Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
Notícias

Mais dois assassinatos registrados no Litoral

Agora Litoral
O domingo, 18, começou violento nas cidades de Matinhos e Paranaguá. No início da madrugada, um homem que não portava documentos foi assassinado a pedradas na Rua Ceciliano Tavares, na área central de Matinhos. Já em Paranaguá, Eloi Maia Martins, de 37 anos, foi morto a tiros por volta de 5h30 na Rua 33, Beco do Canarinho, Ilha dos Valadares.

MORTO A PEDRADAS
Por volta da 1h30, equipes da Polícia Militar e SAMU foram até a Rua Ceciliano Tavares, no centro de Matinhos, mas já encontraram a vítima em óbito, com ferimentos na cabeça provocados por bloquetes usados na agressão.

No local, uma testemunha informou que viu dois homens agredindo a vítima, mas não soube passar mais informações, que pudessem levar aos autores do crime ou esclarecer a motivação da violência.

Após a perícia criminal, o corpo foi recolhido pelo Instituto Médico Legal (IML), onde permanecia até o encerramento desta matéria, aguardando familiares para a identificação.

Trata-se de um homem de pele branca, aparentando cerca de 30 anos, 1,80m de altura, de olhos e cabelos castanhos, o qual estava trajando camiseta cinza e bermuda jeans azul. Uma tatuagem, em forma de sol, em cima da virilha da vítima pode ajudar na identificação.

É o sétimo homicídio do ano registrado em Matinhos.

Corpo permanece no IML de Paranaguá sem identificação

MORTO A TIROS
Em Paranaguá, por volta de 5h30 deste domingo (18), mais um homicídio foi registrado. Eloi Maia Martins, de 37 anos, foi morto após ser atingido por dois tiros na região do tórax. O homicídio ocorreu na Rua 33, Beco do Canarinho, Vila Nova, na Ilha dos Valadares. O SAMU chegou a ser acionado, mas Eloi morreu durante o atendimento médico. A vítima seria morador da região.

É o segundo homicídio em 24 horas na Ilha dos Valadares. No início da madrugada de sábado, Adrian Ferreira Cardoso, de 22 anos, foi executado com quatro tiros na Vila Bela.

A violência tem assustado os moradores de Paranaguá, o maior município da região, e do Litoral do Paraná. Até a manhã deste domingo (18), a cidade-mãe do estado registrou 21 homicídios. No Litoral já foram contabilizadas 37 mortes em 2018.

NOTÍCIA RELACIONADA

Crescimento no número de homicídios assusta moradores de Paranaguá

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios