Ligue-se a nós

Notícias

Operação simultânea chama a atenção no Porto de Paranaguá

Navio opera ao mesmo tempo dois tipos de cargas diferentes.

Publicado

no

Embarcação atracou na noite de domingo (2)

O Porto de Paranaguá faz nesta semana uma operação diferente. O navio Penguin Arrow, atracado no berço 215, opera, simultaneamente, dois tipos de cargas diferentes. Ao mesmo tempo que descarrega malte, embarca 45.758 toneladas de celulose – a segunda maior quantidade do produto movimentada no porto paranaense.

O navio atracou na noite de domingo (2). A operação teve início na segunda (3), mas para concluir o carregamento serão cerca de três dias de movimentação.

O diretor de operações da Portos do Paraná, Luiz Teixeira da Silva Júnior, disse que geralmente são os navios de veículos ou de contêineres os que fazem essas operações simultâneas de carga e descarga.

Segundo Teixeira, a operação exige muita coordenação. “Esse tipo de operação não é comum, mas está previsto no regulamento de programação, atracação e operação dos portos”, disse.
“Sua efetivação depende do plano de carga e descarga feitos pelo armador e executado pelo operador das cargas. O maior desafio é sincronizar os movimentos de carga e descarga. É preciso um bom planejamento”.

Serão três mil toneladas de malte, de origem francesa, que serão descarregados. Já no embarque, são 45.758 toneladas de celulose que tem como destino a China. As duas operações serão realizadas pelo operador Rocha.

“Este operador é credenciado pela Klabin para operar no embarque de operação de celulose. Ao mesmo tempo, a empresa também opera na descarga dos granéis sólidos, estando, portanto, habilitado para as duas operações simultâneas”, afirma o diretor. Ainda de acordo com Teixeira, a habilitação de um operador compete ao importador ou exportador da carga.

“Cabe à autoridade portuária (no caso, a Portos do Paraná) fazer a habilitação da empresa como operadora portuária do porto público”, esclarece.

EXPORTAÇÃO – A celulose embarcada pertence à Klabin. Segundo a empresa, esse segundo maior embarque é justificado pelo volume destinado à China, principal comprador do produto.

“Nesse caso, especificamente, como o grande volume vai para a China e tínhamos dois navios programados para carregar, com datas próximas, conseguimos mandar todo o volume concentrado em um navio só”, explica Gerson Ferreira, coordenador de Logística Internacional da Klabin.

Um navio levaria 20 mil toneladas no final de julho e outro, 25 mil toneladas agora no início de agosto. Segundo o representante da empresa, além da Ásia (China), a Europa também é destino da celulose embarcada pelo Porto de Paranaguá.
O maior lote de celulose já embarcado pela Klabin, no porto paranaense, foi de 46 mil toneladas. O volume foi carregado no último mês de novembro, no navio norueguês Star Lindesnes, que também seguiu para a China.

“A operação desse porte permite que se tenha um rendimento melhor no ritmo de embarque, possibilitando o alcance de ótimos índices de produtividade, em uma única operação. Além disso, navios com capacidade de carregar maiores volumes significa diminuição de custos envolvidos na operação”, afirma o diretor de operações da Portos do Paraná, Luiz Teixeira da Silva Júnior.

Segundo ele, desde o início da operação de celulose da Klabin, nos portos do Paraná, se destaca a qualidade da mão de obra aplicada.

“Essa possibilita qualidade no manuseio da carga e também alcançando ótimos resultados, dando total segurança. A operação requer muita mão de obra dos trabalhadores portuários avulsos, o que traz benefícios ao município e à população”.

OPERADOR – Segundo Jorge Magalhães, superintende comercial do operador das cargas, a empresa Rocha, realizar qualquer tipo de operação é um desafio, pela natureza da atividade.
“A simultaneidade duplica os pontos de atenção, mas a Rocha possui o diferencial de ter uma equipe robusta e experiente e infraestrutura especializada para poder atender esse tipo de demanda e os diferentes segmentos”.

