Ligue-se a nós

Notícias

Menino que havia desaparecido teria sido levado pelo assassino dos pais e avô

Ele teria sido colocado no porta-malas de um carro e ficado na casa de um “tio”

Publicado

no

Pedro Lucas (foto das redes sociais)

=EXCLUSIVO=
O menino Pedro Lucas Pereira Silva, de 7 anos, que estava desaparecido desde a madrugada de sexta-feira (7) e que foi encontrado no final da noite de sábado (8), teria sido levado pelo assassino de seus pais e do avô – mortos com golpes de facão na localidade conhecida como Povoado Ribeirão, em Alexandra, Paranaguá.

Fontes do Agora Litoral disseram que o garoto teria sido colocado no porta-malas de um carro prata e ficado na casa de uma pessoa conhecida dele – onde moram a esposa e um filho do suposto responsável pelo triplo assassinato descoberto na tarde de sábado.

As polícias Civil e Militar já teriam informações sobre quem teria praticado os crimes e estão no encalço deles. Acredita-se que a prisão dos responsáveis pelos brutais homicídios ocorra nas próximas horas.

LARGADO NOS TRILHOS
Pedro teria sido largado por um “tio”, de moto, nos trilhos, cerca de dois quilômetros de sua residência. O menino decidiu bater na porta da primeira casa que encontrou.

A família que o acolheu reconheceu imediatamente o garoto, pelas fotos dele divulgadas nas redes sociais, e ligou para a central da Guarda Civil Municipal.

A central da GCM acionou a Divisão Marítima e Ambiental – que faz rondas permanentes no interior do município – e a equipe ligou para o Conselho Tutelar, que assumiu o caso e encaminhou Pedro à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) para passar por exames médicos.

Ele não foi abusado sexualmente nem sofreu qualquer tipo de violência física.

NOTÍCIA RELACIONADA

Identificadas vítimas de triplo assassinato em Paranaguá

Deixe seu comentário!

Notícias

Inscrições para o Enem 2020 são prorrogadas até o dia 27

Decisão ocorreu após reunião do Inep e Consed na sexta-feira (22).

Publicado

no

Por

Estudantes que ainda não se inscreveram no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 terão dias para fazê-lo. O novo prazo definido pelo Ministério da Educação e pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) será até às 23h59 desta quarta-feira (27). Após a inscrição, o pagamento do boleto deve ser feito até dia 28.

A iniciativa decorre de entendimento alcançado entre o Inep e o Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), em reunião na sexta-feira (22).

Segundo o Ministério, já foram registradas mais de 5 milhões de inscrições no Enem 2020, incluindo mais de 100 mil pessoas na prova digital. Como já anunciado anteriormente, no final de junho será feita uma enquete com os participantes inscritos.

A pesquisa será feita diretamente na Página do Participante. As datas dos exames serão definidas após essa consulta.

INSCRIÇÕES
Para se inscrever o aluno deve acessar a Página do Participante e informar o número de seu CPF e a sua data de nascimento. Depois basta seguir o passo a passo indicado (escolha do tipo de prova, se impressa ou digital, confirmação de dados, informações pessoais e de endereço).

Ao finalizar a inscrição o aluno (não isento) deverá pagar até o dia 28 de maio a taxa de inscrição para confirmar a sua participação no Exame. A taxa é de R$ 85,00.

Dúvidas e orientações podem ser tiradas diretamente na página do Inep na aba Perguntas Frequentes.

CLIQUE AQUI para se inscrever no Enem 2020.

Da AEN
Continuar Lendo

Notícias

Festa em plena pandemia vira caso de polícia em Matinhos

Evento foi marcado pelas redes sociais e reuniu 80 pessoas.

Publicado

no

Por

Foto e vídeo cedidos pelo setor de Comunicação Prefeitura de Matinhos

Uma festa clandestina em plena pandemia de Covid-19, na noite de sábado (23), virou caso de polícia em Matinhos, no Litoral do Paraná.

A força-tarefa de fiscalização e combate à Covid-19 – integrada por órgãos da Prefeitura, Conselho Tutelar, Guarda Civil e Polícia Militar – foi até o local e acabou com a farra, que reunia mais de 80 pessoas, entre essas muitos menores de idade.

Entre os presentes, além de Matinhos, estavam pessoas de Guaratuba, Pontal do Paraná, Curitiba e Paranaguá.

Na ação houve a apreensão de drogas, bebidas e dinheiro.
Nas buscas dentro da residência foi encontrado, em um dos quartos, um pedaço grande de crack, pesando 9,3 gramas, além de um tablete de maconha.

Em outros cômodos da casa haviam mais pedaços de maconha, totalizando 26 gramas do entorpecente.

A festa, denominada pelos organizadores como “Social Carlos e Gi”, foi marcada pelas redes sociais e ocorreu na Rua Felipe Mendes, Vila Nova.
Três pessoas foram identificadas como responsáveis pela festa, sendo um homem de 21 anos, uma mulher de 38 e uma adolescente de 16.

Com o homem, foi apreendida a quantia de R$ 642 referente à cobrança da entrada dos participantes. O ingresso custava, em média, R$ 15 por pessoa.
Várias garrafas com bebida alcoólica, que estavam sendo servidas aos menores de idade, foram apreendidas pelas equipes e os três responsáveis pela festa foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Matinhos.

Eles serão enquadrados por fornecer bebida alcoólica a menores de 18 anos, além de desobediência ao Decreto Municipal 318/2020, que trata das novas medidas de restrição em Matinhos, em decorrência da pandemia da Covid-19.

Segundo a PM, a mulher também deverá responder pelo crime de tráfico de drogas.

Durante a abordagem, ainda foi detido um rapaz de 23 anos, flagrado com uma pequena quantidade de maconha. Ele foi encaminhado ao quartel para a confecção de Termo Circunstanciado.

Outro homem de 42 anos também foi encaminhado para a unidade policial, pois foi flagrado pelos fiscais da prefeitura realizando tatuagens no imóvel, contrariando o decreto municipal e caracterizando uma contravenção penal de desobediência.

VEJA O VÍDEO DA AÇÃO

Continuar Lendo

Notícias

Luto em Morretes: morre o Dr. José May

Estimado médico exerceu a profissão por 64 anos.

Publicado

no

Por

Dr. José May (foto redes sociais)

A cidade de Morretes, no Litoral do Paraná, amanheceu mais triste neste domingo (24).

Morreu, aos 89 anos, o estimado médico José May.

Obstetra, clínico geral, cirurgião e pediatra, José May exerceu a Medicina por 64 anos.

Ele enfrentava um câncer desde dezembro de 2019, mas trabalhou até fevereiro deste ano.

José Maya tinha larga relação com os moradores de Morretes e de outras cidades do litoral paranaense.

O Dr. José Maya será velado, com as devidas restrições em razão da pandemia, na Câmara Municipal de Morretes e, após, seu corpo será levado para Curitiba onde será cremado.

Continuar Lendo
Anúncio
error: Cópia proibida.