Ligue-se a nós

Notícias

Klabin vence leilão do terminal de celulose do Porto de Paranaguá

FOI ARREMATADO POR R$ 1 MILHÃO

Publicado

no

Agora Litoral
O terminal destinado à movimentação de carga geral, em especial celulose, do Porto de Paranaguá, foi leiloado nesta terça-feira (13), em pregão na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa).

A Klabin S/A, maior produtora e exportadora de papéis do País, arrematou o espaço por R$ 1 milhão, com a obrigação de fazer um investimento no local na ordem de R$ 87 milhões, além de pagamentos ordinários mensais pela ocupação.

O leilão foi promovido pelo Ministério da Infraestrutura por meio do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) do governo federal. O prazo de arrendamento é de 25 anos.

“A Klabin fará um investimento de R$ 87 milhões com a promessa de transformar o terminal no melhor modelo de logística de celulose do mundo. Melhorar a logística equivale à geração de emprego na veia”, afirmou o governador Carlos Massa Ratinho Junior. “É o reconhecimento de uma gestão eficiente do Porto de Paranaguá”, completou.

O terminal tem 27.530 metros quadrados com conexões viárias e ferroviárias e, após os investimentos, poderá atingir a capacidade de movimentar 1,2 milhão de toneladas por ano.

A estimativa é que a nova área do armazém totalize 15 mil metros quadrados dedicados à armazenagem e 6,6 mil metros quadrados para alocação dos ramais ferroviários, totalizando aproximadamente 21,6 mil metros quadrados – sem mencionar a área destinada às manobras das empilhadeiras. “Isso mostra a confiança no Brasil, um resultado muito bem-sucedido, para ser comemorado. Reforça uma cadeia logística extremamente eficiente”, afirmou o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas.

Klabin Paranaguá

OPERAÇÕES – O armazém deverá ser projetado para acomodar novos ramais ferroviários para descarga e permitir a transferência de fardos para caminhões, que carregarão a carga até o berço para o carregamento dos navios. Essas operações contarão com equipamentos como guindastes e empilhadeiras. A ideia é que essa armazenagem seja feita através da construção de uma ponte rolante para facilitar o transbordo da carga.

O objetivo do projeto é atender a produção de papel dos estados do Paraná e Santa Catarina, exportados principalmente para a China, e a cadeia logística da produção de celulose da fábrica da Klabin, em Ortigueira, nos Campos Gerais, uma das maiores do mundo.

“Esse investimento proporciona a verticalização total da nossa operação, nos permite posicionar a nossa carga desde a fábrica, diretamente ao terminal marítimo com acesso ferroviário. Isso vai nos garantir atingir níveis de produtividade em patamar internacional”, ressaltou Sandro Ávila, diretor de Planejamento Operacional, Logística e Suprimentos da Klabin.

Concluída esta etapa da licitação e aquisição da área, a sequência é a obtenção das licenças e a construção do novo armazém, pela empresa ganhadora. A previsão é que o início das operações ocorra até 2022.

EXPANSÃO – Ratinho Junior reforçou que o Porto de Paranaguá passa por um grande processo de expansão. Ele lembrou que foram investidos R$ 200 milhões no terminal de embarque de grãos, ampliando a capacidade do local em 40%.

Já o Terminal de Contêineres de Paranaguá (TCP) investiu cerca de R$ 550 milhões nas obras de ampliação da capacidade de movimentação, que deve passar dos atuais 1,5 milhão de contêineres/ano para 2,5 milhões de unidades anuais. “Será o maior terminal em movimentação do Brasil”, ressaltou o governador.

Este foi o último leilão de arrendamento de áreas portuárias realizado pelo Governo Federal, por meio do Ministério da Infraestrutura, nos Portos do Paraná. Com a gestão descentralizada, a administração dos contratos de exploração dos portos organizados e os novos arrendamentos das instalações passam a ser controlados pela própria empresa pública do Governo do Estado, Portos do Paraná.

INVESTIMENTOS – A Klabin confirmou em abril um novo investimento no Estado. No total, a indústria vai aplicar R$ 9,1 bilhões na ampliação da fábrica de Ortigueira (Unidade Puma), que está em operação desde 2017. A direção da empresa explica que a unidade Puma II abrange a instalação de duas máquinas com capacidade de produção de 920 mil toneladas anuais de papéis Kraftliner. A construção da nova planta vai abrir 11 mil postos de trabalho na região e a companhia estima iniciar as atividades da nova planta em 2021.

Na Unidade Puma, a Klabin já opera a produção de celulose branqueada (fibra curta, fibra longa e fluff), que continuará abastecendo os mercados interno e externo com capacidade anual de 1,6 milhão de toneladas.

Da AEN

Deixe seu comentário!

Notícias

Covid-19: Litoral tem 11 novos casos

Região chega a 116 casos de infectados pelo novo coronavírus.

Publicado

no

Por

Mais 11 novos casos de Covid-19 no Litoral do Paraná foram confirmados pela Secretaria de Saúde do Paraná (Sesa) neste domingo (31).

O informativo de hoje aponta 8 novos casos em Paranaguá e 3 em Antonina.

Com isso, a região chega a 116 confirmações e 6 óbitos – 4 em Paranaguá, 1 em Guaraqueçaba e 1 em Guaratuba.

Paranaguá tem 62; Guaratuba 27; Pontal do Paraná 10; Matinhos 6; Morretes 6; Antonina 4; Guaraqueçaba 1.

O número de pacientes recuperados no Litoral, até sexta-feira, era de 50: 31 em Paranaguá, 9 em Guaratuba, 5 em Morretes, e em Pontal do Paraná, e 2 em Matinhos.

Ainda não foram divulgadas maiores informações a respeito dos 11 novos pacientes, o que deverá ocorrer no boletim das prefeituras de segunda-feira.

Paraná chega a 182 óbitos
O Boletim da Sesa informa também que o Paraná teve mais 214 confirmações e um óbito pela Covid-19.

O acumulado agora é de 4.687 em 248 municípios paranaenses. Mais uma pessoa morreu em decorrência da infecção. O total de óbitos é de 182.

ÓBITOS – A quantidade total de pessoas residentes no Paraná que morreram em consequência da infecção causada pelo vírus Sars-CoV-2 chegou a 182. Um a mais que o informado no sábado. A paciente que faleceu tinha 89 anos, estava internada, residia em Londrina e foi a óbito no sábado (30).

INTERNADOS – Estão internados neste domingo 322 pacientes com o diagnóstico confirmado para covid-19 de todo o Paraná. São quatro a menos que ontem (sábado). 242 estão em leitos SUS (87 em UTI e 155 em leitos enfermaria) e 80 em leitos da rede hospitalar privada (32 em UTI e 48 em leitos enfermaria).

LEITOS SUS COVID – Do total de 1.781 leitos SUS exclusivos para Covid-19 que a Sesa mantém em todo o Paraná, 572 estão ocupados por pacientes com suspeita ou confirmação de contaminação pelo novo coronavírus. O Estado tem: 572 leitos de UTI adulto, 250 estão ocupados; 1.100 leitos de enfermarias adulto, 293 estão ocupados; 37 leitos UTI pediátrico, 15 ocupados; 70 leitos de enfermaria pediátrico e 14 estão ocupados. A média de ocupação dos leitos SUS exclusivos covid-19 é de 32% neste domingo (31).

MUNICÍPIOS – 248 cidades paranaenses têm ao menos um caso confirmado pela Covid-19. Em 72 há registro de óbitos pela doença. Entre as 22 regionais de Saúde, apenas a 4ª RS Irati e 5ª RS Guarapuava não têm ocorrência de óbito consequente da infecção pelo Sars-CoV-2.

Os municípios e a quantidade de novas confirmações estão listados a seguir:
Com um caso: Abatiá, Almirante Tamandaré, Araucária, Cambé, Campo largo, Campo Mourão, Carambeí,  Catanduvas, Conselheiro Mairinck, Corbélia, Francisco Beltrão, Irati, Itambaracá, Laranjeiras do Sul, Mariópolis, Paiçandu, Palmeira, Palotina, Paranavaí, Quatiguá, Quedas do Iguaçu, Rancho Alegre, Santa Mariana, Santa Terezinha de Itaipu, Sapopema, Sarandi, Siqueira Campos, Terra Boa, Tomazina, Tuneiras do Oeste, Uraí.
Dois casos: Araucária, Colombo, Fazenda Rio Grande, Foz do Jordão, Guaporema, Quatro Barras, Realeza, Reserva do Iguaçu, Telêmaco Borba, Três Barras do Paraná.
Três casos: Apucarana, Antonina, Braganey, Campo Bonito, Ibema, Piraquara, Pontal do Paraná.
Quatro confirmações: Indianópolis.
Cinco casos: Campina Grande do Sul, Maringá, São José dos Pinhais, Tapejara.
Oito: Mandirituba, Paranaguá.
Nove: Londrina.
Dez: Tijucas do Sul.
11 casos: Cianorte.
12 casos: Cascavel.
22 casos: Cornélio Procópio.
39 casos: Curitiba.

