Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
Notícias

500 voluntários retiraram sete toneladas de lixo da baía de Guaratuba

FOI O MAIOR MUTIRÃO EM 12 ANOS

Agora Litoral com Bem Paraná
Sete toneladas de lixos e entulhos foram retiradas da baía de Guaratuba na manhã deste sábado (8), por 500 voluntários que participaram do 12º Mutirão de Limpeza.

Um ferry boat e 35 embarcações de apoio foram utilizados na ação promovida pelo Instituto Guaju e pelo Instituto Paranaense de Reciclagem.

Foram retirados sofás, fogão, freezer, colchões e muitos outros entulhos da água.

A ação foi realizada para marcar o Dia Mundial do Meio Ambiente. Na edição de 2018, participaram cerca de 400 voluntários e foram retiradas 6 toneladas de entulhos da baía, o que significa que mesmo a ‘limpeza’ sendo efetuada anualmente, o problema continua e até aumenta.

“Tudo isso é uma continuação do trabalho que realizamos durante todo o ano, e é lindo colher os frutos dessa que considero a nossa missão em prol de um mundo mais limpo e sustentável”, comentou o tenente Fabiano Cecílio da Silva, diretor executivo do Instituto Guaju.

A participação do InPAR no evento é a confirmação de uma parceria que deu certo. “Estamos muito felizes de participar novamente do mutirão. Ver o evento crescendo, ganhando novas atividades e também novos adeptos é muito importante. Isso nos mostra que a população está mais engajada a cada dia e que a preocupação com a sustentabilidade do nosso planeta está em toda parte”, afirmou Rommel Barion, presidente do InPAR.

MAIOR MUTIRÃO
Esse foi sem dúvidas o maior mutirão de limpeza nos doze anos em que ocorre esse tipo de atividade. Além do expressivo número de voluntários, o apoio de 35 embarcações auxiliou a limpeza de várias comunidades da região.

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios