Ligue-se a nós

Paranaguá

Suspeitos se envolvem em acidente após fuga da PM em alta velocidade

Foi na manhã desta quarta-feira; os dois foram parar no Hospital Regional.

Publicado

no

Carro só parou após bater em caminhão

Dois rapazes foram parar no Hospital Regional do Litoral, na manhã desta quarta-feira (10/02), após se envolverem em um acidente na Avenida Bento Rocha, no bairro Dom Pedro II, em Paranaguá. Os dois estavam em um veículo Fiat Stilo, sendo perseguidos pela Polícia Militar, quando colidiram com um caminhão.

Flaviano Luiz Alves, de 29 anos, e Ivo Alexandrino Sobral Neto, de 24, foram socorridos pelo SAMU e encaminhados à casa hospitalar, onde ficaram em observação médica, sob escolta de policiais militares.


(Fotos: Fernanda Voi)

O INÍCIO
Tudo começou por volta das 8h15, quando equipes da Polícia Militar foram acionadas para averiguar uma situação de disparo de arma de fogo no Km 10 da PR-407 (Estrada das Praias).

A informação é que a ocorrência tinha como vítima uma moça, que havia sido atingida por um disparo de arma de fogo no pescoço e que os autores estariam em um veículo vermelho, o qual fugiu em direção a Curitiba.

Após coletar as informações sobre o caso, uma das equipes policiais estava retornando para a região dos bairros quando, próximo do Km 6 da mesma rodovia, um veículo Fiat Stilo, ocupado por Flaviano e Ivo, ultrapassou a viatura pelo acostamento, em alta velocidade.

De imediato começou um acompanhamento tático com giroflex e sirene ligados, mas o condutor do automóvel ignorou todas as ordens e sinais de parada e seguiu por toda a rodovia em alta velocidade, fazendo várias manobras perigosas, até entrar na BR-277. Na sequência, ultrapassou um caminhão pelo acostamento, seguindo em direção à área portuária de Paranaguá.

Após alguns quilômetros trafegando pela rodovia federal, o Stilo entrou na Avenida Senador Atílio Fontana, seguindo sentido ao Pátio de Triagem, e, ao chegar na rotatória do Jardim Iguaçu, colidiu com uma bicicleta, fazendo o ciclista ser arremessado para um matagal. Depois o carro ainda teria acertado uma motocicleta, ocupada por um casal, e continuado em alta velocidade.

O Stilo ainda seguiu pela Avenida Bento Rocha, trafegando pela contramão, e teria atingido caminhões e automóveis, passando nos semáforos em sinais vermelhos até que, ao trafegar pela contramão novamente, veio a colidir com uma carreta Scania, com placas de Paranaguá, que estava fazendo uma curva próximo da empresa Catallini, no bairro Rocio.

Somente após a colisão é que o automóvel veio a parar, o que possibilitou a abordagem a Flaviano, que estava conduzindo o carro, e de Ivo, que era o passageiro. Como os dois rapazes sofreram lesões, foi chamado o SAMU para prestar atendimento médico e eles acabaram sendo levados para o hospital, onde ficaram sob escolta policial.

Internautas registraram a ocorrência:

CNH VENCIDA DESDE 2012
Na averiguação da identidade dos suspeitos, foi constatado que Flaviano tem histórico criminal por dirigir veículo sob efeito de álcool e tráfico de drogas. Ainda foi constatado que o rapaz estava com a validade da permissão para dirigir vencida desde 2012.

O caso foi registrado em boletim de ocorrência por crimes de desobediência e violação a suspensão ou proibição de dirigir. Após ser liberado no hospital, Flaviano foi encaminhado à delegacia de polícia para que fossem tomadas as providências necessárias.

O Fiat Stilo, com placas de Paranaguá, que não tinha alerta de furto ou roubo, foi recolhido pela Polícia Rodoviária Federal.

Deixe seu comentário!

Paranaguá

Assaltantes invadem casa no Tuiuti e fazem moradores reféns

Vítimas ficaram amarradas por aproximadamente três horas

Publicado

no

Por

Dois homens, um deles portando arma de fogo, invadiram uma casa na Rua Jorge Vasilaski, no bairro Tuiuti, em Paranaguá, para a prática de assalto. Pelo menos três pessoas ficaram reféns dos bandidos, que permaneceram dentro da moradia por aproximadamente três horas, deixando as vítimas amarradas.

Por volta das 15 horas da quinta-feira (25/02), a Polícia Militar foi ao local e em contato com o proprietário da residência, de 66 anos, foi informada que o dono da casa, ao chegar em casa e manobrar o carro para entrar na garagem, antes de fechar o portão, foi surpreendido por dois indivíduos, que chegaram anunciando o assalto e mostrando uma arma de fogo.

O idoso contou também que os bandidos permaneceram no local por aproximadamente três horas. Durante o roubo, um dos criminosos ficou em um cômodo da casa, mantendo o idoso refém, junto com duas mulheres, com uma arma apontada para os três.

Os bandidos subtraíram celulares, joias, relógios e duas televisões, que foram colocadas no carro da vítima, um Hyundai Azera, que também foi roubado. O homem contou que durante a permanência dos bandidos na casa eles perguntaram se havia um cofre.

CARRO ENCONTRADO
No início da noite, o carro roubado foi localizado no Jardim Jacarandá II. Por volta das 19h30, a Central de Operações da PM acionou uma equipe de Rádio Patrulha, relatando sobre um veículo abandonado. Durante as diligências, os policiais chegaram até o Hyundai, que foi encontrado na Rua das Rosas, ao lado de uma região de mata, sem nenhum suspeito por perto.

O veiculo foi encontrado todo fechado e trancado e próximo do carro foi localizado um boné e alguns objetos, como cadeados, brincos, pulseira, broche e um pingente.

De imediato foi acionado o guincho e o carro entregue na Delegacia Cidadã, junto com tudo que foi encontrado, para que fossem tomadas as providências necessárias.

Continuar Lendo

Paranaguá

Mais 19 famílias recebem seus títulos de propriedade no bairro Porto Seguro

Elas fazem parte de um grupo que recebeu a matrícula do imóvel, garantindo a titularidade do bem

Publicado

no

Por

Mais 19 famílias recebem seus títulos de propriedade em Paranaguá. Essas 19 famílias saíram de um lugar precário e perigoso, que era o Canal do Anhaia, e foram realocadas para o loteamento no bairro Porto Seguro.

“Desde que vim morar aqui, aguardava a documentação da casa e estou muito feliz. Agora a casa é minha”, lembrou a moradora Roseli Cunha ao receber o documento entregue, nesta semana, em sua residência.

O grupo recebeu a matrícula do imóvel, que garante a titularidade do bem, das mãos dos funcionários da Secretaria Municipal de Urbanismo da Prefeitura de Paranaguá.

Trata-se da conclusão do Programa de Urbanização, Regularização e Integração de Assentamentos Precários – Projeto Canal do Anhaia.

O programa tinha como objetivo promover a urbanização, a prevenção de situações de risco e a regularização fundiária de assentamentos humanos precários, articulando ações para o atendimento das necessidades básicas da população e melhoria das condições de habitabilidade e inclusão social.

Esses 19 títulos somam-se a outros 38 entregues para famílias que saíram do Parque Agari.

“Estamos finalizando o programa com a entrega destas 19 matrículas das unidades habitacionais construídas. Esta documentação garante às famílias a titularidade definitiva dos seus imóveis, garantindo o direito social à moradia, o pleno desenvolvimento das funções sociais da propriedade urbana e o direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado. Este documento é o primeiro passo para execução de futuras ações de infraestrutura para o bairro”, destacou o Superintendente de Regularização Fundiária da Secretaria de Urbanismo, Sérgio Monteiro.

Da PMP
Continuar Lendo

Paranaguá

Secretarias municipais realizam força tarefa contra o Aedes aegypti

Ação é para evitar a proliferação do mosquito transmissor da dengue

Publicado

no

Por

A Secretaria de Saúde com o apoio das demais secretarias municipais inicia, nesta semana, ações concentradas em pontos estratégicos de Paranaguá, com recolhimento de entulhos e conscientização da população.

Mesmo com o trabalho dos agentes de endemias durante todo o ano, os dias mais quentes e chuvosos aliados ao descarte irregular de lixo e entulhos, são propícios para aumentar a proliferação do Aedes aegypti.

Uma força tarefa é preparada para evitar que ocorra maior incidência do inseto no município e aumento nos casos de dengue.

Cronograma

As Secretarias de Meio Ambiente, Obras, Segurança, Governo, Comunicação, além das demais pastas, estarão aliadas à Secretaria Municipal de Saúde em um mutirão de limpeza em bairros de Paranaguá. Para isso, um cronograma foi montado.

Quarta e quinta-feira (24 e 25), moradores nos bairros:

  • Vila do Povo, Emboguaçu,
  • Vila São Carlos,
  • Vila Primavera.

Deverão retirar seus entulhos dos quintais como podas de árvore, móveis, pneus, entre outros. As equipes da Secretaria de Meio Ambiente passarão para o recolhimento desses materiais.

Sexta-feira (26), será a vez dos bairros:

  • Jardim Iguaçu,
  • Vila Marinho,
  • Vila Alboit,
  • Rocio,
  • Jardim Guadalupe.

Os moradores nessas localidades deverão colocar os entulhos para fora já nesta quinta-feira, 25.

Na segunda-feira (1º de março), será a vez da força tarefa passar pelos bairros:

  • Jardim Araçá,
  • Serraria do Rocha,
  • Vila Ruth,
  • Vila Cruzeiro,
  • Vila Paranaguá,
  • Porto dos Padres,
  • Vila Guarani, Portuária,
  • Beira Rio

Durante a retirada dos materiais, os agentes de endemias conversarão com os residentes orientando as formas de evitar criadouros para o inseto e conscientizando sobre o descarte correto do lixo domiciliar e entulhos.

Enquanto são eliminados criadouros, haverá, ainda, serviço com bomba costal com inseticida para eliminar mosquitos em sua fase adulta. Este é um início da força tarefa preventiva contra a dengue.

Moradores em bairros que ainda não foram citados na ação, podem entrar em contato pelo número 3420-6058 para sanar dúvidas quanto à retirada de entulhos.

Denúncias sobre descarte irregular podem ser realizadas pelo número 3420-2967.

“Uma estrutura está montada para essa ação preventiva tanto com maquinários como com pessoal. Nossa meta é evitar a proliferação do Aedes Aegypti e consequentemente o crescimento no número de casos de dengue”, salienta o prefeito Marcelo Roque.

“Esta é uma ação preventiva de retirada de entulhos e conscientização dos moradores sobre o cuidado com seus quintais e o perigo de descartar entulhos e lixo irregularmente. Além de outras questões como aparência do bairro, refúgio para roedores, o descarte irregular acarreta em água parada, local propício para a criação do Aedes aegypti”, alerta a secretária municipal de Saúde, Ligia Regina de Campos Cordeiro.

Da PMP
Continuar Lendo
Anúncio