Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
PUBLICIDADE
Notícias

Dupla é presa por tráfico de drogas na cidade de Antonina

Drogas e munição encontrados com Mãozinha e Coveiro

Agora Litoral
Dois homens foram presos pela Polícia Militar, no início da tarde de quarta-feira, 19, por tráfico de drogas no bairro Batel, na cidade de Antonina. Durante as diligências, foram apreendidos 35 pinos de cocaína, 14 pedras de crack embaladas para a venda, além de um pequeno tablete de maconha, munição de espingarda e balança de precisão.

Foram presos Jonas Lopes, o “Mãozinha”, de 27 anos, e André Luis Dutra da Silveira, também conhecido por “Coveiro”, de 42. Uma mulher de 22 anos também foi encaminhada à delegacia, mas ela não ficou presa. Os dois homens foram autuados por tráfico de drogas, sendo Jonas ainda enquadrado no crime de porte ilegal de munição.

DENÚNCIA
A ação policial teve início por volta das 13 horas, após denúncia repassada pelo telefone 190, informando que um indivíduo estaria comercializando drogas na Avenida Thiago Peixoto. De imediato, uma equipe policial foi averiguar as informações e encontrou Jonas, que se encaixava na descrição repassada, parado em frente de uma farmácia.

Em seguida foi feita a abordagem e, encontrado no bolso do suspeito um invólucro plástico contendo cinco pinos de cocaína, 10 pedras de crack e um tablete de maconha, além de quatro reais. Ao ser questionado sobre o entorpecente, ele teria alegado que era usuário.

No entanto, quando os policiais consultaram o nome de Jonas no sistema da Secretaria Estadual de Segurança Pública, foi constatado que o mesmo possuía passagem por tráfico de drogas. Ao ser questionado se teria mais entorpecentes em sua residência, Jonas respondeu que não e se prontificou em mostrar a casa para a equipe policial.

Na sequência, os policiais foram até a residência, na Rua Capitão Francisco Gonçalves Cordeiro, onde foi realizada uma busca que acabou localizando, em uma gaveta do guarda-roupa, dois cartuchos de espingarda calibre 36, sendo um deflagrado e uma recarga. Dando continuidade na busca, ainda foi localizada uma embalagem de balança de precisão.

Na continuidade das diligências, os militares chegaram até a casa de André, proprietário da residência onde Jonas estava morando, que fica no mesmo terreno, mas com acesso por outro local. Na chegada, os policiais foram atendidos por uma moça de 22 anos, filha de André, e explicaram que queriam realizar uma busca em um local onde Jonas poderia ter jogado algo, mas a mesma não autorizou, alegando que seu pai não estaria em casa.

Porém, enquanto a mesma distraía a equipe, um dos policiais visualizou algo ser arremessado por cima do muro para a casa do lado. Os militares foram até a residência vizinha e localizaram uma sacola contendo em seu interior 30 pinos de cocaína e quatro pedras de crack

BALANÇA
Diante do flagrante a equipe entrou na residência de André, o qual foi abordado na porta e, ao ser indagado por que não atendeu a equipe, o mesmo afirmou que estava com medo da polícia. Diante disto a equipe realizou uma busca no interior da moradia e localizou, em cima de uma mesa, a balança de precisão, a qual a embalagem estava na residência de Jonas, além de dois rolos de papel filme transparente, que é usado para embalar drogas.

No banheiro foi visualizado que algo havia sido dispensado no vaso sanitário e, ao ser indagado sobre as drogas arremessadas, André assumiu que teria jogado. Na averiguação, foi constatado que tanto os entorpecentes que estavam com Jonas, quanto os dispensados por André, estavam embalados da mesma forma e com mesma embalagem.

GUARAQUEÇABA
Ainda no local os policiais apuraram, com uma equipe do Serviço Reservado, de que havia informações que André e Jonas estariam envolvidos no tráfico de drogas e, inclusive, levando entorpecente para a cidade de Guaraqueçaba.

Os dois homens foram conduzidos para a delegacia de Antonina juntamente com os objetos e entorpecentes apreendidos, sendo autuados em flagrante e recolhidos ao setor de carceragem local à disposição da Justiça. A moça foi ouvida como testemunha e liberada.

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios