Ligue-se a nós

Paranaguá

Presa dupla que usava réplica de pistola para agredir vítimas

PRISÃO FOI NA NOITE DE SEXTA-FEIRA

Publicado

no

Agora Litoral
Policiais militares prenderam, na noite de sexta-feira, 12, Allifer Diego Santos, de 20 anos, e apreenderam um adolescente de 14 anos, por envolvimento em um crime de roubo consumado e outro tentado na região do Jardim Eldorado, em Paranaguá. Com a dupla foi apreendida uma réplica de pistola, a qual foi usada para agredir as vítimas com coronhadas.

Tudo começou por volta das 22 horas, quando uma mulher de 62 anos acionou a PM relatando que após sair de um colégio e se deslocar para um ponto de ônibus, foi abordada por dois indivíduos em uma bicicleta, que anunciaram o assalto mostrando uma arma de fogo.

A mulher contou que, ao se recusar em entregar o telefone celular, um dos indivíduos lhe acertou uma coronhada na testa e tomou o aparelho. Enquanto os militares atendiam a situação, receberam a informação que havia ocorrido uma tentativa de roubo, na mesma região, em que os autores do delito agiram da mesma forma, agredindo a vítima com coronhadas.

Imediatamente foi feito um cerco na região e uma das equipes policiais abordou Allifer e o menor, que estavam trajando as roupas com as mesmas características dos assaltantes, conforme informado pelas vítimas. Na revista de rotina, os militares encontraram o simulacro de pistola com os suspeitos.

Durante as diligências, os policiais apuraram que a segunda vítima, um rapaz de 20 anos, foi agredido na cabeça ao reagir à ação dos criminosos e precisou ser levado à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) para cuidados médicos.

Simulacro usado para agredir vítimas

Os suspeitos foram conduzidos à 1ª Subdivisão Policial de Paranaguá pelo crime de roubo com resultado de lesão corporal grave. Assim que recebeu alta, o rapaz, vítima do roubo frustrado, compareceu na delegacia e reconheceu Allifer como sendo o suspeito que estava portando a réplica de pistola e que o agrediu com a coronhada.

A mulher também reconheceu os dois suspeitos, que têm endereços na Vila Caic e Porto Seguro.

Deixe seu comentário!

Paranaguá

GCM prende mulher por tráfico de drogas na Vila Santa Maria

Ação da ROMU foi na madrugada deste domingo.

Publicado

no

Por

Uma mulher de 20 anos foi presa, na madrugada deste domingo (9), por envolvimento com o tráfico de drogas em Paranaguá.

A ação da Guarda Civil Municipal ocorreu na Vila Santa Maria e ocasionou a apreensão de porções de crack e cocaína, além de balança de precisão e dinheiro.
Uma equipe da ROMU realizava patrulhamento pela Avenida Senador Atílio Fontana, por volta de 1h10, quando avistou alguns indivíduos em frente a um local conhecido como “Beco da Morte” – já denunciado por ser ponto de comercialização de entorpecentes.

Os suspeitos, ao perceberem a aproximação da viatura, fugiram para o interior do beco, mas os agentes da GCM foram atrás.

Durante as diligências, eles avistaram Ane Caroline Pereira dentro de um barraco, que se encontrava com a porta aberta.

Ao se aproximarem, os guardas civis perceberam que, em cima de uma mesa, havia uma balança de precisão e pedras de crack embaladas para a venda.

De imediato foi feita a abordagem no local e apreendidas 50 unidades do entorpecente. Dentro de uma bolsa, ainda foram apreendidas duas buchas grandes de cocaína, pesando 98 gramas, e a quantia de R$ 11.
Ao ser questionada sobre a procedência da droga, a jovem admitiu que estava comercializando no local onde foi abordada.

Diante dos fatos, Ane Caroline foi encaminhada para a Delegacia Cidadã de Paranaguá, junto com tudo que foi apreendido, para que fossem tomadas as providências necessárias.

Continuar Lendo

Paranaguá

Homem é preso após ameaçar a companheira com faca

Ele foi autuado conforme previsto na Lei Maria da Penha.

Publicado

no

Por

A Polícia Militar foi acionada, na noite de sexta-feira (7), para dar atendimento a um caso de violência doméstica na Vila Cruzeiro, em Paranaguá.

A vítima foi uma mulher de 37 anos, que denunciou o companheiro, da mesma idade, por ameaçá-la com uma faca.

Por volta das 22 horas, uma equipe da PM se deslocou ao local da ocorrência. A mulher relatou que teve uma discussão com seu esposo e que, durante a confusão, ele lhe ameaçou de morte.

A vítima contou também que, na sequência, o companheiro foi até a cozinha, pegou uma faca e partiu para cima dela, apoiando a arma branca em sua barriga e fazendo novas ameaças.

O suspeito foi abordado no local e, no bolso de trás de sua bermuda, encontrada uma faca, que, segundo a vítima, seria a mesma utilizada para realizar as ameaças.

O casal acabou encaminhado ao plantão da Delegacia Cidadã, sendo o homem autuado em flagrante por ameaça e lesão corporal, conforme previsto na Lei Maria da Penha.

Continuar Lendo

Paranaguá

Homem baleado em assalto foge do hospital

Ele não ficou nem 40 minutos no Regional e sumiu.

Publicado

no

Por

Um homem de 43 anos, ferido por um disparo de arma de fogo, na noite de quarta-feira (5), fugiu do Hospital Regional do Litoral, em Paranaguá, antes que pudesse receber os atendimentos necessários.

Ele tinha sido encaminhado para a unidade de saúde pelo SAMU, com um tiro na perna direita.

O atentado foi registrado pela Polícia Militar, por volta das 22h20 da quarta-feira, na Rua 5 de Junho, bairro Costeira.

Na ocasião, uma equipe de Rádio Patrulha Auto (RPA) foi acionada para dar atendimento a uma ocorrência de roubo e, ao chegar no endereço, os militares encontraram o homem ferido.

Em suas declarações, Isaac Gomes relatou que dois indivíduos invadiram sua casa e anunciaram o assalto mostrando armas de fogo.

A vítima contou que os bandidos subtraíram a quantia de R$ 3 mil e dois telefones celulares e que, ao saírem da moradia, efetuaram três disparos de arma de fogo e um dos tiros o atingiu na perna.

Após o atendimento do ferido pelos socorristas, os policiais deram início ao patrulhamento pela região, mas não houve êxito na localização de suspeitos e a ocorrência foi encerrada.

FUGA

No entanto, na manhã de quinta-feira (6), a Polícia Militar foi chamada novamente para dar atendimento a outra ocorrência envolvendo o mesmo homem.

A solicitação foi feita por uma funcionária do Hospital Regional, informando que o paciente, que tinha dado entrado na noite anterior, ficou aproximadamente 40 minutos na casa hospitalar e acabou fugindo sem chamar a atenção.

O caso foi registrado em boletim de ocorrência.

Continuar Lendo
Anúncio
error: Cópia proibida.