Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
PUBLICIDADE
NotíciasParanaguáPolícia

Polícia prende homem acusado de chefiar tráfico em Paranaguá

PARANAGUÁ, PR
Diário do Estado

Uma investigação da Narcóticos levou pra cadeia Antônio de Oliveira, conhecido como “Negão”. Ele é apontado pela Polícia como um dos chefes do tráfico de drogas em Paranaguá, no litoral do estado, e atuava também na intermediação da venda do entorpecente para traficantes de Santa Catarina. As investigações foram iniciadas após denúncias da existência da conexão criminosa entre os dois estados.

Grande quantidade de droga foi apreendida - Foto: Divulgação / SESP
Grande quantidade de droga foi apreendida – Foto: Divulgação / SESP

Os agentes passaram a monitorar a rotina de Antônio e flagraram o momento em que ele foi ao encontro de dois suspeitos, Leandro da Silva e Ezequiel Davi do Livramento, que vieram do estado vizinho buscar a droga que ficava escondida em uma oficina de Paranaguá. Valdecir Ferreira, proprietário da empresa, também foi preso por estar associado ao tráfico de drogas. Em sua casa a polícia encontrou 57 quilos de maconha, 2 quilos de crack, 1,4 quilos de cocaína, e ainda, um revolver .38 e munições.

Além dos quatro homens, foi preso também Ailtom Rodrigues Ribas, que portava quantidade de maconha para venda. Ele foi abordado no interior da oficina, anexa a residência de Valdecir.

Além do entorpecente, policiais encontraram um revolver .38 na oficina - Foto: Divulgação / SESP
Além do entorpecente, policiais encontraram um revolver .38 na oficina – Foto: Divulgação / SESP

“Essa conexão entre os estados já existia há um tempo. Quatro dos presos já possuíam passagens pela polícia por associação ao tráfico ou tráfico de drogas. Ailtom também já tinha passagem por porte ilegal de arma e Leandro por furto”, disse a delegada Camila Cecconello, que foi a responsável pelas investigações juntamente com o delegado Rodrigo de Souza.

A droga e os cinco presos foram apresentados na sede da Denarc em Curitiba, e na sequência, levados para a penitenciária central do estado, onde devem permanecer à disposição da justiça.

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios