Ligue-se a nós

Notícias

Assaltos se multiplicam e assustam população de Paranaguá

LADRÕES AGEM EM TODOS OS CANTOS DA CIDADE

Publicado

no

Agora Litoral
Uma onda de assaltos tem assustado a população de Paranaguá. Nesta segunda-feira (16), a maioria das ocorrências atendidas pela Polícia Militar na cidade diziam respeito a roubos ocorridos em via pública.

No conjunto Cominese, por volta das 20h40, um rapaz foi agredido após presenciar uma tentativa de assalto. Ele levou algumas coronhadas na cabeça. Um jovem de 21 anos acionou a Polícia Militar e informou sobre a agressão sofrida pelo seu amigo.

Contou que estava com outros rapazes num automóvel Celta quando ocorreu uma tentativa de assalto na Rua Manoel Cardoso de Araújo.  Disse que três indivíduos em duas bicicletas abordaram um casal – um deles estava com uma arma de fogo.

No entanto, ao perceberem que foram observados ao abordar o casal, os homens foram em direção ao Celta onde estava o grupo de amigos e tentaram retirar a chave do veículo.  Um dos assaltantes chegou a apontar a arma para um dos rapazes e apertou o gatilho duas vezes, porém a arma não detonou. Não contente, o marginal feriu o rapaz, de 20 anos, com duas coronhadas na cabeça.

Em seguida os assaltantes fugiram. A Polícia Militar fez buscas pela região, mas não encontrou os suspeitos.

FARMÁCIA ASSALTADA
Também na noite de segunda-feira, 16, uma farmácia foi assaltada na Avenida Bento Munhoz da Rocha Neto, Jardim Samambaia, em Paranaguá. O crime foi praticado por dois homens, um deles portando arma de fogo.

De acordo com a ocorrência, por volta das 20h30, a Polícia Militar foi acionada pelo telefone 190, e no local o solicitante informou que um indivíduo, fazendo gestos de que estava portando uma arma, anunciou o assalto à funcionária que estava no caixa e pegou o dinheiro que havia na gaveta.

O bandido estava vestindo blusa de moletom cinza, calça preta e boné de aba laranja. Testemunhas informaram que ele estava acompanhado de um comparsa, que trajava calça clara e blusa azul, o qual aguardou na parte externa do estabelecimento.

Os militares realizaram patrulhamento pela região, mas os autores do roubo não foram localizados.

ASSALTO NA RAIA
Na Rua Conselheiro Correia, bairro Raia, em Paranaguá, um homem de 35 anos foi assaltado na noite de segunda-feira, 16. Ele acionou a Polícia Militar, a qual realizou patrulhamento pela região, mas não houve êxito na localização de suspeitos.

Em suas declarações, a vítima relatou que estava se deslocando para seu local de trabalho, por volta das 23 horas, quando foi abordado por três indivíduos ocupando bicicletas, dois deles portando armas de fogo.

O homem contou que, após anunciarem o assalto, os bandidos tomaram seu telefone celular e um kit de perfumes, fugindo em seguida.

OUTRO ASSALTO
Por volta das 20h30 de segunda-feira, 16, a Polícia Militar de Paranaguá foi acionada para dar atendimento a uma ocorrência de roubo na Rua Anibal Roque, entre os bairros Parque São João e Vila Divineia.

A vítima foi um homem de 38 anos, o qual relatou aos militares que estava caminhando, quando, próximo ao hospital João Paulo II, foi abordado por três indivíduos, um deles com a mão na cintura, aparentando estar portando uma arma de fogo.

O homem contou que os assaltantes determinaram que não reagisse e entregasse seu telefone celular. Muito nervoso, o solicitante não soube repassar as características dos assaltantes ou a direção em que fugiram.

Deixe seu comentário!

Notícias

Hackers aplicam golpes virtuais sobre o auxílio de R$ 600

Pelo menos dois aplicativos para celular tentam se passar pelo programa oficial da Caixa Econômica Federal

Publicado

no

Por

A Apura Cybersecurity Intelligence, empresa especializada em segurança na web, localizou pelo menos dois aplicativos para celular que buscam se passar pelo programa oficial da Caixa Econômica Federal.

Eles fraudam o aplicativo para solicitação do benefício de R$ 600 a R$ 1.200 para ajudar trabalhadores autônomos, informais e microempreendedores individuais (MEIs) durante a crise do coronavírus.

No aplicativo suspeito já foram feitos mais de 500 mil downloads até 16h15 de terça-feira (7).

“Já há desenvolvedores querendo se aproveitar, colocando descrições enganosas. O próximo passo são os aplicativos que roubam dados”, afirma Sandro Süffert, CEO da Apura Cybersecurity Intelligence.

Além disso, o site falso auxilioemergencial.com.br não apresenta nenhum conteúdo. “O titular [dono do endereço] só tem esse domínio. É golpe certo”, avalia Süffert.

Em nota, o Google Play disse que tem políticas rigorosas para ajudar a garantir uma plataforma segura e protegida para desenvolvedores e usuários.

“Estamos revisando os aplicativos denunciados e, caso uma violação seja comprovada, removeremos os mesmos de nossa loja”, explicaram.

COMO EVITAR O GOLPE
As únicas maneiras de acessar o sistema de cadastro disponibilizado pelo governo são:

Fazendo inscrição pelo site: https://auxilio.caixa.gov.br/

Baixando o aplicativo para celulares com sistema Android: https://play.google.com/store/apps/details?id=br.gov.caixa.auxilio

Baixando o aplicativo para iOS (celulares da Apple): https://apps.apple.com/br/app/caixa-aux%C3%ADlio-emergencial/id1506494331

“Não siga links recebidos por Whatsapp/email/SMS”, alerta Süffert.

Continuar Lendo

Notícias

Ação da PRF em Paranaguá liberta caminhoneiros sequestrados na 277

Motoristas estavam amarrados no carro dos criminosos.

Publicado

no

Por

Na noite de quarta (8), em Paranaguá, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) libertou dois caminhoneiros reféns de sequestradores. Com os assaltantes foi apreendido um revólver calibre 38.

A ação teve início por volta das 22 horas, quando a PRF recebeu uma comunicação de assalto à mão armada que havia acontecido no SAU (Serviço de Atendimento ao Usuário), na BR-277, região de Morretes.

Segundo a comunicação, dois motoristas de caminhão foram assaltados e feitos refém por uma quadrilha que ocupava um automóvel Celta vermelho.

De posse das informações, agentes da PRF realizaram rondas até que localizaram o carro.
FUGA E PRISÃO
Quando foi dada a ordem de parada, o motorista desobedeceu e fugiu. Durante a fuga, um policial quase foi atropelado pelo veículo.

Em seguida, as equipes seguiram em acompanhamento tático aos fugitivos, que realizaram manobras que colocaram em perigo os policiais e demais usuários da via, trafegando e ultrapassando pelo acostamento em alta velocidade e jogando o carro contra outros.

Já em Paranaguá, o condutor do Celta freou bruscamente, ocasionando a colisão da viatura em sua traseira.

Com o impacto, o carro dos assaltantes rodou na pista e parou às margens da rodovia, momento em que os ocupantes desembarcaram disparando contra os policiais, que revidaram.

Dois assaltantes, que estavam armados, conseguiram fugir embrenhando-se em uma mata, outros dois se renderam.

Foram presos Santiago de Castro dos Santos, de 19 anos, residente em São José dos Pinhais, e Mayko Vinicius Servienski, de 28, morador em Paranaguá.

Próximo a eles foi encontrado um revólver calibre 38, utilizado no assalto, com uma cápsula intacta e três deflagradas.
Dentro do Celta estavam os dois motoristas sequestrados – um de 40 anos, morador de Vilhena (RO) e outro de 32 anos, de Seberi (RS). Ambos estavam com as mãos amarradas.

Em razão do acidente de trânsito, os assaltantes receberam atendimento médico providenciado pela concessionária e foram presos em seguida.

Os marginais haviam levado de um dos caminhoneiros, um celular, documentos pessoais e do caminhão. Do outro caminhoneiro, foram levados um celular, R$ 850 em espécie e um cheque no valor de R$ 1.600.

Diante dos fatos, Mayko e Santiago foram presos em flagrante e conduzidos à delegacia de Polícia Civil em Paranaguá para o registro dos crimes de tentativa de homicídio, roubo, sequestro e cárcere privado, porte ilegal de arma de fogo e direção perigosa.

Os caminhões recuperados foram devolvidos às vítimas.

Continuar Lendo

Notícias

Polícia Civil publica edital com 400 vagas para delegado, investigador e perito

As provas serão realizadas pelo Núcleo de Concursos da Universidade Federal do Paraná

Publicado

no

Por

O governo do Paraná abriu concurso para a Polícia Civil. O Edital 002/2020, publicado na noite de quarta-feira (8), oferece 400 vagas, sendo 50 para a carreira de delegado de polícia, 300 para a de investigador e 50 para papiloscopista.

“As nossas carreiras estão defasadas há muito tempo. A reposição permanente de profissionais na PCPR é um avanço que faz parte de um planejamento do governo do estado”, disse o delegado-geral da PCPR, Silvio Jacob Rockembach.

“Ao longo dos próximos anos, faremos a reposição do efetivo. Isso irá dar melhores condições de trabalho aos policiais, o que reflete diretamente na excelência dos serviços prestados aos paranaenses”, complementou.

Segundo ele, a reposição desses profissionais ajuda a resolver um problema de defasagem que é enfrentado há anos.

O Núcleo de Concursos de Universidade Federal do Paraná será responsável pelas provas.

O concurso será regionalizado e prevê a realização de provas simultâneas para todas as carreiras na primeira fase. O cronograma prevê o início da seleção para o mês de julho de 2020.

O delegado Fabio Renato Amaro da Silva Junior, presidente da Comissão do Concurso, acredita que este será um dos mais concorridos do Brasil e alerta que o conteúdo programático pretende exigir além das matérias de cunho jurídico, “conhecimento específico das profissões a serem exercidas também podem ser exigidos”, afirma o delegado.

As inscrições se iniciam no próximo dia 4 de maio e vão até as 17h do dia 2 de junho de 2020. Mais informações podem ser obtidas em policiacivil.pr.gov.br/concursos.

CLIQUE AQUI para acessar o edital.

Continuar Lendo
Anúncio