Ligue-se a nós

Paranaguá

Taxista pode ter sido executado por ter espancado até a morte o filho em 2003

Robson Ziemmer estava em liberdade condicional desde 2016

Publicado

no

Robson (Foto redes sociais)

O taxista Robson Cleber Ziemmer, de 47 anos, executado a tiros na madrugada desta terça-feira (4/5) no bairro Parque São João, em Paranaguá, no Litoral do Paraná, pode ter sido assassinado por um bárbaro crime que cometeu em 2003, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba.

À época, Robson espancou até a morte o próprio filho, de três anos, e teria admitido o crime. “Me descontrolei, e pronto”, teria dito aos policiais que o interrogaram. Junto com ele também foi presa Neusa Dias Lopes, madrasta da criança, acusada de co-autoria no espancamento e morte do menino.

Robson e Neusa foram a julgamento em 2006 e ele foi condenado a 19 anos de prisão. Estava em liberdade condicional desde 2016 e morando em Paranaguá, onde atuava como taxista.

ENTENDA O CASO

Na noite de 19 de junho de 2003, Raul Ziemmer, de três anos, chegou sem vida ao posto de saúde Afonso Pena, em São José dos Pinhais. O médico que recebeu a criança percebeu os sinais de espancamento – braço quebrado, hematomas em todo o corpo, ferimentos graves na cabeça e no rosto do menino, que estava com os lábios cortados e inchados de tanto apanhar.

O médico chamou a Polícia Militar e, horas depois, Robson e Neusa foram autuados em flagrante por homicídio na delegacia do município.

Raul já havia sido tirado do pai, quando tinha dois anos de idade, pelo mesmo motivo – espancamento e maus-tratos. Porém, depois de 15 dias sob a guarda da Justiça, o menino foi devolvido à família, onde sofreu novas agressões até morrer.

Quando foi preso, Robson negou que o menino já estivesse morto ao ser levado por ele, com a ajuda de vizinhos, para o posto de saúde. No entanto, o exame médico constatou que a criança já havia morrido pelo menos uma hora antes de receber socorro.

VINGANÇA

O passado de Robson leva à hipótese de que ele possa ter sido assassinado por vingança. O taxista foi atingido por pelo menos três tiros, dentro do carro. Uma passageira estava no banco traseiro do veículo quando houve a execução.

A mulher informou aos policiais militares que atenderam a ocorrência que um indivíduo se aproximou pela janela dianteira esquerda e chamou Robson pelo nome. Logo em seguida, o suspeito apontou uma arma de fogo e realizou os disparos em direção ao motorista, fugindo em seguida, a pé, sem que fosse identificado.

Deixe seu comentário!

Paranaguá

Irmãos são presos com porções de crack e buchas de cocaína

Ação da Polícia Militar foi na sexta-feira no Jardim Araçá

Publicado

no

Por

Dois irmãos foram presos pela Polícia Militar, em Paranaguá, no Litoral do Paraná, na noite de sexta-feira (7/5), por envolvimento com o tráfico de drogas.

Tudo aconteceu por volta das 20h30, quando uma equipe do 9º Batalhão realizava patrulhamento pelo bairro Jardim Araçá e decidiu abordar a dupla, que estava em atitude suspeita.

Durante busca pessoal, foram localizados nos bolsos de Miguel Damasio, de 21 anos, 38 gramas de crack e R$ 800 em notas trocadas. Com Gabriel Damasio, de 23, foram encontrados cerca de 32 gramas de cocaína, além de R$ 139 em dinheiro e um celular de origem duvidosa.

Diante dos fatos, os policiais militares deram voz de prisão aos irmãos e os encaminharam à Delegacia Cidadã para os procedimentos de praxe.

Apreensão feita pela PM

Continuar Lendo

Paranaguá

Homem é preso por embriaguez ao se exibir com Porsche

Ele chegou a jogar o carrão contra os PMs que tentaram pará-lo

Publicado

no

Por

Motorista fez manobras perigosas

Um homem de 46 anos foi perseguido e preso pela Polícia Militar em Paranaguá, na noite de sexta-feira (7/5), acusado de dirigir alcoolizado um automóvel Porsche 911 Carrera.

Para escapar da abordagem, o suspeito chegou a jogar o veículo contra os militares, mas não teve jeito. Após um cerco policial, ele foi obrigado a parar. Nesse momento foi constatado que o motorista apresentava sinais de embriaguez.

De acordo com o relatório policial, tudo começou por volta das 20h30, quando uma equipe de Rádio Patrulha do 9º Batalhão se deslocava pela Rua Maneco Viana, no bairro Alto São Sebastião, e avistou o Porsche, com placas de Balneário Camboriú (SC), realizando uma arrancada brusca, seguida de manobras perigosas na frente da viatura.

Imediatamente os militares acionaram os sinais sonoros e luminosos do carro policial para tentar realizar a abordagem, mas o suspeito fugiu em alta velocidade. Os PMs deram início ao acompanhamento e solicitaram apoio de outras equipes policiais, que interromperam o trânsito na rotatória das avenidas Ayrton Senna da Silva e Atílio Fontana, no Parque São João, para conseguir parar o condutor do Porsche.

No entanto, ao perceber o bloqueio policial, o suspeito tentou dar sequência na fuga desviando pelo pátio de um posto de combustíveis. Neste momento, os militares se posicionaram para realizar a interceptação e quase foram atropelados pelo motorista em fuga, que projetou o veículo contra eles.

Os policiais tiveram que se jogar da frente do carro. A situação acabou com dois militares lesionados, mas sem gravidade.

Em seguida, foi feita a abordagem e o motorista do Porsche se recusou em realizar o teste do bafômetro. Com ele não foi encontrado nada de ilícito. Porém, como apresentava visíveis sinais de embriaguez e também por causa da desobediência de ordem de parada e as manobras perigosas realizadas, ele recebeu voz de prisão e foi conduzido ao plantão da Delegacia Cidadã, para a elaboração do flagrante por crime de trânsito.

Os policiais feridos receberam atendimento médico na UPA e foram liberados em seguida.

Continuar Lendo

Paranaguá

Campanha Nacional contra a Gripe terá novo público a partir da próxima semana

Em 11 de maio iniciará a vacinação de professores e idosos com 60 anos ou mais

Publicado

no

Por

A Campanha Nacional contra a Gripe continuará ocorrendo até 19 de julho conforme os grupos preconizados pelo Ministério da Saúde. Na próxima semana a vacinação de um novo grupo será iniciada. A partir de terça-feira (11/5), os idosos com idade a partir de 60 anos e os professores poderão se imunizar contra a gripe. A etapa segue até 8 de junho.

A Prefeitura de Paranaguá informa que a vacinação está ocorrendo nas unidades básicas de saúde.

IDOSOS

Como está ocorrendo a vacinação contra a Covid-19, é importante que o idoso se atente ao período de intervalo de 14 dias entre as duas vacinas. Ou seja, aquele que recebeu a vacina contra a Covid-19 deve aguardar 14 dias após a aplicação para poder receber a imunização contra a gripe.

“Caso o idoso tenha tomado a primeira dose e está próxima a data da segunda aplicação, é indicado que aguarde esse período, termine o esquema vacinal contra o Coronavírus primeiro e, após 14 dias, procure a unidade para receber a vacina contra a gripe. Solicitamos que o idoso leve sua carteira de vacinação contra a Covid-19 para que os profissionais de saúde possam verificar esse intervalo e orientá-lo da melhor forma”, explica a diretora de Enfermagem da Secretaria Municipal de Saúde, Miriam Simião da Silva.

PROFESSORES

Em anos anteriores, com o funcionamento presencial nas escolas, as instituições enviavam lista com confirmação dos professores para receber a vacina; contudo, com a pandemia e as escolas com aulas remotas, será necessário que o professor preencha declaração com carimbo e assinatura requerida no estabelecimento de ensino ou na Secretaria de Educação (Municipal e Estadual).

“As doses são registradas e precisamos dessa declaração para comprovação no sistema de vacinação”, observa a diretora de Enfermagem. O modelo de declaração pode ser conferido em anexo deste material informativo e nas unidades básicas de saúde.

PRÓXIMOS PÚBLICOS

De 9 de junho a 19 de julho serão vacinadas pessoas com comorbidades e/ou com deficiência permanente, caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros (urbano e de longo curso), trabalhadores portuários, forças de segurança e salvamento, forças armadas, funcionários do sistema de privação de liberdade, população privada de liberdade, adolescentes e jovens em medidas socioeducativas.

COVID-19: Quase 33 mil doses doses de vacina já foram aplicadas

A vacinação contra a Covid-19 está avançando em Paranaguá. Até a manhã desta sexta-feira (7/5), já foram vacinadas 21.424 pessoas com a primeira dose e 11.467 cidadãos com a segunda dose. Um total de 32.891 aplicações.

A vacinação ocorre de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Neste sábado e domingo não haverá aplicação de vacinas na Estação Ferroviária.

Neste momento, a aplicação para primeira dose está ocorrendo para pessoas com 60 anos completos ou mais e para o público com comorbidade descritas no Plano Nacional de Imunização.

Da Prefeitura de Paranaguá

Continuar Lendo
Anúncio
error: Cópia proibida.