Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
PUBLICIDADE
NotíciasParanaguá

Com o sexto maior PIB, Paranaguá está em 61º em qualidade de vida no PR

A riqueza de Paranaguá não se reflete da mesma forma na cidade como aparece nos indicadores econômicos do estado. Mesmo sendo a sexta cidade mais rica do Paraná, quando o assunto é qualidade de vida, Paranaguá cai para a 61º posição, perdendo para municípios bem mais “pobres” como Porecatu, no norte pioneiro, por exemplo.

Os dados estão baseados no levantamento feito pelo IBGE no ano de 2012, e apontam Paranaguá com um PIB R$ 7,2 bilhões por ano, tendo como principal atividade econômica o Porto de Paranaguá e as indústrias que foram atraídas pelo terminal. Mas ao contrário de outras cidades portuárias como Itajaí (SC) e Santos (SP), que em suas ruas e avenidas exibem qualidade de vida, a cidade paranaense estagnou com um índice de desenvolvimento humano (IDH) em nível médio.

Para efeitos de comparação, Itajaí com uma população de 201 mil habitantes possui um produto interno bruto (PIB) de R$ 15,2 bilhões anuais e um IDH de de 795,0 – considerado alto para o índice que vai de 0 a 1 e mede a qualidade de vida das cidades e as estatísticas de igualdade, infraestrutura, saneamento e educação para os cidadãos. A cidade catarinense ainda pontua como 11º melhor cidade do estado e atinge níveis invejáveis no conceito “educação”.

Em outro comparativo está Santos (SP). A principal cidade portuária paulista detém um PIB de R$ 19,2 bilhões e um IDH de 840,0 – o terceiro maior de São Paulo. Vale ainda dizer que Santos é referência em infraestrutura e já ganhou vários prêmios por qualidade de vida.

Paranaguá com uma economia equivalente, sofre para aumentar os indicadores sociais travados no IDH de 750,0, classificado como mediano em “transição” para o IDH considerado elevado: Mais da metade da população vive em áreas de risco ou com poucas ofertas de serviços públicos caracterizando uma verdadeira discrepância entre a realidade econômica e a realidade da cidade que até hoje, observa calada a invasão de manguezais e a falta de projetos ousados para alavancar o seu desenvolvimento estrutural.

Bairros favelizados se desenvolvem ao longo da marginal da PR 407, local onde deve ser instalado o primeiro shopping center da cidade. A favelização acontece pela falha do poder público municipal na esfera do planejamento urbano: poucos acessos, avenidas perigosas e mal sinalizadas, transporte público falho e infraestrutura municipal sem a manutenção que deveria ter.

Os dados do IBGE colocam Paranaguá no mesmo nível que cidades do sertão nordestino, onde a falta de qualidade de vida está presente na rotina dura dos moradores. Curitiba por sua vez figura como uma das cidades com o melhor planejamento do país com IDH de 823,0, considerado “muito alto” e além disso pontua como capital mais desenvolvida do Brasil, segundo o índice internacional Austin, que classificou Curitiba entre as melhores cidades da América Latina.

Porto e cidade

Um dos motivos é a falta de integração entre a prefeitura de Paranaguá, o porto e o governo do estado. Há anos, a cidade vem sofrendo as consequências de uma briga política que dura desde o governo Baka Filho (2004-2012) no executivo.

Quem é atingido em cheio por isso, sempre acaba sendo quem mais precisa: a população.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios