Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
Notícias

Empresário quer doar terras para abertura de estrada na Mata Atlântica

Agora Litoral com G1
Um empresário interessado em construir um porto de contêineres quer doar terras ao Governo do Paraná onde deve passar a chamada faixa de estrutural, estrada de pista simples com faixa de drenagem e linha de energia no meio da Mata Atlântica, que ligará a PR-407 a Pontal do Paraná, no litoral do estado.

João Carlos Ribeiro é dono de 16% da área total, equivalente a 362 campos de futebol, que está sendo desapropriada pelo governo. As desapropriações devem custar R$ 20 milhões – do total de R$ 270 milhões que devem ser investidos – e envolvem terrenos de 70 donos diferentes.

“Onde passar por cima dos nossos terrenos, o estado vai receber tudo de graça”, diz. No entanto, ele reconhece que a doação é uma contrapartida. O porto do empresário é um dos pontos centrais das discussões que envolvem a construção da rodovia, que tem obras previstas para começar em setembro. Para promotores e ambientalistas, o governo vai desmatar e usar dinheiro público para beneficiar um negócio privado.

Já o governo, parte dos moradores e comerciantes de Pontal do Paraná, afirmam que a estrada vai levar desenvolvimento e facilitar o acesso aos balneários. O caso está na Justiça Federal.

A liminar concedida após a Universidade Federal do Paraná (UFPR) entrar com um mandado de segurança, em março, suspendeu apenas a anuência do Conselho de Desenvolvimento do Litoral (Colit), mas não determinou a suspensão da licença prévia emitida pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP) nem as desapropriações.

NOTÍCIA RELACIONADA

Licitação para nova estrada em Pontal do Paraná será dia 7 de maio

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar