Ligue-se a nós

Notícias

Paraná já emite novo modelo de carteira de identidade

Documento possibilita a inclusão de diversos dados

Publicado

no

Foto: Polícia Civil

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) iniciou a emissão de um novo modelo de carteira de identidade. O documento possibilita a inclusão de diversos dados e oferece mais segurança contra a falsificação. O antigo Registro Geral (RG) continua válido.

De acordo com a PCPR, a nova versão é mais segura contra falsificações porque, por meio de biometria, são acessadas todas as informações de outros documentos pessoais, além de verificar se a pessoa possui outro RG no Estado, evitando fraudes.

Em caso de roubo ou extravio da carteira de identidade atual, pode ser solicitada a 2ª via rápida. Nesse caso, será emitida no novo modelo, mas apenas com as informações que já contém hoje. Quem desejar o novo layout e com a inclusão de novos dados deve seguir os passos para a emissão da primeira via.

O diretor do Instituto de Identificação da PCPR, Marcus Vinícius Michelotto, avalia o novo documento como um grande passo.

“É o Estado do Paraná se adequando a um decreto federal que dará mais sentido e valor ao RG. Além disso, a carteira de identidade vai possibilitar que o cidadão tenha um documento único”, acrescenta. Sete estados, incluindo o Paraná, já atendem o decreto.
NA PRÁTICA – O novo modelo permite a inserção de dados referentes à Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS), Programa de Integração Social (PIS), Número de Identificação Social (NIS), Programa de Formação e Patrimônio do Servidor Público (Pasep), Cartão Nacional de Saúde (SUS), Certificado Militar, carteira nacional de habilitação, título de eleitor, tipo sanguíneo e fator RH.

O cidadão ainda pode incluir condições especiais de saúde e nome social, mediante requerimento por escrito e relacionado à identidade de gênero.

Para que todos esses dados constem na carteira de identidade é necessário apresentar documentos oficiais comprobatórios no momento do atendimento no posto do Instituto de Identificação.

No caso do NIS, PIS, Pasep e SUS, o requerente deve levar o cartão de inscrição original.

Para inserir CTPS, carteira de habilitação, título de eleitor e Certificado Militar é preciso fornecer o documento original ou cópia autenticada.
SAÚDE – Para acrescentar tipo sanguíneo e fator RH é necessário apresentar o resultado do exame laboratorial, caderneta de vacinação e outros documentos similares contendo os dados do requerente.

Além disso, a assinatura e registro no órgão de classe específico do profissional responsável pelo exame laboratorial ou emissão do documento.

No caso de incluir condições especiais de saúde, o cidadão deverá levar atestado médico ou documento oficial que comprove a vulnerabilidade ou condição particular de saúde. Os modelos de relatório e atestado médico, assim como informações detalhadas, estão disponíveis no portal da PCPR.

Basta acessar http://www.policiacivil.pr.gov.br, rolar a página até a ferramenta “Serviços da PCPR”, selecionar a aba Carteira de Identidade e clicar na opção de instruções.

Da AEN

Deixe seu comentário!

Notícias

Corpo que apareceu na Ilha do Mel é de homem que se afogou em Matinhos

Afirmação é da família, que viu o cadáver no IML em Curitiba

Publicado

no

Por

Antonio Marcos e esposa (Foto redes sociais)

O corpo do homem que havia se afogado na Praia Mansa, em Matinhos, no dia 8 deste mês, apareceu boiando, na manhã deste domingo (23), próximo à Ilha do Mel, em Paranaguá.

A afirmação de que o corpo é de Antonio Marcos Leite da Silva é de familiares dele, que foram até o IML de Curitiba e confirmaram para o Agora Litoral. Apesar do adiantado estado de decomposição, eles dizem ter certeza.

Mesmo com a convicção dos familiares, o Instituto Médico Legal fará exames complementares, inclusive de DNA, para confirmar se o cadáver é mesmo de Antonio Marcos.

RELEMBRE
Antonio Marcos Leite da Silva, de 35 anos, estava sendo procurado pelo Corpo de Bombeiros desde o dia em que desapareceu no mar, quando estava tomando banho com sua esposa.

O casal, morador no bairro Cidade Industrial de Curitiba (CIC), havia vindo passar uns dias na praia quando a fatalidade ocorreu. Desde então, os Bombeiros tentaram encontrar o corpo de Antonio.

A vítima era jardineiro, casado com Helyteia Mendes da Silva Leite e pai de três filhas.

GRATIDÃO
Em contato com o Agora Litoral, a família pediu para agradecer a solidariedade que recebeu da população, amigos e familiares durante todo o tempo em que Antonio Marcos esteve desaparecido e fez questão de destacar o incansável trabalho dos Bombeiros nas buscas pelo corpo dele.

Continuar Lendo

Notícias

Ninguém acerta as seis dezenas e prêmio da Mega-Sena vai a R$ 200 milhões

Último sorteio que pagou a bolada máxima aconteceu em 19 de dezembro de 2019

Publicado

no

Por

Nenhum apostador acertou as seis dezenas do concurso 2236 da Mega-Sena, sorteadas na noite de sábado (22) em São Paulo. O prêmio acumulou em R$ 200 milhões.

Os números sorteados foram 07-20-38-43-45-53.

A Quina (5 acertos) teve 190 apostas premiadas, e cada uma delas receberá R$ 56.213,79. Já a Quadra (4 acertos) pagará R$ 1.018,42 para 14.982 acertadores.

O próximo sorteio da Mega-Sena ocorre na quinta-feira (27).

Sem considerar a edição especial da Mega da Virada, o último sorteio que pagou a bolada máxima aconteceu no dia 19 de dezembro de 2019, quando uma aposta de Franca (SP) acertou sozinha as seis dezenas e levou mais de R$ 40 milhões.

Continuar Lendo

Notícias

Travessia de Guaratuba encerra consulta pública em 4 de março

Agepar irá promover audiências públicas para debater o assunto com a população

Publicado

no

Por

Travessia Caiobá-Guaratuba

A consulta pública para a regulamentação da travessia da Baía de Guaratuba será encerrada no dia 4 de março (quarta-feira), segundo informação da Agepar (Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Infraestrutura do Paraná).

Os interessados devem enviar suas contribuições no site da agência.

Segundo o diretor-presidente da Agepar, Omar Akel, será uma ótima oportunidade para que os usuários do ferry boat colaborem para o aprimoramento do serviço. Na segunda quinzena de março a Agência fará audiências públicas para debater o assunto com a população.

A consulta e as audiências precedem o lançamento da licitação para o serviço de ferry boat, de acordo com as novas regras estabelecidas no regulamento, que normatiza em âmbito estadual a concessão do serviço público de transporte aquaviário de veículos e passageiros na travessia da Baía de Guaratuba, ligando os trechos da rodovia PR-412.

As contribuições para a Consulta Pública 02/2020 poderão ser feitas por pessoas físicas ou jurídicas, que deverão se identificar, não sendo aceitas colaborações anônimas.

O conteúdo poderá ser digitado diretamente no ambiente da consulta pública do site da Agepar ou poderá ser registrado por meio de upload de arquivo próprio (formatos doc, docx, xls, xlsx, txt, pdf ou zip), com tamanho máximo de 2 MB.

Continuar Lendo
Anúncio
error: Cópia proibida.