Ligue-se a nós

Notícias

MEC estuda criação da primeira Universidade Federal Digital do país

O objetivo é ampliar o acesso à rede pública de ensino.

Publicado

no

O Ministério da Educação (MEC) planeja criar uma Universidade Federal Digital para, segundo o ministro Milton Ribeiro, ampliar o acesso dos estudantes de todo o país à rede pública federal de ensino.

“Queremos criar a primeira Universidade Federal Digital no país e ampliar o acesso a todos”, disse o ministro ao participar, na quinta-feira (16/9), de audiência pública na Comissão de Educação do Senado.

Um documento preliminar do Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE), organização social vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, de maio deste ano, cita a avaliação de viabilidade da iniciativa entre as metas da Secretaria de Educação Superior (Sesu-MEC) para promover a educação à distância nas instituições federais de ensino superior por meio do programa Reuni Digital.

No Senado, o ministro Milton Ribeiro disse que a iniciativa segue o modelo já implementado por outros países e respeita as diretrizes, metas e estratégias definidas no Plano Nacional de Educação (PNE). De acordo com o ministro, o uso das modernas tecnologias de informação podem baratear os custos do ensino de qualidade.

“É isso que temos visto em grandes países que estão desenvolvendo essa ferramenta. Vamos começar com alguns cursos e todos vão poder ter acesso, pois com 400, 500 professores, eu posso atingir a milhões de alunos no país todo, obedecendo às premissas do PNE”, disse o ministro.

O ministro lembrou que, nos últimos anos, o orçamento das universidades federais foi impactado pela crise econômica e, principalmente, pela pandemia da Covid-19.

“Quando falamos em diminuição das verbas para as universidades federais, eu concordo plenamente. Vejo que, em um passado não tão distante, o orçamento do ensino federal era muito grande, muito maior do que o que temos hoje”, disse Ribeiro.

“Vale dizer que vivemos tempo de guerra, de pandemia”, acrescentou o ministro, enfatizando que, na proposta orçamentária para 2022, o ministério pede ao Congresso Nacional que autorize um aumento de recursos para a pasta.

“A proposta que o Parlamento vai apreciar fala em um aumento mínimo de cerca de 17% para as universidades federais, e de 28% para os institutos federais. Por que isso? Porque temos 69 universidades federais com 281 campi. E 38 institutos, Cetecs [centros educacionais técnicos], além do Dom Pedro II. E esses, juntos, somam 670 campi. Então, além da visão política de dar mais oportunidade à [formação] de mão de obra técnica, o número de campi [do segundo grupo] é muito maior”, comentou Ribeiro.

Da Agência Brasil
Clique para comentar

Deixe seu comentário!

Notícias

Municípios do Litoral vão receber a “Caravana de Crédito”

Pequenos negócios, com faturamento anual de até R$ 360 mil, poderão realizar empréstimos com taxas a partir de 0,45% ao mês.

Publicado

no

Por

Foto: Fomento Paraná

A Fomento Paraná iniciou na terça-feira (19/10) a “Caravana de Crédito”, que irá  passar por municípios do Litoral, costa oeste, ou banhados por represas dos rios Iguaçu e Paranapanema, com o objetivo de levar empréstimos em condições acessíveis para que empreendimentos locais se preparem para atender visitantes na temporada de verão 2021/2022.

“Os empreendimentos voltados ao turismo foram os mais afetados pela pandemia de Covid-19 e este é um setor com capacidade para gerar muitos empregos e divisas. A determinação do governador Carlos Massa Ratinho Junior é apoiar esses empreendimentos, especialmente as micro e pequenas empresas, para que possam oferecer uma condição melhor no atendimento e faturar mais no verão”, explica o diretor-presidente da Fomento Paraná, Heraldo Neves.

Em cada município a ação será realizada em parceria com agentes de crédito e correspondentes locais em espaços compartilhados com a prefeitura ou com associações comerciais.

As condições oferecidas pela instituição estão entre as melhores do mercado em termos de prazos para pagamento e taxas de juros. Para os pequenos negócios, com faturamento anual de até R$ 360 mil, o ideal é o microcrédito, que tem taxas a partir de 0,45% ao mês, pelo Banco da Mulher Paranaense, e 0,60% ao mês, pelo Banco do Empreendedor.

Para empreendimentos formalizados o limite é de R$ 20 mil e o prazo de até 36 meses para pagamento, com opção de garantia por meio de fundos de aval. Os recursos do microcrédito podem ser usados para capital de giro, manutenção do negócio, reforço dos estoques, obras ou compra de máquinas e equipamentos.

Para empreendimentos que faturam acima de R$ 360 mil ao ano, até R$ 4,8 milhões, há uma série de outras linhas de crédito que permitem financiar desde pequenas reformas e compra de maquinário até projetos de inovação ou que envolvam a implantação de energias renováveis, além, é claro, de capital de giro, para recomposição de estoques e manutenção de negócios.

As operações para capital de giro puro são limitadas a R$ 500 mil e para investimento fixo, como obras ou equipamentos, até R$ 2 milhões.

Agenda Litoral

16/11

  • Paranaguá, 16 de novembro (terça), das 9h às 17h, na Rua José Gomes, 330 – Bairro Tuiuti

17/11

  • Guaratuba, 17 de novembro (quarta), das 9h às 17h, na Praça Central – rua Monsenhor Lamartine, 2
  • Ilha das Peças, 17 de novembro (quarta), das 9h às 13h, na Cozinha Comunitária

18/11

  • Pontal do Paraná, 18 de novembro (quinta), a partir das 19h, na Associação Comercial – Av. Santa Mônica, 485, em Praia de Leste
  • Morretes, 18 de novembro (quinta), das 9h às 17h – Praça Rocha Pombo, 10 – Centro
  • Guaraqueçaba, 19 de novembro (quinta), das 9h às 17h, na Praça Central – Rua Paulo de Miranda S/N

19/11

  • Antonina, 19 de novembro (sexta), das 9h às 17h, no Calçadão – Dr. Rebouças, próximo à Rua XV de Novembro e prefeitura municipal
  • Matinhos, 19 de novembro (sexta), das 9h às 17h, na Praça Central – Rua Albano Müler, 269

De acordo com a Fomento, ao todo, a Caravana irá percorrer 30 municípios paranaenses que têm potencial turístico. Evento similar foi realizado entre novembro e dezembro de 2020.

Da AEN
Continuar Lendo

Notícias

Duas apostas do Litoral acertam a quadra da Mega-Sena

Quina teve 18 ganhadores e cada um recebe quase R$ 87 mil.

Publicado

no

Por

Duas apostas do Litoral acertaram a quadra do concurso 2420 da Mega-Sena, realizado na terça-feira (19/10), em São Paulo. Cada uma recebe R$ 1.016,89.

Os jogos simples foram realizados em: Paranaguá (1) e Pontal do Paraná (1).

Prêmio principal: O prêmio principal acumulou.Os números sorteados foram: 05 – 08 – 29 – 39 – 44 – 60.

  • A quina teve 18 ganhadores, com prêmio médio de R$ 86.921,91.
  • A quadra teve 2.198 apostas ganhadoras e o prêmio médio para cada uma é de R$ 1.016,89.

Próximo sorteio – O próximo concurso da Mega Semana da Sorte será nesta quinta-feira (21/10) com prêmio estimado em R$ 21 milhões.

Continuar Lendo

Notícias

Aposta de Paranaguá acerta 14 números da Lotofácil

Aposta de Recife (PE) acertou 15 números e levou mais de R$ 7 milhões.

Publicado

no

Por

Uma aposta de Paranaguá acertou 14 números no concurso 2350 da Lotofácil, realizado na segunda-feira (18/10), em São Paulo e recebe R$ 1.750,47.

Prêmio principal
Uma aposta simples de Recife (PE) acertou 15 números e levou R$ 7.353.473,42.

Os números sorteados foram:

02 – 03 – 04 – 05 – 06 – 07 – 08 – 09 – 10 – 15 – 17 – 19 – 21 – 22 – 25

O próximo sorteio acontece nesta terça-feira (19) e pode pagar R$ 1,5 milhões.

Continuar Lendo
Anúncio
error: Cópia proibida.