Ligue-se a nós

Paranaguá

Rapaz é preso duas horas depois de sair da cadeia

Ele roubou um pacote de salgadinho e ameaçou a vendedora com um facão.

Publicado

no

André Ricardo Takahara (foto do facebook), de 19 anos, não conseguiu ficar muito tempo longe do mundo do crime. No período de duas horas que deixou a Cadeia Pública de Paranaguá ele voltou a praticar outro delito e foi preso novamente pela Polícia Militar, na manhã de terça-feira, 8.

Por volta das 9h50, uma equipe da Polícia Militar realizava patrulhamento pela Alameda Coronel Elísio Pereira quando foi abordada por uma mulher, relatando que minutos antes havia ocorrido um roubo no estabelecimento comercial em que trabalha.

A solicitante, de 26 anos, contou que, no momento em que estava fazendo reposição de produtos, um indivíduo passou e subtraiu um pacote de salgadinho.

A jovem disse que foi até o suspeito, mas, ao se aproximar, ele sacou um facão de sua cintura e passou a fazer ameaças.

A vítima retornou ao ponto comercial e, nesse momento, viu a equipe da PM em patrulhamento e fez a abordagem. Ela passou as características do suspeito.

PRESO (DE NOVO)
Durante o patrulhamento, a equipe policial foi informada pela Central de Operações do 9º Batalhão sobre um indivíduo com a descrição informada, que estaria em atitude suspeita, de posse de um facão, em frente um restaurante localizado na mesma via em que havia ocorrido o roubo.

Imediatamente os policiais foram averiguar e, durante o deslocamento, encontraram André Ricardo, que se encaixava na descrição do autor do delito, transitando em meios aos veículos no estacionamento de uma loja na região.

De imediato ele foi abordado e, em sua posse, foi encontrado o pacote de salgadinho roubado. Durante a busca pessoal, ainda foi localizado, na cintura do acusado, um facão, o qual teria sido utilizado na prática do crime.

ALVARÁ DE SOLTURA
Na busca pessoal os policiais ainda encontraram, no bolso do moletom do rapaz, um Alvará de Soltura expedido no dia 7 de setembro de 2020.

Ao ser indagado sobre o documento, ele relatou que acabara de sair da Cadeia Pública local, onde se encontrava preso em flagrante pelo crime de roubo.

Diante dos fatos André Ricardo Takahara recebeu voz de prisão e foi encaminhado ao plantão da Delegacia Cidadã para a elaboração do flagrante.

PRESO NO DOMINGO
André tinha sido preso no domingo, 6, acusado de envolvimento no assalto a uma família na Vila São Jorge, onde quatro indivíduos invadiram a casa das vítimas e roubaram um carro, além de televisão e outros objetos.

NOTÍCIA RELACIONADA

Quadrilha de assaltantes rende família na Vila São Jorge

Em janeiro deste ano, André também foi preso

André Ricardo Takahara também havia sido preso em janeiro deste ano, acusado de um assalto à mão armada na região da Ponta do Caju.

Para roubar um celular, ele chegou encostar uma garrucha calibre 22 na cabeça de uma moça na Rua dos Espedicionários.

O Agora Litoral registrou:

Rapaz encosta arma na cabeça de moça pra roubar celular em Paranaguá

Clique para comentar

Deixe seu comentário!

Paranaguá

Lanchonete no Valadares é alvo de tiros e irmão do dono recebe bilhete ameaçador

Atiradores deixaram mensagem ao homem que está preso em Piraquara

Publicado

no

Por

Um atentado a tiros contra um comércio na Ilha dos Valadares movimentou o setor policial em Paranaguá na madrugada de sexta-feira (20). Além de dispararem cerca de 30 tiros, os autores ainda deixaram um bilhete ameaçador.

Segundo o relatório policial, por volta das 2 horas, indivíduos em uma motocicleta pararam em frente à lanchonete do “Baiano”, na Rua Vicente Elias (antiga Rua 28), e efetuaram diversos disparos de arma de fogo contra o local, causando danos em alguns bens e quebrando as portas de vidro.

