Ligue-se a nós

Paranaguá

Polêmica: apresentador de TV é preso e denuncia armação

Guarda Civil de Paranaguá está sendo acusada de montar flagrante

Publicado

no

Tony Lagos diz que não bebeu e que abordagem foi uma retaliação às críticas que faz à Prefeitura. Foto: Arquivo Pessoal

Paranaguá, PR
Agora Litoral

A cidade de Paranaguá, no litoral paranaense, está no centro de uma guerra: de um lado a Prefeitura Municipal, e de outro o apresentador da TVCI Antônio Luiz Lorusso Lagos, o Tony Lagos, preso neste domingo (09) sob acusação de dirigir embriagado. Levado à Delegacia de Polícia Civil por membros da Guarda Civil Municipal, Tony Lagos pagou fiança de R$ 1.000,00 e foi liberado para responder o processo em liberdade.

Em nota, a Guarda Civil Municipal esclareceu que o veículo do apresentador foi parado “por transitar em zig-zag, com indicativo de que o motorista poderia estar embriagado” e que “outras infrações de trânsito foram constatadas, como não portar documentos exigíveis pela lei e dirigir sem o uso de cinto de segurança”. Ainda segundo a nota oficial, Tony Lagos teria se recusado a fazer o teste do bafômetro.

Já o apresentador contesta a nota oficial e diz que tudo se tratou de uma “armação”, já que ele é crítico contumaz do governo municipal e a operação teria sido comandada pelo GCM Leônidas Martins Júnior, amigo de longa data do atual prefeito Marcelo Roque e pivô de uma investigação que o jornalista estaria fazendo. “O que eles fizeram pra mim é de um mau-caratismo sem proporção, porque sabiam que eu iria denunciar a máfia das multas na cidade”, declarou ao Agora Litoral.

GCM Martins comandou a operação que prendeu Tony Lagos

Ainda de acordo com Tony Lagos, ele não se recusou a fazer o bafômetro, até porque os guardas que o abordaram não possuíam o equipamento. “Eu me recusei sim a ir até o posto da Polícia Rodoviária Estadual, distante 15 quilômetros de onde fui parado, com medo de sofrer alguma represália dos Guardas Municipais e não ter nenhuma testemunha por perto”, esclareceu.

VÍDEOS

Logo após a prisão de Tony Lagos alguns vídeos começaram a ser postados nas redes sociais. Em um deles o apresentador é indagado se queria fazer o teste do bafômetro e ele se nega. Contudo, tudo indica que o vídeo seria editado, já que não aparece a filmagem da abordagem desde o início.

Sem entrar no mérito de quem está com a razão, o certo é que a divulgação parcial da abordagem feita ao apresentador Tony Lagos levanta suspeitas. Afinal, se fosse para mostrar que a operação foi realizada seguindo os critérios legais que toda ela fosse gravada e não apenas uma parte – quando ele se nega a fazer o teste do bafômetro.

Veja:


Tony Lagos diz que a GCM não possuía o equipamento e queria levá-lo até a Polícia Rodoviária Estadual para realizar o teste. A GCM não informou na Nota de Esclarecimento publicada na página da Prefeitura de Paranaguá se possuía ou não o aparelho para detecção de embriaguez.

No outro vídeo, feito após Tony ter sido levado à Delegacia e os seus documentos e seu automóvel já estarem em poder da Guarda Civil Municipal, é mostrado o porta-malas do veículo com a Carteira de Motorista do apresentador junto a alguns acessórios sexuais.

Assista:


Outro dado que demonstra a intenção de desqualificar o apresentador é o fato do vídeo com os acessórios sexuais ter sido filmado ao lado da Carteira de Habilitação de Tony Lagos, quando o carro e os documentos do apresentador já estavam sob a custódia da Guarda Civil de Paranaguá.

PROCESSO – Indagado sobre os próximos passos dessa polêmica, Tony Lagos confirmou que seguirá “denunciando os desmandos na Prefeitura de Paranaguá” e que pretende ingressar com uma Ação de Indenização contra a Guarda Civil Municipal.

“Todos sabem que eu gosto de tomar uma cervejinha, mas sempre nas minhas horas de folga; naquele domingo eu não bebi, estava tomando remédio, e tenho testemunhas disso. Até hoje estou acalmando meus filhos e minha mãe em vista dessa armação”, finalizou.

Deixe seu comentário!

Paranaguá

ROMU prende casal acusado de tráfico de drogas no Porto dos Padres

Ação da GCM foi na noite de domingo (9).

Publicado

no

Por

Um casal foi preso pela Guarda Civil Municipal, na noite de domingo (9), acusado de envolvimento com o tráfico de drogas no bairro Porto dos Padres, na cidade de Paranaguá.

Pedras de crack prontas para a comercialização, porção de cocaína, balança de precisão e dinheiro miúdo foram apreendidos na ocorrência.
A situação teve início por volta das 21h30, quando duas equipes da ROMU (Ronda Ostensiva Municipal), durante patrulhamento pela Rua Aníbal Dias Paiva, avistaram Jéssica Anastácio Ribeiro, de 32 anos, em um local conhecido como ponto de venda de entorpecentes.

Ao avistar os GCMs, a mulher apresentou nervosismo e acabou abordada quando estava abrindo o portão de uma casa. Com ela foi encontrada uma pedra de crack.

Na ocasião, Fábio Souza Lopes, de 41 anos, quando viu os agentes realizando a abordagem em Jéssica, entrou correndo para o interior de sua residência, mas também recebeu ordem de parada e foi abordado na sequência.

Na revista pessoal, com Fábio foi encontrado um pote plástico com 39 pedras de crack prontas para a venda, totalizando 0,67 gramas, além de uma bucha de cocaína. Na residência foi apreendida uma balança de precisão e R$ 250 em dinheiro miúdo.
Diante dos fatos, foi dada voz de prisão aos envolvidos e eles foram encaminhados à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) para exames da Covid-19 e, posteriormente, levados à Delegacia Cidadã para a elaboração do flagrante.

Jéssica e Fábio foram presos em flagrante

Continuar Lendo

Paranaguá

GCM flagra rapaz com moto roubada em abordagem no Jardim Paranaguá

Veículo tinha alerta de furto registrado na sexta-feira (7).

Publicado

no

Por

Agentes da Guarda Civil Municipal (GCM) recuperaram, na madrugada de domingo (9), uma motocicleta com alerta de furto em Paranaguá. Na ação, um rapaz de 20 anos foi preso.

Tudo começou por volta da 0h30, quando uma equipe de Rádio Patrulha da GCM estava em deslocamento pela Avenida Bento Munhoz da Rocha Neto e desconfiou de dois rapazes que estavam em uma Honda Fan, próximo de um posto de combustíveis no Jardim Paranaguá.

Os agentes realizaram a abordagem e, durante a averiguação, constataram que o condutor do veículo não possuía Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Na sequência, foi verificada a situação da motocicleta, placa ATR-7867, e confirmado que havia um alerta de furto, registrado na sexta-feira (7).
Em visto disso, a motocicleta e o condutor foram encaminhados ao plantão da Delegacia Cidadã, para a elaboração do flagrante pelo crime de receptação qualificada.

O passageiro do veículo também foi levado à unidade policial, para ser ouvido como testemunha.

Continuar Lendo

Paranaguá

Mulher fere companheiro com faca para se defender de agressão no Valadares

Violência doméstica ocorreu na madrugada de domingo (9).

Publicado

no

Por

Uma mulher feriu o companheiro com uma faca para se defender de agressão. O caso de violência doméstica ocorreu na madrugada de domingo (9) e foi atendido pela Polícia Militar na Vila Bela, Ilha dos Valadares, em Paranaguá.

A mulher, de 41 anos, disse aos policiais militares que teve que pegar uma faca para se defender da agressão do marido, de 29 anos, e que, em vista disso, acabou provocando uma lesão no abdômen dele, mas sem gravidade.

A equipe do 9º Batalhão atendeu a ocorrência por volta de 5h30 da madrugada.

Ao chegar no local da chamada, os policiais foram abordados pela mulher, que relatou que seu esposo, com quem vive maritalmente há aproximadamente oito anos, teria passado a madrugada fazendo uso de entorpecentes e que tentou lhe enforcar na cama com uma “gravata” (estrangulamento forte).

Ainda segundo ela, o marido ainda a empurrou contra a parede e que, para se defender, pegou uma faca de cozinha que estava ao lado da cama e ameaçou o agressor, que acabou lhe soltando.

AGRESSIVO
A mulher relatou também que, em seguida, houve nova discussão e que resolveu ir para a casa de seu filho, que reside próximo. Porém, ao sair da moradia, acabou escorregando e caiu.

Nesse momento, o homem voltou a ficar agressivo e, aproveitando que ela tinha caído, foi pra cima da mulher novamente, o que fez com que ela o atingisse com a faca, provocando-lhe um ferimento superficial.

Ainda de acordo com a solicitante, o companheiro já tinha lhe ameaçado de morte em outras ocasiões.

O homem foi abordado no local pelos policiais militares e o caso encaminhado ao plantão da Delegacia Cidadã, para que fossem tomadas as providências necessárias.

Continuar Lendo
Anúncio
error: Cópia proibida.