Ligue-se a nós

Paranaguá

Polêmica: apresentador de TV é preso e denuncia armação

Guarda Civil de Paranaguá está sendo acusada de montar flagrante

Publicado

no

Tony Lagos diz que não bebeu e que abordagem foi uma retaliação às críticas que faz à Prefeitura. Foto: Arquivo Pessoal

Paranaguá, PR
Agora Litoral

A cidade de Paranaguá, no litoral paranaense, está no centro de uma guerra: de um lado a Prefeitura Municipal, e de outro o apresentador da TVCI Antônio Luiz Lorusso Lagos, o Tony Lagos, preso neste domingo (09) sob acusação de dirigir embriagado. Levado à Delegacia de Polícia Civil por membros da Guarda Civil Municipal, Tony Lagos pagou fiança de R$ 1.000,00 e foi liberado para responder o processo em liberdade.

Em nota, a Guarda Civil Municipal esclareceu que o veículo do apresentador foi parado “por transitar em zig-zag, com indicativo de que o motorista poderia estar embriagado” e que “outras infrações de trânsito foram constatadas, como não portar documentos exigíveis pela lei e dirigir sem o uso de cinto de segurança”. Ainda segundo a nota oficial, Tony Lagos teria se recusado a fazer o teste do bafômetro.

Já o apresentador contesta a nota oficial e diz que tudo se tratou de uma “armação”, já que ele é crítico contumaz do governo municipal e a operação teria sido comandada pelo GCM Leônidas Martins Júnior, amigo de longa data do atual prefeito Marcelo Roque e pivô de uma investigação que o jornalista estaria fazendo. “O que eles fizeram pra mim é de um mau-caratismo sem proporção, porque sabiam que eu iria denunciar a máfia das multas na cidade”, declarou ao Agora Litoral.

GCM Martins comandou a operação que prendeu Tony Lagos

Ainda de acordo com Tony Lagos, ele não se recusou a fazer o bafômetro, até porque os guardas que o abordaram não possuíam o equipamento. “Eu me recusei sim a ir até o posto da Polícia Rodoviária Estadual, distante 15 quilômetros de onde fui parado, com medo de sofrer alguma represália dos Guardas Municipais e não ter nenhuma testemunha por perto”, esclareceu.

VÍDEOS

Logo após a prisão de Tony Lagos alguns vídeos começaram a ser postados nas redes sociais. Em um deles o apresentador é indagado se queria fazer o teste do bafômetro e ele se nega. Contudo, tudo indica que o vídeo seria editado, já que não aparece a filmagem da abordagem desde o início.

Sem entrar no mérito de quem está com a razão, o certo é que a divulgação parcial da abordagem feita ao apresentador Tony Lagos levanta suspeitas. Afinal, se fosse para mostrar que a operação foi realizada seguindo os critérios legais que toda ela fosse gravada e não apenas uma parte – quando ele se nega a fazer o teste do bafômetro.

Veja:


Tony Lagos diz que a GCM não possuía o equipamento e queria levá-lo até a Polícia Rodoviária Estadual para realizar o teste. A GCM não informou na Nota de Esclarecimento publicada na página da Prefeitura de Paranaguá se possuía ou não o aparelho para detecção de embriaguez.

No outro vídeo, feito após Tony ter sido levado à Delegacia e os seus documentos e seu automóvel já estarem em poder da Guarda Civil Municipal, é mostrado o porta-malas do veículo com a Carteira de Motorista do apresentador junto a alguns acessórios sexuais.

Assista:


Outro dado que demonstra a intenção de desqualificar o apresentador é o fato do vídeo com os acessórios sexuais ter sido filmado ao lado da Carteira de Habilitação de Tony Lagos, quando o carro e os documentos do apresentador já estavam sob a custódia da Guarda Civil de Paranaguá.

PROCESSO – Indagado sobre os próximos passos dessa polêmica, Tony Lagos confirmou que seguirá “denunciando os desmandos na Prefeitura de Paranaguá” e que pretende ingressar com uma Ação de Indenização contra a Guarda Civil Municipal.

