Ligue-se a nós

Notícias

Litoral tem 1.123 casos confirmados de dengue e 152 em investigação

Números estão no boletim semanal sobre a doença divulgado nesta terça-feira.

Publicado

no

O Litoral do Paraná tem atualmente 1.123 casos confirmados de dengue e 152 suspeitos.

Os números estão no boletim da dengue publicado nesta terça-feira (19) pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesa).

Dos sete municípios da região, somente Guaraqueçaba não possui nenhuma confirmação para a doença, apenas um caso suspeito.

Do total de casos confirmados, Paranaguá tem 980; Matinhos tem 46; Guaratuba 37; Morretes 31; Pontal do Paraná 28; Antonina 1.

Nenhum óbito foi registrado nos sete municípios da região.

Paraná registra mais 313 mil notificações e sete óbitos
O boletim publicado hoje apresenta mais de 313 mil notificações para a doença no Estado e confirma mais sete óbitos, elevando para 139 o total de mortes provocadas pela doença,

“O boletim traz a somatória de todo um período”, salienta a coordenadora de Vigilância Ambiental da Sesa, Ivana Belmonte. “Os números são altos; a epidemia está presente, mas o que esperamos agora é que a tendência de queda se confirme, como resultado das ações implementadas”.

O informativo confirma sete óbitos que estavam em investigação entre os meses de fevereiro, março e meados de abril.

Todos são de pessoas idosas. Dois óbitos foram em Cambará – dois homens, um com 72 anos, cardiopata, e outro com 77 anos, com hipertensão. Um óbito em Paiçandu – homem de 79 anos, portador de hipertensão e diabetes; um óbito em Bandeirantes – homem, 85 anos, sem comorbidade associada; um óbito em Alto Piquiri – mulher de 88 anos, com hipertensão; um óbito em Marialva – homem de 92 anos, cardiopata, com diabetes e hipertensão, e um óbito em Astorga – homem também de 92 anos, sem doenças associadas.

Estado sinaliza tendência de queda nos casos de dengue
A análise de taxa de incidência da dengue no Paraná sinaliza para a tendência de queda nos índices da doença no Estado. Nas últimas semanas, 20 municípios que estavam em situação de alerta ou em epidemia não apresentaram novos casos autóctones confirmados e estão com a taxa de incidência zerada.

A avaliação considera dados pontuais coletados nas últimas quatro semanas de monitoramento (semanas 17, 18, 19 e 20) .

“Os dados são preliminares, mas podem ser comprovados graficamente pelos números que os próprios municípios enviam para a Sesa. Porém, a dengue segue como uma das maiores preocupações do Governo do Estado. O Paraná ainda está em epidemia da doença e o trabalho da Vigilância Epidemiológica é constante nas 22 Regionais de Saúde, apoiando todos os municípios em ações de prevenção e controle. Esses números demonstram que o trabalho efetivo de campo vem dando resultado”, afirma o secretário de Estado Saúde, Beto Preto.

Além do apoio técnico, os 20 municípios elencados nesta análise receberam ou estão recebendo recursos financeiros por meio de Resoluções da Sesa (números 190, 227, 345 e outra a ser publicada) que repassam investimentos de cerca R$ 8 milhões no combate e controle do vetor da dengue para todas as regiões.

No acumulado do período de agosto do ano passado até 18 de maio são 180.340 casos confirmados de dengue, 12.633 a mais que a publicação anterior, conforme boletim semanal divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde nesta terça-feira (19).

Análise – De acordo com a análise, realizada pela Assessoria de Informação Técnica da Secretaria da Saúde do Paraná, as cidades com a taxa de incidência zerada são: Santo Antonio do Sudoeste, Corumbataí do Sul, Xambrê, Diamante do Norte, Nova Aliança do Ivaí, Tamboara, Itaguajé, Ivatuba, Nossa Senhora das Graças, Santa Inês, Uniflor, Bela Vista do Paraíso, Cafeara, Centenário do Sul, Miraselva, Porecatu, Sertanópolis, Leópolis Diamante D´Oeste e Arapurã.

