Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
Notícias

Policial Militar salva bebê que estava se afogando com leite materno

LIGAÇÃO DE PARANAGUÁ PARA O 190 CAIU EM PONTAL DO PARANÁ

Agora Litoral
Um telefonema para a central 190 da Polícia Militar ajudou a salvar uma menina de oito dias em Paranaguá. Na madrugada da quarta-feira (12), o soldado Luiz Henrique, da 2ª Companhia da Polícia Militar em Pontal do Paraná, atendeu uma ligação de um pai desesperado, que pedia socorro para a filha de oito dias que estava se afogando com o leite materno.

O soldado Luiz Henrique imediatamente começou a informar ao pai, residente no Jardim Iguaçu, em Paranaguá, os procedimentos que deveriam ser adotados para desobstruir as vias aéreas da garotinha. O pai ouvia as informações e as repassava para a mãe. Num dado momento, segundo o que relatou à FM Ilha do Mel, o soldado Luiz ouviu, aliviado, ao fundo da ligação, o choro da menina, comprovando que as técnicas repassadas surtiram efeito positivo.

Logo após a pequena Jolie Gabriella voltar a respirar, os pais foram orientados pelo militar a acionarem o SAMU para que fossem realizados procedimentos e outros exames mais complexos para preservar a saúde da menina.

Além da vida salva, o que chama atenção é que a ligação partiu de Paranaguá, mas caiu em Pontal do Paraná, onde o soldado Luiz Henrique estava de plantão. Em entrevista, o soldado – que está na Polícia Militar há seis anos – disse que, apesar de preparado, foi a primeira vez que prestou esse tipo de orientação.

Pelas redes sociais, a orientação fundamental do policial militar foi enaltecida. Familiares da menina expressaram publicamente o seu agradecimento.

Orientação do soldado Luiz foi primordial para salvar a vida da menina.

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios