Ligue-se a nós

Paranaguá

Protesto na Vila São Jorge exige justiça para morte de adolescente

Familiares acusam a PM de ter atirado no garoto; corporação nega.

Publicado

no

Moradores fecharam rodovia (Foto: Juliano Martinski/AL)

Um protesto na Vila São Jorge, em Paranaguá, na tarde desta segunda-feira (29/11), mobilizou equipes da Polícia Militar e Polícia Rodoviária Federal. Os moradores interditaram parte da estrada que leva ao bairro e, portando cartazes e gritando palavras de ordem, exigiram justiça para a morte do adolescente Mayckon do Rosário Batista, de 16 anos, morto com um tiro no tórax no início da madrugada de sábado (27).

Liderado pela mãe e a irmã do adolescente – encontrado morto em um terreno – o protesto buscava o esclarecimento da morte de Mayckon que, segundo os moradores, teria sido executado pela Polícia Militar. A corporação nega (veja vídeo abaixo).

A irmã de Mayckon, Joyce do Rosário Batista, e a mãe dele, Claudia do Rosário da Silva, falaram ao Agora Litoral e culparam os policiais pela morte do garoto. Veja:

OUTRO LADO
Em entrevista coletiva, o subtenente Ocimar negou a acusação e disse que a PM foi ao local após ser chamada para atender uma ocorrência de vazada (furto de cargas de caminhões), que estaria acontecendo na região, e informada por um morador sobre uma pessoa que estaria baleada em seu terreno. Veja:

NEGOCIAÇÃO
A Polícia Rodoviária Federal (PRF), através do supervisor Adriano Hubner, conversou com a mãe e a irmã do adolescente, prometeu ajuda aos familiares de Mayckon, explicou que a pista deveria ser liberada e, em seguida, o Corpo de Bombeiros apagou as chamas. O local demorou para que o trânsito de veículos voltasse à normalidade devido à falta de equipamentos apropriados. Antes, esse tipo de serviço era feito pela Ecovia.

Clique para comentar

Deixe seu comentário!

Paranaguá

Taxista é rendido por criminosos com faca e tem carro levado em assalto

Táxi abandonado foi encontrado pela PM na Vila São Jorge

Publicado

no

Por

Um taxista de Paranaguá passou por maus momentos, no final da noite de segunda-feira (24/01). Ele foi abordado por três homens, um deles armado com faca, no ponto de táxi do supermercado Bavaresco, no Parque São João.

Segundo o que o motorista relatou para a Polícia Militar, os criminosos o colocaram no banco traseiro do veículo e seguiram até a região conhecida como Areal, onde ele foi liberado. O trio levou o carro, dois celulares e R$ 400.

Ainda de acordo com o taxista, a todo momento, sob ameaça de uma faca, ele recebia ordens para manter os olhos fechados, para não ter contato visual com os criminosos.

Assim que o deixaram num lugar escuro, os bandidos seguiram sentido a empresa Sadia. Logo depois, o motorista pediu ajuda em uma chácara no bairro Embocuí e acionou a Polícia Militar.

TÁXI RECUPERADO
O táxi, um VW Gol, de cor prata, foi localizado pela PM. Ele estava abandonado, na Rua João Gomes do Prado, na Vila São Jorge. O carro estava trancado e sem as chaves.

O automóvel foi entregue ao seu proprietário.

Continuar Lendo

Paranaguá

Carro furtado é detectado por câmeras e suspeito preso pela ROMU

Ação da GCM aconteceu quarta-feira na região do Aeroparque

Publicado

no

Por

Agentes da Guarda Civil Municipal recuperaram em Paranaguá, na noite de quarta-feira (19/01), um veículo Audi A3, com alerta de furto na cidade de Curitiba, depois que o automóvel passou por uma das câmeras de monitoramento do município.A OCORRÊNCIA – Por volta das 22 horas, uma equipe da ROMU (Ronda Ostensiva Municipal) foi informada pela Central de Controle Operacional sobre o veículo, que estaria circulando em direção à área central da cidade. De imediato os agentes deram início às buscas e encontraram o automóvel saindo do estacionamento do Aeroparque.

Na abordagem, o motorista, um rapaz de 22 anos, alegou que o veículo pertencia a um amigo. Ele disse que havia buscado o carro em Curitiba e que estava levando para a casa do proprietário quando foi abordado.

No entanto, ao ser feita a consulta da placa do Audi, os guardas civis confirmaram o alerta de furto, registrado duas horas antes no centro de Curitiba.

Diante da situação, o rapaz, que não tinha passagem pela polícia, acabou preso por receptação e foi encaminhado, junto com o carro, ao plantão da Delegacia Cidadã, para a elaboração do flagrante.

Continuar Lendo

Paranaguá

Homem é preso pela Romu após arrombar distribuidora de bebidas na Estradinha

Ele foi preso mais uma vez na madrugada de quarta-feira (19)

Publicado

no

Por

Velho conhecido da polícia, Jorge Luis dos Santos Viana, o “Pezão”, de 29 anos, foi preso mais uma vez na madrugada de quarta-feira (19/01), em Paranaguá. Acusado de invadir um estabelecimento comercial na Rua Domingos Peneda, Estradinha, ele acabou detido pela Guarda Civil Municipal.

A ação foi realizada por uma equipe da Romu (Ronda Ostensiva Municipal), que, por volta das 2h50, estava em patrulhamento de rotina quando uma mulher abordou a viatura relatando que sua distribuidora de bebidas tinha sido arrombada.

Na sequência, os agentes abordaram Jorge Luis, o qual foi flagrado próximo do estabelecimento portando um saco de lixo. Imediatamente foi realizada a abordagem e ao ser verificado o que o suspeito portava, foram encontrados vários produtos que ele não soube informar a procedência.

A comerciante foi chamada no local e reconheceu os objetos, como sendo do seu estabelecimento e, diante da situação, o abordado foi conduzido para o plantão da Delegacia Cidadã de Paranaguá. Jorge Luis acabou autuado em flagrante pelo crime de furto e, na sequência, foi encaminhado para a Cadeia Pública, onde ficou recolhido à disposição da Justiça.

Jorge Luis já tinha passagem pela polícia por furto e também por tráfico de drogas. Ao todo, foram recuperados 134 chips de telefone celular, 24 carteiras de cigarro, além de tubos de cola, pilhas para rádio, refis de inseticida, além de outros objetos.

VIDA NO CRIME

Jorge Luis já foi manchete no Agora Litoral. Veja:

Homem é preso ao subir em telhado de supermercado para praticar furto

Continuar Lendo
Anúncio
error: Cópia proibida.