FORA DO PARANÁ – Não houve aumento nos casos de residentes de fora do Paraná. O monitoramento da Sesa registra 65 confirmações e cinco óbitos de pacientes que foram assistidos por aqui, mas residem fora do Estado.

Continuar Lendo

Notícias

Cidades do Litoral vão receber R$ 34 mi para combater efeitos da pandemia

Saiba quanto cada município vai receber do Governo Federal.

Publicado

no

Por

Os sete municípios do Litoral do Paraná vão receber R$ 34.448.996,95 para o combate aos efeitos da pandemia do novo coronavírus. (Veja abaixo quanto cada cidade receberá).

Lei Complementar nº 173, de 27 de maio de 2020, foi publicada no Diário Oficial da União na quinta-feira (28) e garante auxílio financeiro aos entes federativos, em forma de envio direto de recursos e suspensão do pagamento de dívidas.

De acordo com o texto da lei, a União entregará, na forma de auxílio financeiro, aos estados, ao Distrito Federal e aos municípios, em quatro parcelas mensais e iguais, R$ 60 bilhões para serem aplicados em ações de enfrentamento à Covid-19 e na mitigação de seus efeitos financeiros.

Desse valor, R$ 10 bilhões são exclusivamente para ações de saúde e assistência social. O projeto ainda suspende as dívidas de estados e municípios com a União, inclusive os débitos previdenciários parcelados pelas prefeituras que venceriam este ano.

Na utilização dos recursos, prefeitos e governadores darão preferência às microempresas e às empresas de pequeno porte em todas as aquisições de produtos e serviços, seja por contratação direta ou por exigência dos contratantes para subcontratação.

Durante o estado de calamidade pública, estados, Distrito Federal e municípios ficam dispensados de cumprir algumas exigências previstas na Lei de Responsabilidade Fiscal (Lei Complementar 101, de 2000), como o atingimento de metas fiscais e o limite para a dívida consolidada.

Também ficam afastados empecilhos legais para realização e recebimento de transferências voluntárias. Mas esse afrouxamento só vale para atos necessários ao atendimento do Programa Federativo de Enfrentamento ao Coronavírus.

MUNICÍPIOS E VALORES

Antonina – 2.201.145,35

Guaraqueçaba – R$ 885.560,90

Guaratuba – R$ 4.298.727,85

Matinhos – R$ 4.026.541,97

Morretes – R$ 1.902.633,86

Paranaguá – R$ 17.968.211,59

Pontal do Paraná – R$ 3.164.175,43

Continuar Lendo

Notícias

Guaratuba registra o primeiro óbito pela Covid-19; Antonina tem o primeiro caso.

Veja a íntegra do Boletim da Sesa deste sábado (30).

Publicado

no

Por

O Boletim da Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) deste sábado (30) confirma o primeiro óbito em decorrência da Covid-19 no município de Guaratuba, subindo para 6 o número de mortes de residentes no Litoral do Paraná – 4 em Paranaguá (+ duas de pacientes de fora, contabilizadas na cidade de origem), 1 em Guaraqueçaba e 1 em Guaratuba.

Antonina, que até então era o único município do litoral paranaense a não registrar casos confirmados da doença, entrou na listagem também no informe epidemiológico da Sesa deste sábado.

Além de Antonina, Pontal do Paraná registrou mais um caso no Boletim da Secretaria de Estado da Saúde.

Com isso, O Litoral do Paraná soma 102 casos confirmados de pacientes contaminados pelo novo coronavírus:

Paranaguá 54; Guaratuba 27; Pontal do Paraná 7; Matinhos 6; Morretes 6; Guaraqueçaba 1; Antonina 1.

GUARATUBA TEM 1º ÓBITO
A primeira morte por Covid-19 em Guaratuba é de um paciente de 81 anos que estava internado em Joinville, morador no bairro da Figueira. Ele teria sido o primeiro caso confirmado na cidade.

ANTONINA TEM 1º CASO
Já o primeiro caso confirmado em Antonina é da enfermeira Kácila Luani Fernandes, que tornou pública a sua infecção em sua página no facebook. VEJA:
-.-
Com mais oito óbitos Paraná acumula 181 mortes pela covid-19
A Secretaria de Estado da Saúde confirmou 239 novos casos no Paraná. O acumulado agora é de 4.473 confirmações em 246 municípios paranaenses.

