Ligue-se a nós

Notícias

Dono de posto morre após confusão com segurança de escolta de ônibus

Vigilante que deu um tiro nele foi preso pela Guarda Municipal

Publicado

no

Segurança autor do disparo fatal

O empresário Rodrigo Andreatta Ribeiro, de 42 anos, filho do dono de um posto de combustíveis em Quatro Barras, na Região Metropolitana de Curitiba, morreu após ser baleado na noite de quarta-feira (18).

Ele foi morto por um vigilante que fazia a escolta armada de um ônibus que parou no posto. O disparo foi feito após um desentendimento entre os dois, conforme testemunhas, e o vigilante foi preso pela Guarda Municipal.

Ainda de acordo com o relato das testemunhas, a confusão aconteceu depois que o ônibus e um caminhão, que também estava estacionado no posto, se envolveram em um pequeno acidente no local.

Como os dois veículos estavam trancando a passagem e entrada de veículos no posto, Rodrigo pediu ao motorista do ônibus para que retirasse o veículo do local. Foi nesse momento que o vigilante teria sacado a arma e atirado no empresário.

VERSÃO
A Guarda Municipal disse que o vigilante, Luiz Henrique Alves de Oliveira, de 30 anos, alegou que atirou porque o empresário tentou tirar a arma da mão dele. Ele foi preso em flagrante e encaminhado para a delegacia, onde permanece preso.

Os funcionários do posto e clientes tentaram socorrer Rodrigo e o levaram para o Hospital Angelina Caron, mas ele não resistiu.

Rodrigo Andreatta Ribeiro era muito conhecido e estimado na cidade. A forma como ele foi morto comoveu e revoltou a população de Quatro Barras.

Rodrigo, em foto do facebook

O ônibus tinha saído de Jaraguá do Sul, em Santa Catarina, e levava passageiros que tinham feito compras em São Paulo.

Deixe seu comentário!

Notícias

Litoral registra mais 1 óbito e 103 novos casos de Covid nesta quarta-feira

Paraná ultrapassa 285 mil casos confirmados da doença

Publicado

no

Por

O Litoral do Paraná registrou mais 1 óbito e 103 novos casos de Covid-19 nesta quarta-feira (2). Os dados estão no informe epidemiológico da Secretaria do Estado da Saúde (Sesa).

O óbito confirmado no boletim é de um morador de Morretes. Os novos casos foram registrados em: Paranaguá (68); Morretes (17); Guaratuba (13); Antonina (3); Guaraqueçaba (1) e Pontal do Paraná (1).

Com essas informações, a região litorânea passa a ter 10.197 casos e 213 óbitos em decorrência da infecção causada pelo novo coronavírus.

CASOS POR CIDADE – Paranaguá (5.862); Guaratuba (1.126); Antonina (899); Pontal (807); Morretes (789); Matinhos (590) e Guaraqueçaba (124).

ÓBITOS – Paranaguá (107); Guaratuba (25); Matinhos (23); Antonina (21); Pontal (17); Morretes (16) e Guaraqueçaba (4).

RECUPERADOS – 7.914 pessoas já teriam se recuperado da doença. Em Paranaguá (4.489); em Guaratuba (933); em Antonina (753); em Pontal do Paraná (639); em Morretes (555); em Matinhos (484) e em Guaraqueçaba (61).

O Paraná soma 285.837 casos e 6.188 mortos em decorrência da doença.

Veja o Boletim da Sesa.

Continuar Lendo

Notícias

Pandemia de Covid-19 faz Prefeitura de Pontal do Paraná suspender concurso

Provas seriam realizadas no sábado (5) e no domingo (6)

Publicado

no

Por

A Prefeitura de Pontal do Paraná decidiu suspender o concurso público 001/2020 e adiar as provas marcadas para os dias 5 e 6 de dezembro, sábado e domingo próximos. Em nota, a Prefeitura não citou nenhuma data para a realização das provas.

A decisão considerou vários aspectos ligados ao significativo aumento de pessoas contaminadas pela Covid-19 no Paraná, bem como as medidas adotadas pelo Governo do Estado para ajudar a conter a disseminação do novo coronavírus.

“A realização do concurso público com a reunião dos candidatos seria temerária, podendo implicar num crescimento exponencial no número de casos no município”, diz a nota assinada pelo prefeito Fabiano Alves Maciel (Binho).

A Prefeitura destacou ainda que houve 8.018 inscritos para a realização do concurso, “número expressivo que inevitavelmente iria acarretar num aumento de pessoas neste município, pois representa aproximadamente um adicional de 30% de sua população, em contradição às medidas de proteção do contágio pela Covid-19”.

VEJA A NOTA DA PREFEITURA
Continuar Lendo

Notícias

Comércio do Litoral do Paraná se prepara para a alta temporada atípica

Várias estratégias de segurança estão sendo adotadas para receber os veranistas

Publicado

no

Por

Cidade de Guaratuba (Foto: Arnaldo Alves)

A chegada do verão costuma multiplicar o número de turistas nas praias do Litoral do Paraná. No último réveillon, as cidades de Guaratuba, Matinhos e Pontal do Paraná juntas receberam mais de 1 milhão e 200 mil turistas para as festividades de ano novo. Para as festas de 2020, mesmo durante a pandemia, os comerciantes estão esperançosos para registrar resultados semelhantes.

A Presidente da Associação Comercial e Empresarial de Guaratuba (ACIG), Solange Aparecida de Souza e Silva, explica que o setor alimentício litorâneo foi um dos mais afetados devido à medida restritiva de isolamento social.

“Para poder receber os clientes, os restaurantes têm se reorganizado para o atendimento interno e redobrado os cuidados na produção. Além disso, os serviços de entrega já estão fazendo parte do dia a dia desses empreendimentos”, diz.

A Rede Bangalô dos Pastéis, que conta com duas unidades nas cidades de Matinhos e Guaratuba, aproveitou os meses que antecedem o verão para realizar treinamentos com os funcionários sobre cuidados e prevenções com a doença.

“Todo mundo está na ânsia de chegar ao fim da pandemia, voltar à normalidade, querendo sair, aproveitar. Mas enquanto isso não acontece, queremos estar preparados para atender os clientes com segurança”, conta Augusto Pedrotti, sócio proprietário do Bangalô dos Pastéis.

Além dos treinamentos, a rede também vai disponibilizar álcool em gel na entrada do estabelecimento, distribuir cartilhas educativas contendo os cuidados com o vírus, implantar o processo de medição de temperatura na testa ao entrar na loja, fornecer embalagens higienizadas, entre outras estratégias rígidas para a prevenção da doença.

“Vários outros empreendimentos do litoral também estão buscando formas de oferecer mais segurança e conforto aos clientes durante a alta temporada. É a época mais importante do ano para nós, e precisamos passar muita segurança para que o nosso público venha para o litoral e consuma sem riscos”, completa Pedrotti.

Proprietários da Rede Bangalô dos Pastéis

Continuar Lendo
Anúncio
error: Cópia proibida.