Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
Pontal do Paraná

Tartaruga-verde é solta após tratamento

FOI ATROPELADA POR UMA EMBARCAÇÃO A MOTOR

Agora Litoral
Na última sexta-feira (08) a equipe do LEC (Laboratório de Ecologia e Conservação da UFPR) realizou a soltura de uma tartaruga-verde (Chelonia mydas) que ficou em recuperação no Centro de Reabilitação e Despetrolização de Fauna Marinha (CReD) durante quatro meses.

A equipe do LEC, via Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS), recebeu o acionamento de uma tartaruga marinha com possível interação negativa com hélice de barco (colisão). Infelizmente este foi o ocorrido e, segundo o médico veterinário Marcillo Altoé, a presença das lesões paralelas na região do crânio da tartaruga foi a principal característica de um atropelamento por embarcação a motor.

No atendimento, segundo o médico veterinário responsável, foi realizada a anestesia geral do animal e uma intervenção cirúrgica para retirada do olho direito lesionado pela colisão, tecidos mortos associados à ferida e restos de fragmentos ósseos. Também recebeu medicamentos para combater a infecção, inflamação e dor. Por fim, o ferimento era higienizado e finalizado com curativo e bandagem a cada 48 horas. Foi dedicado conhecimento técnico e muito amor ao animal para alcançar sua recuperação. Após quatro meses de tratamento, o animal recuperado estava apto para a soltura.
REDUZIR IMPACTOS
“O que devemos frisar é que as tartarugas marinhas são símbolo de resistência e adaptabilidade. Animais fantásticos, porém sem capacidade de defesa contra colisões e outras interações negativas com atividades humanas. Somos nós que precisamos cuidar para reduzir o impacto a elas”, disse Camila Domit, bióloga e coordenadora do LEC.
AÇÕES DE RESGATE
As ações de resgate e atendimento à fauna fazem parte do PMP-BS, assim, caso registrem mamíferos, tartarugas e aves marinhas encalhados no Paraná, os responsáveis do LEC pedem para que a população avise a equipe do projeto ou diretamente o Centro de Estudos do Mar pelo telefone 0800-642-3341 ou pelo (41) 3511-8671.

O Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS) é uma atividade desenvolvida para o atendimento de condicionante do licenciamento ambiental federal das atividades da Petrobras de produção e escoamento de petróleo e gás natural no Polo Pré-Sal da Bacia de Santos, conduzido pelo Ibama.

Esse projeto tem como objetivo avaliar os possíveis impactos das atividades de produção e escoamento de petróleo sobre as aves, tartarugas e mamíferos marinhos, através do monitoramento das praias e do atendimento veterinário aos animais vivos e necropsia dos animais encontrados mortos. No litoral paranaense o projeto é executado pelo Laboratório de Ecologia e Conservação (LEC), do Centro de Estudos do Mar/UFPR.

Com informações do LEC
Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios