Ligue-se a nós

Paranaguá

Previsão é que Festa do Rocio atraia 300 mil pessoas este ano

Festa da padroeira do Paraná completa 206 anos

Publicado

no

Festa da Padroeira do Paraná (Arquivo: Diocese de Paranaguá)

Considerada a cidade mãe do Paraná, Paranaguá está em festa. As comemorações em homenagem a Nossa Senhora do Rocio começaram na semana passada e terminam no domingo (17) – em 2019 a festa completa 206 anos.

A celebração fomenta a economia local e fortalece o segmento do turismo religioso. A previsão é que cerca de 300 mil pessoas passarão pelo município para as festividades, 150 mil delas apenas em 15 de novembro, dia da padroeira.
TURISMO RELIGIOSO – De acordo com a Secretaria de Comunicação de Paranaguá, a festa movimenta a cidade por cerca de 20 dias com a vinda de romeiros de muitas cidades do Paraná e também de outros estados.

Os fiéis que visitam o santuário dedicado à santa também frequentam restaurantes, lanchonetes, postos de combustíveis e outros estabelecimentos, gerando emprego e renda. Os hotéis estão lotados e algumas pessoas recebem devotos em suas casas.
ESTRUTURA – Toda a estrutura do evento é preparada em parceria entre a prefeitura e o Santuário Nossa Senhora do Rocio. A administração municipal oferece parte da estrutura para atender os milhares de romeiros que peregrinam não só no mês de novembro, mas durante todo ano, além da população local. Entre os equipamentos fornecidos pela Secretaria Municipal de Cultura e Turismo estão o palco e a sonorização para shows.

LUGAR SAGRADO

O tema escolhido nesse ano para as festividades é “Rocio, lugar sagrado dos paranaenses”. Segundo o reitor do santuário, padre Dirson Gonçalves, a intenção é aproximar as demais cidades do Paraná.

“Nós queremos envolver o Estado todo nessa devoção, já que temos a graça de ter Maria como padroeira do Estado do Paraná. Todos os prefeitos do Estado foram convidados a marcar presença nas festividades e também a incentivar suas populações a virem até Paranaguá”.

Procissões marítimas e terrestres veneram a Santa

HISTÓRIA – O padre Dirso explica que a devoção a Nossa Senhora do Rocio surgiu em 1648, quando Paranaguá ainda era um grupo de pescadores que vivia na baía da cidade. Durante uma pescaria, a imagem da santa foi encontrada e levada por um dos pescadores para casa. Lá, ele, seus familiares, amigos e vizinhos iniciaram orações perante a imagem por perceberem que se tratava de algo sagrado e, a partir daí, obtiveram conquistas.

“Começaram a alcançar graças. Uma delas foi a pesca, que já aconteceu ali nos primeiros dias, e também a cura de uma peste que estava assolando a vida das famílias naquela época”, conta o padre. “Aqui nessa região tudo é atribuído a Nossa Senhora, que recebeu o nome de Nossa Senhora do Rocio. A partir daí, a devoção se espalhou por esses quase 400 anos, não só no Paraná mas no Brasil todo”.
PADROEIRA – Com fiéis já espalhados pelo Paraná e em diversas regiões do Brasil, em 1977 um grupo de bispos se reuniu e solicitou ao Papa Paulo VI, no Vaticano, que a Santa fosse declarada padroeira do Paraná, pedido que foi atendido pelo Pontífice.

Ao retornar de Roma, o grupo conseguiu junto aos deputados estaduais um projeto de lei que decretasse esse título a Nossa Senhora do Rocio. O projeto foi aprovado por unanimidade e a lei foi sancionada pelo então governador Jayme Canet.

Paranaguá

ROMU apreende mais de 1 kg de maconha e prende homem na Vila Cruzeiro

Ação da GCM foi na manhã desta sexta-feira (9/4)

Publicado

no

Por

Maconha apreendida pela ROMU

Um homem com passagem pela polícia foi preso, mais uma vez, na manhã desta sexta-feira (9/4), na cidade de Paranaguá. A ação foi realizada pela Guarda Civil Municipal, que apreendeu mais de um quilo de maconha na abordagem de Everton Paes Landin, de 29 anos.

Conforme a ocorrência, uma equipe da ROMU (Ronda Ostensiva Municipal), estava em patrulhamento pela Rua Mohamed Hermogenes Vidal, na Vila Cruzeiro, por volta das 11h, quando desconfiou da maneira de agir de Everton ao ver a viatura. Logo em seguida, ao perceber que seria abordado, o homem jogou um pacote plástico no chão e saiu correndo em direção a uma residência.

De imediato os agentes foram atrás dele e conseguiram abordá-lo no quintal do imóvel. Ao verificar o que tinha sido dispensado pelo homem, os guardas civis encontraram 47 gramas de maconha. Na sequência, Everton confessou que tinha mais drogas escondidas no banheiro da moradia.

Os agentes foram averiguar as informações e acabaram encontrando um tablete inteiro de maconha e outras porções, totalizando 1,5 kg do entorpecente.

Diante dos fatos, Everton acabou encaminhado ao plantão da Delegacia Cidadã, junto com tudo que foi apreendido, para que fossem tomadas as devidas providências.

Segundo o que foi apurado pela GCM, Everton Paes Landin já tinha sido preso por roubo agravado.

Continuar Lendo

Paranaguá

Pedreiro agride rapaz com facão durante discussão na Vila Garcia

Segundo a vítima, ele queria receber pelo serviço que não tinha terminado

Publicado

no

Por

Um rapaz de 24 anos foi agredido com golpes de facão, na noite de quarta-feira (7/4), no portão de sua casa, na Rua Edival Vidal Ribeiro Filho, Vila Garcia, em Paranaguá. Os golpes foram dados por um pedreiro, com quem a vítima teria discutido por causa de um serviço.

Por volta das 21h40, uma equipe da Polícia Militar foi ao local, onde a vítima relatou que estava entrando em sua casa quando o suspeito o abordou para conversar.

O rapaz disse que o homem, que é filho de um vizinho, teria prestado serviço de pedreiro em seu imóvel, mas não havia terminado o que foi combinado e que teria lhe procurado para cobrar pelo trabalho, resultando em uma discussão.

A vítima contou que, em seguida, o pedreiro saiu do local fazendo ameaças e foi até a residência do seu pai, que fica nas imediações. O rapaz contou que, então, guardou o seu veículo na garagem e, ao tentar fechar o portão, foi surpreendido pelo acusado, que havia retornado armado de um facão e o agrediu com vários golpes.

O rapaz acabou atingido na mão, ombro, pernas e cabeça, conseguiu reagir e entrou em luta corporal com o agressor, gritando por socorro, mas o pai do pedreiro ajudou ele a fugir.

Socorrido pelo SAMU, a vítima foi encaminhada ao Hospital Regional do Litoral para atendimento médico.

Os policiais realizaram patrulhamento pela região, mas não foi possível localizar o suspeito. O caso foi registrado em boletim de ocorrência como lesão corporal.

Continuar Lendo

Paranaguá

Procurado pela Justiça é atingido por três tiros na Ilha dos Valadares

Tentativa de homicídio ocorreu na noite de quarta-feira (7/4)

Publicado

no

Por

Um homem procurado pela Justiça por tráfico de drogas foi vítima de um atentado a tiros na noite de quarta-feira (7/4), na Ilha dos Valadares, em Paranaguá. Ele foi socorrido pelo SAMU e levado às pressas para o Hospital Regional do Litoral.

Cleverson Alves dos Santos, o “Binho”, de 35 anos, sofreu a tentativa de homicídio por volta das 21 horas, quando caminhava pela Rua 13, no bairro Sete de Setembro. O atirador seria um homem pilotando uma motocicleta.

Os tiros atingiram o ombro e a coxa direita e nos testículos de Binho, que, após receber alta do Hospital Regional, deverá ser encaminhado para a cadeia pública para o devido cumprimento do mandado de prisão.

VEJA TAMBÉM

ROTAM prende em Paranaguá rapaz com motocicleta roubada

Continuar Lendo
Anúncio
error: Cópia proibida.