O município de Nossa Senhora das Graças, por exemplo, na região Noroeste, com cerca de 4 mil moradores, atingiu no período acumulado, a incidência proporcional a 10,5 mil casos por 100 mil habitantes. Há quatro semanas a cidade não registra casos autóctones de dengue.

Santa Inês, também no Noroeste do Estado, com aproximadamente 1.600 habitantes apresentou, no período acumulado, incidência proporcional de mais de 8 mil casos por 100 mil habitantes. Conforme análise, a cidade conseguiu zerar a taxa.

Mais um exemplo é Porecatu, no Norte do Paraná. O município tem cerca de 14 mil moradores; já apresentou taxa de 6,3 casos por 100 mil habitantes e, atualmente, tem a incidência reduzida a zero.

A análise mostra ainda que outros 176 apresentam tendência de queda na taxa de incidência no estado.

“A dengue é um agravo agudo e por isso permite esta análise pontual, baseada nas semanas 17, 18, 19 e 20, com corte na curva epidemiológica ainda no decorrer do período”, explica Raul Bely, da Assessoria de Informação Técnica da Sesa.

Deixe seu comentário!

Notícias

Paranaguá tem dois novos pacientes com Covid-19

Cidade registrou também mais um óbito. Paciente de fora que estava internado após acidentar-se na 277.

Publicado

no

Por

O Boletim da Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) desta quarta-feira (27) aponta dois novos casos de Covid-19 e mais um óbito ocorrido em Paranaguá, no Litoral do Paraná.

Os novos casos de são de um homem de 40 anos e de uma mulher também de 40 anos. Ambos são moradores na Vila Divinéia.

O óbito foi de um idoso de 68 anos, morador em Telêmaco Borba, que faleceu na manhã desta quarta-feira no Hospital Regional do Litoral.

Ele estava internado já há alguns dias, após ter se acidentado na BR-277 e ter sido levado para o hospital pela Ecovia.

Ao chegar no Regional foi feito o exame para detectar Covid-19 e o resultado deu positivo. Porém, pelo critério adotado pela Sesa, a morte dele foi computada para a cidade de origem, no caso Telêmaco Borba.

Com mais esse óbito, Paranaguá tem 6 casos confirmados (dois de fora da cidade) e 4 locais. A outra morte ocorreu em Guaraqueçaba.

Pelos novos números, o Litoral do Paraná tem agora 81 casos confirmados e 5 mortes.

Paranaguá 46; Guaratuba 22; Matinhos 5; Pontal do Paraná 5; Morretes 2; Guaraqueçaba 1.

O total de pacientes recuperados informado pelas prefeituras não bate com o boletim divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde.

Paraná tem 200 novos casos confirmados e três óbitos
O boletim desta quarta-feira informa também que o Paraná registrou mais 200 casos confirmados pelo novo coronavírus. O total de pessoas contaminadas no Estado é de 3.712. Três pessoas morreram em decorrência da Covid-19. Já são 162 óbitos em todo o Paraná.

ÓBITOS – As três pessoas, duas mulheres e um homem que morreram, estavam internadas. Uma idosa, de 74 anos, que residia em Jaguariaíva, faleceu no dia 25 de maio. Os outros dois pacientes faleceram hoje (27): uma mulher, de 59 anos, que morava em Londrina, e um idoso de 68 anos, que residia em Telêmaco Borba.