O proprietário, que mora nos fundos, relatou que ouviu os disparos e, assim que os tiros cessaram, foi até a frente para ver o que estava acontecendo e encontrou também um bilhete para seu irmão, que atualmente cumpre pena no Complexo Penal de Piraquara. O irmão teria envolvimento com o tráfico internacional de drogas.

O texto dizia: “Marcio cagueta, se a gente conseguiu tudo isso, invadir sua casa não vai ser problema”.No local não houve feridos, sendo recolhidas 27 cápsulas de calibre 9mm, as quais foram entregues na Delegacia Cidadã de Paranaguá, que vai dar sequência às diligências.

Continuar Lendo

Paranaguá

Dupla é presa após arrombar casa no Jardim Guaraituba

Ação da PM foi na manhã de terça-feira

Publicado

no

Por

Vinícius e Fernando (Foto: arquivo)

Dois homens foram presos pela Polícia Militar acusados de arrombar uma residência na cidade de Paranaguá para a prática de furto. Durante a identificação dos suspeitos foi constatado que um deles era procurado pela Justiça.

A OCORRÊNCIA
Tudo começou por volta das 10 horas de terça-feira (17/05), quando policiais militares de Rádio Patrulha, com o apoio de outras equipes, se deslocaram para averiguar uma denúncia de furto em andamento no Jardim Guaraituba.

No local indicado, na área externa do imóvel, encontraram Vinícius dos Santos Teixeira, de 23 anos, e Fernando Leopoldino Paifer, de 32, com mochilas nas costas.Durante a abordagem, foram encontrados roupas, relógios, celular, calças, joias, caixa de som e outros objetos. Ao serem questionados sobre a procedência do material, Vinícius e Fernando teriam confessado que tinham acabado de subtrair do interior da residência, depois de arrombarem uma janela. Com eles ainda foram apreendidas duas facas.Na identificação da dupla foi constatado que contra Fernando havia um mandado de prisão em aberto por roubo agravado. Diante da situação, os dois homens foram encaminhados à Delegacia Cidadã para a elaboração do flagrante pelo crime de furto qualificado e para ser dado o cumprimento ao mandado de prisão em desfavor de Fernando.

HISTÓRICO CRIMINAL
Vinícius dos Santos Teixeira tem extensa ficha criminal e já foi manchete no Agora Litoral.

Assalto no Aeroparque acaba com suspeito preso no Morro da Cocada

PM prende trio após arrastão em ônibus

Continuar Lendo

Paranaguá

Homem brutalmente espancado dia 6 morre no Hospital Regional do Litoral

Ele estava internado na UTI, mas não resistiu aos graves ferimentos.

Publicado

no

Por

Morreu, na tarde de quinta-feira (12), no Hospital Regional do Litoral (HRL), onde estava internado desde o dia 6, um homem que havia sido espancado brutalmente em Paranaguá.

Adriano Estevam, de 36 anos, havia dado entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) com vários ferimentos, principalmente na cabeça.

Uma mulher que o acompanhava, e que disse ser sua esposa, não soube explicar quem teria espancado Adriano nem o motivo para a agressão.

Os graves ferimentos fizeram com que o paciente fosse transferido para o Hospital Regional ainda no dia 6, onde ficou internado na UTI até falecer, no dia 12.

MORAVA NA RUA
Pouco se sabia a respeito de Adriano Estevam até um homem entrar em contato com o HRL e informar que a vítima seria morador em situação de rua e que sempre era visto em um terreno na Vila Becker.

Exames das impressões digitais, realizados no Instituto Médico Legal, comprovaram a identidade dele. Em seguida, os peritos do IML informaram a família.

De acordo com familiares, Adriano Estevam morava em São José dos Pinhais até sumir, em 2013. O corpo dele foi trasladado e sepultado no fim de semana passado.

24º HOMICÍDIO DO ANO
Com a confirmação da morte, Adriano Estevam entra para a estatística de homicídios em Paranaguá como a 24ª vítima de assassinato na cidade em 2022.

Continuar Lendo
Anúncio
error: Cópia proibida.