NAVIO – O Penguin Arrow, um navio de carga “multi propósito”, tem bandeira das Bahamas. A embarcação, que seguirá totalmente carregada de celulose, diretamente para os portos chineses, mede 199,7 metros de comprimento (loa) por 32,2 metros de largura (boca).
O design do navio é diferente, pois este traz no convés pontes rolantes chamadas de “gantry crane”. Essas, espécies de “guindastes”, operaram em lugares onde não tem equipamentos de terra, com maior rapidez porque permite ao operador visão total da carga.

Da Agência Estadual Notícias / Fotos: Claudio Neves

Deixe seu comentário!

Notícias

Litoral do Paraná registra 134 novos casos de Covid-19

Números estão no Boletim Epidemiológico desta quinta-feira.

Publicado

no

Por

O Litoral do Paraná registrou 134 novos casos de Covid-19. Os números estão no Boletim Epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) divulgado nesta quinta-feira (01/10).

As novas confirmações ocorreram em: Antonina (16); Guaratuba (38); Matinhos (8); Morretes (3); Paranaguá (58) e Pontal (11). Somente a cidade de Guaraqueçaba não registrou novos casos de infecção pelo novo coronavírus.

Com essas novas confirmações, o Litoral passa a ter 6.617 casos confirmados da doença: Antonina (380), Guaraqueçaba (46), Guaratuba (733), Matinhos (354), Morretes (440), Paranaguá (4.150) e Pontal do Paraná (514).

RECUPERADOS – O total de recuperados passou para 5.145, sendo 319 em Antonina, 29 em Guaraqueçaba, 533 em Guaratuba, 273 em Matinhos, 414 em Morretes, 3.236 em Paranaguá e 341 em Pontal do Paraná.

ÓBITOS – O número de óbitos de moradores das cidades litorâneas, de acordo com a Secretaria de Saúde do Paraná, é de 157: Antonina (7); Guaraqueçaba (3) – mais um ocorrido dia 15 de setembro e que ainda não entrou no informe da Sesa desta quinta-feira -; Guaratuba (22), Matinhos (16), Morretes (9), Paranaguá (88) e Pontal (12).

Paraná tem 1.879 casos novos e 42 mortes pela Covid-19
A Secretaria de Estado da Saúde divulgou também mais 1.879 casos confirmados e 42 mortes em decorrência da infecção causada pelo novo coronavírus. Os dados acumulados do monitoramento da Covid-19 mostram que o Paraná soma 178.886 casos e 4.483 mortos em decorrência da doença.

INTERNADOS – 975 pacientes com diagnósticos confirmados de Covid-19 estão internados nesta quinta-feira (1º). São 805 pacientes em leitos SUS (385 em UTI e 420 em leitos clínicos/enfermaria) e 170 em leitos da rede particular (68 em UTI e 102 em leitos clínicos/enfermaria).

Há outros 968 pacientes internados: 444 em leitos UTI e 524 em enfermaria, que aguardam resultados de exames. Eles estão em leitos das redes pública e particular e são considerados casos suspeitos de infecção pelo Sars-CoV-2.

ÓBITOS PARANÁ – A secretaria estadual informou ainda a morte de mais 42 pacientes. Todos estavam internados. São 20 mulheres e 22 homens, com idades que variam de 27 a 87 anos. Os óbitos ocorreram entre os dias 22 de setembro e 1º de outubro.

Os pacientes que foram a óbito residiam em: 12 em Curitiba, cinco em São José dos Pinhais, três em Apucarana, três em Ponta Grossa, dois em Foz do Iguaçu, dois em Sarandi.

A Sesa confirmou também um óbito em cada um dos seguintes municípios: Agudos do Sul, Almirante Tamandaré, Araucária, Cambé, Cambira, Castro, Colombo, Faxinal, Fazenda Rio Grande, Ibiporã, Jataizinho, Marechal Cândido Rondon, Maringá, Pinhais e Toledo.

FORA DO PARANÁ – O monitoramento da Sesa registra 1.919 casos de residentes de fora. Desses, 44 foram a óbito.

CLIQUE AQUI para ver a íntegra do Boletim.
Continuar Lendo

Notícias

Alunos e professores podem se inscrever na Olimpíada de Inglês

Olimpíada será pelo WhatsApp e qualquer aluno com acesso ao aplicativo poderá participar.

Publicado

no

Por

O grupo ChatClass, em parceria com o Escritório Regional de Língua Inglesa da Embaixada e Consulados dos Estados Unidos, está convidando alunos e professores de escolas públicas e particulares para participarem, entre os dias 1º a 31 de outubro, da Olimpíada de Inglês.

A proposta da Olimpíada é incentivar, dinamizar e democratizar o estudo de Inglês entre estudantes. Como a Olimpíada será pelo WhatsApp, qualquer aluno com acesso ao aplicativo poderá participar.

Essa edição contará com a participação dos professores que poderão colaborar ativamente no processo.

INSCRIÇÕES PARA ALUNOS –  Os alunos interessados deverão acessar o site ChatClass, fazer sua inscrição e automaticamente serão remanejados para uma turma dentro de um grupo de WhatsApp. (link abaixo)

Neste grupo, os alunos receberão atividades diárias, de segunda a sexta-feira, que ficarão disponíveis no menu do Robô, e poderão ser feitas em qualquer dia e em qualquer lugar. As atividades estarão divididas nas categorias Inglês Geral e We Are The Future of Work.

Eles podem responder de forma escrita ou em áudio. Os professores poderão avaliar os áudios dos alunos.

PROFESSORES – Professores de qualquer área podem participar, dando aulas do Ensino Fundamental II ou Médio e estudantes no Ensino Fundamental 2 ou Médio. Basta acessar o site do ChatClass e fazer a inscrição na aba professor, confira aqui.

VENCEDORES – A Olimpíada irá contemplar 162 alunos vencedores, um aluno de cada Estado em cada uma das categorias abaixo:

– Ensino Fundamental II (do 6º ao 9º ano): básico, intermediário e avançado;

– Ensino Médio: básico, intermediário e avançado.

O ChatClass informa que qualquer escola da rede pública ou privada de ensino básico pode participar, isso inclui cursos técnicos e o EJA (Educação para Jovens Adultos).

Professores e alunos podem começar a participar até o dia 30 de outubro. Estudantes e professores inscritos após o dia 1º de outubro também terão acesso a todo o conteúdo e atividades já disponibilizados para os demais alunos.

Para os professores participantes, há a necessidade de cadastro das escolas onde lecionam atualmente. Esta opção só estará disponível dentro de alguns dias. Por isso, aguarde a notificação da ChatClass para inclusão no cadastro.

CLIQUE AQUI para acessar o ChatClass.

Da AEN
Continuar Lendo

Notícias

ENEM: estudantes têm até hoje para inserir foto no cadastro

Fotografia deve mostrar o rosto inteiro do participante

Publicado

no

Por

Até 23h59 (horário de Brasília) desta quinta-feira (1º), os inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 devem inserir ou alterar a foto na Página do Participante. O cadastramento é obrigatório e a foto deve atender a algumas regras, como ser atual, nítida, individual, colorida e com fundo branco. (link abaixo)

Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), não serão aceitas imagens de pessoas com óculos escuros ou artigos de chapelaria (boné, chapéu, viseira, gorro ou similares).

A fotografia também deve mostrar o rosto inteiro do participante, com uma boa iluminação e foco, além de estar nos formatos de arquivo JPEG e PNG (tamanho máximo de 2 MB).

Imagens em PDF não serão permitidas. O Inep e o Ministério da Educação (MEC) não realizam validação da foto.

Provas
Por causa da pandemia do novo coronavírus, as provas da edição 2020 do exame foram adiadas para os dias 17 e 24 de janeiro de 2021 (versão impressa); e 31 de janeiro e 7 de fevereiro de 2021 (versão digital).

Além de uma redação e 45 questões, os candidatos terão que responder questões sobre quatro áreas de conhecimento: linguagens, códigos e suas tecnologias; ciências humanas e suas tecnologias; ciências da natureza e suas tecnologias; e matemática e suas tecnologias.

Dúvidas
As informações a respeito do Enem 2020 podem ser acompanhadas nos portais do Inep e do MEC, assim como nas redes sociais oficiais dos dois órgãos do governo federal.

Dúvidas podem ser sanadas pelo Fale Conosco do instituto, por meio do autoatendimento online ou do 0800 616161. A central aceita apenas chamadas feitas de telefone fixo.

CLIQUE AQUI para alterar ou inserir a foto.

Da Agência Brasil
Continuar Lendo
Anúncio
error: Cópia proibida.