As novas confirmações são nas cidades: Apucarana (6), Assis Chateaubriand (1), Boa Vista da Aparecida (6), Braganey (3), Cambé (1), Campo Largo (2), Cascavel (31), Cianorte (3), Cornélio Procópio (5), Coronel Domingos Soares (5), Curitiba (36), Douradina (1), Doutor Camargo (1), Fazenda Rio Grande (1), Florestópolis (1), Foz do Iguaçu (16), Guaporema (1), Guaraniaçu (1), Iguaraçu (1), Itambaracá (1), Itapejara D’Oeste (1), Jacarezinho (2), Londrina (17), Manoel Ribas (1), Maringá (16), Moreira Sales (1), Nova Fátima (1), Palmeira (1), Paranaguá (2), Pinhais (4), Piraquara (2), Piraquara (2), Ponta Grossa (1), Realeza (1), Ribeirão do Pinhal (5), Rolândia (3), Santa Tereza do Oeste (1), Santo Inácio (1), São José dos Pinhais (2), São Manoel do Paraná (1), Sapopema (5), Saudade do Iguaçu (1), Tamboara (1), Telêmaco Borba (1), Toledo (2), Tomazina (1), Tuneiras do Oeste (2) e Umuarama (1).

MUNICÍPIOS – 230 cidades paranaenses têm ao menos um caso confirmado pela Covid-19. Em 65 municípios há registro de óbitos pela doença.

FORA DO PARANÁ – O monitoramento da Sesa registrou também mais um caso de fora, um paciente de Tubarão (SC). No total, cinco pessoas não residentes no Paraná foram a óbito em alguma das cidades do Estado.

Continuar Lendo

Notícias

PCPR faz operação para prender responsáveis por morte de casal em Matinhos

Ação da Polícia Civil acontece em Matinhos, Guaratuba, Pontal e cidades de SC.

Publicado

no

Por

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) está nas ruas, desde as primeiras horas desta quarta-feira (27), para cumprir 13 mandados de prisão temporária e 20 de busca e apreensão contra uma organização criminosa envolvida em duplo homicídio e incêndio a veículos, no Litoral do Estado.

As ordens judiciais estão sendo cumpridas, de forma simultânea, no Paraná, nas cidades de Matinhos, Pontal do Paraná e Guaratuba, e no estado de Santa Catarina, nas cidade de Joinville e São Francisco do Sul.
DUPLO HOMICÍDIO – Os alvos da ação são investigados pelo crime que teve como vítima Davi Luiz Salustiano Lopes e Charlene Andressa Jus Maciejwski, ocorrido no dia 13 de abril deste ano, no Balneário Gaivotas, em Matinhos.

No dia dos fatos, o filho de Davi Luiz, de 3 anos, também foi atingido por disparos de arma de fogo na perna.

Conforme apurado, Davi, Charlene e o filho de 3 anos estavam em um Fiat Uno quando foram alvejados por diversos disparos de arma de fogo de calibres variados – 12, 556 e 380. Os disparos teriam sido efetuados por indivíduos que saíram de uma Captiva e um Uno Vivace.

O veículo em que as vítimas estavam foi apreendido. No mesmo local, foi encontrado outro Fiat Uno, com alerta de furto e placas clonadas. Segundo as investigações, o crime foi motivado por “guerra” entre grupos criminosos rivais.

VEJA A POLÍCIA CIVIL EM AÇÃO

INCÊNDIO A VEÍCULOS – A organização criminosa é investigada por incendiar os veículos apreendidos no caso do duplo homicídio. A queima aconteceu na madrugada do dia 17 de abril, no pátio da Delegacia de Matinhos.

De acordo com as investigações, os suspeitos queimaram os carros na tentativa de atrapalhar as diligências acerca do crime e eliminar provas que pudessem incriminar alguém do bando.

Além desses veículos, o bando também é investigado por tacar fogo em uma Lange Rover preta logo após o duplo homicídio. Durante as investigações, a PCPR descobriu que o veículo teria vindo para o Paraná em um caminhão guincho de Santa Catarina.

ÁUDIOS
Durante as investigações que culminaram na operação desta quarta-feira, a Polícia Civil interceptou áudios da organização criminosa. Ouça:

OITO PRESOS – Até o encerramento desta reportagem, oito pessoas já haviam sido presas na operação da Polícia Civil.

