Ligue-se a nós

Notícias

Governo do Paraná autoriza construção de nova maternidade em Guaratuba

Obras já começaram e devem ser concluídas no segundo semestre de 2021.

Publicado

no

Fotos: Alessandro Vieira

O Governo do Paraná autorizou a construção de uma nova maternidade em Guaratuba. As obras já começaram e devem ser concluídas no segundo semestre de 2021. O investimento da Secretaria de Estado da Saúde no espaço de 1.227 metros quadrados é de R$ 1,12 milhão.

A história é recorrente em Guaratuba, no Litoral do Paraná. Em busca de uma estrutura de atendimento melhor, as gestantes da cidade se acostumaram a trocar o hospital público local pela Maternidade Darcy Vargas. Enfrentam 140 quilômetros de estrada para ir e voltar de Joinville por cerca de nove meses para fazer todo o pré-natal e também o parto na cidade catarinense.

“Saúde é uma das grandes preocupações do Estado e não pode ficar concentrada na capital ou em cidades maiores. Estamos potencializando os hospitais regionais e filantrópicos, os consórcios municipais para garantir que todos os paranaenses recebam o melhor cuidado possível”, afirma o governador Carlos Massa Ratinho Junior. “No caso de Guaratuba, para que as mães tenham toda a segurança de que estão sendo bem cuidadas e, assim, as crianças possam nascer com conforto e atendimento de qualidade”, acrescenta.
CADEIA DA SAÚDE – A inauguração da maternidade terá impacto em toda a cadeia da saúde de Guaratuba. O prédio da antiga Santa Casa, onde atualmente funciona o hospital e a maternidade da cidade, foi adquirido pelo município e será transformado em uma nova Unidade Básica de Saúde (UBS) do Centro.

A intenção é diminuir o movimento na UBS de Caieiras, bairro bastante populoso do município, e melhorar o acesso da população da região central.

O complexo também vai sediar o novo Centro de Especialidades, que hoje funciona no Eliane-Nereidas. Com a mudança, a edificação se tornará mais uma Unidade Básica de Saúde para atender os moradores destes dois bairros.

A iniciativa, explica o secretário municipal da Saúde de Guaratuba, Gabriel Modesto, permitirá, ainda, a implantação de mais duas equipes de Saúde da Família, chegando a 13 em toda a cidade.

“Como a maternidade está sendo construída ao lado do Pronto Socorro, Guaratuba passará a contar com um serviço de saúde 24 horas em um único lugar, otimizando os recursos e ampliando a qualidade e a oferta dos atendimentos”, explica o secretário.
ESTRUTURA – O projeto da maternidade começou a ser desenvolvido pela prefeitura em 2017. A unidade terá uma estrutura ampla e moderna, com novos equipamentos no setor cirúrgico, clínico, pediátrico e na maternidade.

Contará com salas de estabilização, um centro para cirurgias de pequena e média complexidades e atenderá também emergências. Serão ao todo 30 leitos.

“As pessoas precisam receber o atendimento mais próximo das suas casas. Vamos atender o Paraná por inteiro, com serviços de qualidade em todas as regiões”, afirma o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

Da AEN

Deixe seu comentário!

Notícias

Motorista da Prefeitura de Paranaguá morre por complicações da dengue

Peterson Poleti trabalhava na Secretaria Municipal de Educação

Publicado

no

Por

Peterson (do perfil no facebook)

O motorista da Prefeitura de Paranaguá, Peterson Poleti, de 36 anos, morreu na manhã desta quinta-feira (25/02) por complicações da dengue. O óbito foi confirmado pela Administração Municipal em nota oficial.

Peterson atuava como motorista na rota escolar da secretaria de Educação e Ensino Integral. O velório e sepultamento do servidor municipal serão realizados no cemitério Jardim Eterno, das 12h às 14h.

Peterson Poleti era natural de Foz do Iguaçu, mas muito conhecido e estimado em Paranaguá. Ele deixa uma filha e a esposa Denize Graudin.

Peterson com a esposa e filha (redes sociais)

A morte de Peterson é a primeira ocorrida em Paranaguá no novo período epidemiológico da dengue, iniciado em agosto de 2020.

O Litoral do Paraná tem 198 casos confirmados da doença. Deste total, 196 em Paranaguá, 1 em Guaratuba e 1 em Matinhos.

Continuar Lendo

Notícias

Hospital Regional confirma mais dois óbitos e 45 internados na “Ala Covid”

Mortes e casos da doença não param de aumentar na instituição

Publicado

no

Por

O Hospital Regional do Litoral, em Paranaguá, confirmou, em boletim divulgado na manhã desta quinta-feira (25/02), mais dois óbitos em consequência da Covid-19 e 45 internados na denominada “Ala Covid”, o que significa uma superlotação de infectados e suspeitos pela infecção provocada pelo novo coronavírus.

OS FALECIMENTOS

Paciente do sexo masculino, de 84 anos, residente em Pontal do Paraná, que veio a óbito na quarta-feira, 24;

Paciente do sexo feminino, de 86 anos, moradora em Paranaguá, cujo óbito ocorreu no dia 19 deste mês e foi confirmado após exames.

De acordo com a SESA, 367 litorâneos morreram pela infecção provocada pelo novo coronavírus: 172 em Paranaguá; 58 em Guaratuba; 38 em Antonina; 36 em Matinhos; 30 em Pontal; 29 em Morretes e 4 em Guaraqueçaba.

Esses números são referentes ao informe epidemiológico divulgado na quarta-feira, 24/02.

Continuar Lendo

Notícias

Mega-Sena: Ninguém acerta as seis dezenas e prêmio acumula em R$ 50 milhões

Quina teve 74 apostas ganhadoras e cada uma receberá quase R$ 47 mil.

Publicado

no

Por

Nenhum apostador acertou as seis dezenas do concurso 2347 da Mega-Sena, realizado na noite de quarta-feira (24), em São Paulo. O prêmio acumulou e o próximo sorteio, no sábado (27), pode pagar R$ 50 milhões.

Os números sorteados foram: 08 – 09 – 17 – 30 – 58 – 60.

A Quina teve 74 ganhadores, com prêmio individual de R$ 46.850,78.

A Quadra teve 5.504 apostas ganhadoras e o prêmio para cada uma é de R$ 899,85.

Apostas simples, com seis dezenas, custam R$ 4,50.

As apostas podem ser feitas até às 19h do dia do sorteio, em lotéricas ou pela internet. Lembrando que para realizar as apostas online é necessário realizar um cadastro e ser maior de idade (18 anos de idade ou mais).

Probabilidades – A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada.

Para a aposta simples, com apenas seis dezenas e o preço de R$ 4,50, a possibilidade de levar toda a bolada é de 1 em 50.063.860. E para uma aposta com 15 dezenas – que é o limite máximo, pagando R$ 22.522,50, a probabilidade de vencer é de 1 em 10.003, de acordo com a Caixa.

Continuar Lendo
Anúncio