nota do Enem 2021.

Acesse a lista de aprovados AQUI.

Da Unespar

Continuar Lendo

Notícias

Plenário do TSE mantém prefeito de Paranaguá no cargo

Maioria dos ministros negou recurso que pedia a cassação do registro de candidatura dele

Publicado

no

Por

Decisão manteve Marcelo no cargo

Na sessão de julgamentos desta terça-feira (30/11), o Plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) negou, por maioria, provimento a recurso apresentado pela coligação Nova Paranaguá e pelo candidato Aramis Nascimento (DEM), o “Pichaco”, e manteve o registro de candidatura do atual prefeito de Paranaguá, Marcelo Roque (Pode).

Os autores do recurso alegavam que Marcelo Roque não poderia assumir o cargo, em virtude de essa situação configurar o terceiro mandato consecutivo do mesmo grupo familiar.

Em 2012, o pai de Marcelo Roque havia sido prefeito da cidade, mas faleceu seis meses após assumir o cargo. Na eleição seguinte, em 2016, Marcelo foi eleito para conduzir a prefeitura. E, em 2020, foi reeleito para o cargo.

Ao julgar o caso, o Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) julgou improcedentes as Ações de Impugnação ao Registro de Candidatura e deferiu o registro de Marcelo Roque ao cargo, que assumiu a gestão do Executivo da cidade-mãe do Paraná.

De acordo com o relator do processo, ministro Sérgio Banhos, a eleição do candidato no pleito de 2016 não materializou a permanência do respectivo grupo familiar no poder e, dessa forma, não pode ser caracterizado um terceiro mandato consecutivo.

“A Corte Regional agiu corretamente ao reconhecer que, nas últimas eleições municipais, o candidato conquistou o seu primeiro mandato, podendo, em consequência, ser reeleito para o período subsequente, o atual, de 2021 a 2024”, afirmou.

Acompanhando o relator, o ministro Alexandre de Moraes, que havia pedido vista do processo, ressaltou ainda que, com a morte do pai ex-prefeito, houve um “rompimento do vínculo familiar para fins da incidência da inelegibilidade, afastando, nesse caso, esse precedente relacionado ao parentesco”.

Divergência
Único a divergir do relator, o ministro Carlos Horbach deu provimento ao recurso, manifestando o entendimento de que o registro de candidatura de Roque deveria ser indeferido, porque o vínculo do pai com o filho não teria sido afastado pela morte.

Do TSE
Continuar Lendo

Notícias

Mega-Sena pode pagar R$ 12 milhões nesta quarta-feira

Sorteio acontece às 20h, com transmissão ao vivo.

Publicado

no

Por

A Mega-Sena pode pagar um prêmio de R$ 12 milhões nesta quarta-feira (1º/12). O sorteio do concurso 2433 será realizado às 20h, no Espaço Loterias Caixa, em São Paulo, com transmissão ao vivo pelo canal da Caixa no Youtube e também pela página oficial da Caixa no Facebook.

Como apostar – As apostas podem ser feitas até às 19h (horário de Brasília), em qualquer lotérica do país ou pela internet, no site da Caixa Econômica Federal – acessível por celular, computador ou outros dispositivos. Para realizar as apostas pela internet é necessário realizar um cadastro e ser maior de idade (18 anos ou mais). O valor da aposta mínima é de R$ 4,50.

Continuar Lendo
Anúncio
error: Cópia proibida.