NOTÍCIA RELACIONADA

Carros envolvidos em duplo homicídio são incendiados na DP de Matinhos

Continuar Lendo

Notícias

Sesa confirma 15 novos casos de Covid-19 no Litoral do Paraná

Número de confirmações da doença na região saltou para 79.

Publicado

no

Por

A Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) confirmou, em boletim divulgado nesta terça-feira (26), 15 novos casos de Covid-19 no Litoral do Paraná.

Os novos casos são em Guaratuba (14) e Pontal do Paraná (1).

Ainda não se sabe maiores detalhes sobre os novos infectados nas duas cidades.

A região soma 79 confirmações da doença provocada pelo novo coronavírus e 5 óbitos – 4 em Paranaguá e 1 em Guaraqueçaba.

Paranaguá tem 44 confirmações; Guaratuba 22; Pontal do Paraná 5; Matinhos 5; Morretes 2; Guaraqueçaba 1.

De acordo com o boletim da Prefeitura de Paranaguá, 88 pessoas – com idades entre 10 e 82 anos – aguardam resultados de exames.

Paraná tem 3.512 casos e 159 óbitos
A Secretaria de Estado da Saúde informou também mais 182 confirmações de Covid-19 no Paraná, total de 3.512 residentes no estado.

O número de óbitos aumentou para 159, três a mais que o informe de segunda-feira. Um caso confirmado foi transferido para outro estado.

ÓBITOS – Os três pacientes que faleceram pela Covid-19 estavam internados, são dois homens e uma mulher.

Uma moradora de Curitiba, que tinha 70 anos, morreu no domingo (24). Um homem que residia em Cascavel, tinha 69 anos e foi a óbito no domingo (24). O outro homem, de 18 anos, era morador de Rancho Alegre, e faleceu na sexta-feira (22).

MUNICÍPIOS – São 225 cidades paranaenses que têm ao menos um caso confirmado pela Covid-19. Em 63 municípios há registro de óbitos pela doença.

As novas confirmações são nas cidades de: Alvorada do Sul (1), Ângulo (1), Apucarana (3), Arapongas (1), Assaí (1), Campo Bonito (1), Campo Largo (1), Campo Mourão (1), Capitão Leônidas Marques (1), Cascavel (43), Castro (1), Céu Azul (3), Cianorte (1), Corbélia (1), Cornélio Procópio (6), Curitiba (27), Fazenda Rio Grande (3), Foz do Iguaçu (1), Francisco Beltrão (1), Guaraniaçu (2), Guarapuava (1), Guaratuba (14), Ibema (1), Ibiporã (1), Iguatu (1), Imbituva (1), Jacarezinho (1), Jaguapitã (1), Jaguariaíva (1), Lindoeste (1), Londrina (9), Mandirituba (2), Mangueirinha (1), Manoel Ribas (3), Maringá (10), Moreira Sales (1),  Palotina (3), Paranavaí (4), Pinhais (3), Ponta Grossa (1), Pontal do Paraná (1), Rancho Alegre (1), Rio Bonito do Iguaçu (1), São João (1), São José dos Pinhais (1), São Mateus do Sul (1), São Tomé (1), Sapopema (3), Sertaneja (2), Tamboara (3), Telêmaco Borba (1), Terra Rica (2), Toledo (1), Umuarama (1) e Uraí (1).

FORA DO PARANÁ – Um residente de Pederneiras, em São Paulo, atendido em Londrina, teve a confirmação da doença. Total de casos fora do Estado é de 55.

Um homem de 61 anos, morador de Porto Velho, Rondônia, foi a óbito no dia 24 de maio. No total, cinco pessoas que foram atendidas por aqui, mas não moram no Paraná, foram a óbito.

Continuar Lendo
Anúncio
error: Cópia proibida.