Mais oito pessoas morreram em decorrência da infecção e o total de óbitos chega a 181.

ÓBITOS – Oito pessoas perderam a vida pela covid-19 – são seis homens e duas mulheres com idades que variam entre 38 e 91 anos. Todos estavam internados.

Cinco dos pacientes que faleceram residiam em Curitiba: uma mulher de 75 anos, morreu quinta-feira (28); os outros quatro são homens, com idade e data do óbito respectivamente: 91 anos – dia 23 de maio; 74 anos – 24 de maio; 38 anos – 27 de maio; 85 anos – 27 de maio.

Duas pessoas que residiam em Londrina também faleceram em decorrência da infecção: uma mulher, de 65 anos, foi a óbito na quinta-feira (28) e um homem de 67 anos, faleceu sexta-feira (29). Uma residente de Guaratuba, de 81 anos, morreu pela covid-19 hoje (30).

INTERNADOS – entre pacientes com o diagnóstico confirmado para covid-19 de todo o Paraná, 326 estão internados: 243 em leitos SUS (90 em UTI e 153 em leitos enfermaria) e 83 em leitos da rede hospitalar privada (38 em UTI e 45 em leitos enfermaria).

LEITOS – dos 1.781 leitos SUS exclusivos para covid-19 que a Sesa mantém em todo o Paraná, 559 estão ocupados por pacientes com suspeita ou confirmação de contaminação pelo novo coronavírus.

O Estado tem: 574 leitos de UTI adulto e 249 estão ocupados; 1.100 leitos de enfermarias adulto e 290 estão ocupados; 37 leitos UTI pediátrico e 11 estão ocupados; 70 leitos de enfermaria pediátrico e 9 estão ocupados. A média de ocupação dos leitos SUS exclusivos covid-19 é de 31% neste sábado (30).

MUNICÍPIOS – 246 cidades paranaenses têm ao menos um caso confirmado pela Covid-19. Em 72 delas há registro de óbitos pela doença. Entre as 22 regionais de Saúde, apenas a 4ª (Irati) e a 5ª (Guarapuava) não têm ocorrência de óbito consequente da infecção pelo Sars-CoV-2.

Os municípios e a quantidade de novas confirmações estão listados a seguir:
Almirante Tamandaré 4
Antonina 1
Arapongas 2
Araruna 1
Araucária 1
Bandeirantes 1
Boa Vista da Aparecida    6
Campina Grande do Sul 2
Campo Bonito 1
Campo Magro 1
Campo Mourão     1
Candói    1
Cascavel 42
Cianorte 7
Colombo 3
Conselheiro Mairinck 1
Corbélia 1
Cornélio Procópio 5
Coronel Domingos Soares 1
Cruzeiro do Oeste 1
Curitiba 24
Faxinal 1
Fazenda Rio Grande 1
Foz do Iguaçu 1
Foz do Jordão 1
Francisco Beltrão 6
General Carneiro 1
Guaraniaçu 3
Guarapuava 2
Ibema 3
Ibiporã    5
Imbituva 1
Jacarezinho 2
Jaguariaíva 3
Jardim Alegre 1
Jataizinho 3
Laranjeiras do Sul 1
Lindoeste 1
Londrina 40
Mamborê 1
Manfrinópolis 2
Marechal Cândido Rondon 1
Mariluz 1
Maringá 3
Medianeira 2
Moreira Sales 3
Nova Esperança 1
Palotina 1
Pinhais 7
Piraquara 1
Pitanga 1
Planalto 1
Ponta Grossa 2
Pontal do Paraná 1
Quedas do Iguaçu 2
Rebouças 1
Reserva do Iguaçu 2
Salgado Filho 1
São João do Triunfo 1
São José dos Pinhais 2
São Tomé 1
Sarandi 1
Sertaneja 1
Tapejara 3
Terra Boa 2
Toledo 4
Tomazina 1
Tuneiras do Oeste 1
Umuarama 5

FORA DO PARANÁ – O monitoramento da Sesa registra 65 casos de pacientes que foram assistidos por aqui, mas residem fora do Estado. O aumento em um caso em relação ao número de ontem (sexta, 29) se deve à transferência de município de residência de um caso que foi confirmado em Cascavel e a pessoa é residente de Gaspar, em Santa Catarina. Cinco pacientes de fora morreram pela covid-19.

Continuar Lendo
Anúncio
error: Cópia proibida.