“Todos sabem que eu gosto de tomar uma cervejinha, mas sempre nas minhas horas de folga; naquele domingo eu não bebi, estava tomando remédio, e tenho testemunhas disso. Até hoje estou acalmando meus filhos e minha mãe em vista dessa armação”, finalizou.

Deixe seu comentário!

Paranaguá

Prefeitura construirá 13 módulos da GCM em 10 bairros de Paranaguá

Instalações são modernas, de contêiner, e reforçarão segurança.

Publicado

no

Por

A Prefeitura de Paranaguá vai construir 13 módulos da Guarda Civil Municipal em 10 bairros do município. Serão investidos mais de R$ 1 milhão com recursos próprios.
Os novos módulos são modernos, de contêiner, e serão instalados no Jardim Araçá, Vila Guarani, Jardim Samambaia, Ilha dos Valadares, Alexandra, Porto Seguro, Jardim Esperança, Aeroparque, Jardim Iguaçu e Serraria do Rocha.

O secretário de Segurança Pública, sargento João Carlos da Silva, diz que o reforço no patrulhamento será reforçado.

“Os módulos somarão ao trabalho que é exercido pela Secretaria de Segurança. Haverá a presença dos nossos guardas municipais, atingindo assim até as localidades mais afastadas”, salienta.O vereador Orlei colaborou na aquisição com emendas orçamentárias

Continuar Lendo

Paranaguá

Três barcos são entregues às ilhas e comunidades marítimas

Embarcações foram entregues pela Prefeitura na manhã desta terça-feira.

Publicado

no

Por

A Prefeitura de Paranaguá entregou na manhã desta terça-feira (2) três barcos novos para as secretarias municipais de Saúde, Segurança Pública e Cultura e Turismo. As embarcações servirão para atender a população de ilhas e comunidades marítimas da cidade.

Não houve cerimônia formal, para evitar aglomeração e assim a proliferação do coronavírus; somente a presença dos secretários responsáveis pelas pastas, numa marina na região do bairro Costeira.

Foram investidos R$ 425 mil. Os barcos da Segurança e da Cultura e Turismo tiveram custo de R$ 165 mil cada. Já o da Saúde saiu por R$ 95 mil, sendo que R$ 38 mil deste total é do governo federal, via emenda parlamentar. O restante foi aplicado com recursos próprios do tesouro municipal.

O investimento inclui também carretinha de transporte e material de salvatagem. A Prefeitura de Paranaguá receberá nos próximos dias outras duas embarcações, uma para a Educação e outra para a Assistência Social.

A secretária municipal de Saúde, Lígia Regina de Campos Cordeiro, destacou que o barco será importante para a prestação de serviços essenciais da pasta e que neste momento de pandemia servirá para aumentar a ação da Vigilância Sanitária e ainda no transporte de vacinas e equipes de servidores.
“É um investimento eficiente que fazemos. (…) Agradeço também outras secretarias, que são parceiras e ajudam nas ações de combate ao coronavírus”, completou a secretária.

Já o secretário municipal de Cultura e Turismo, Harrison Camargo (Canela), salientou que a embarcação servirá para alavancar as atividades que já estão sendo planejadas para o período pós-pandemia.
“Essa lancha vai dar a possibilidade de visitas da equipe técnica às comunidades, desenvolver festivais gastronômicos e a orientação aos turistas, atendendo-os com uma velocidade maior e com mais qualidade. O turismo e a cultura são dois propulsores da economia que hoje se encontram parados, mas a retomada tem que ser rápida”, avaliou o secretário.

Além de vigilância e combate à criminalidade, a embarcação para a Segurança, que será usada pela Guarda Civil Municipal, também servirá para o patrulhamento das ilhas e ainda no enfrentamento ao coronavírus. A informação é do secretário João Carlos da Silva.
“Vamos ajudar a fazer também fiscalização e campanha de conscientização em outras ilhas e comunidades sobre a importância do uso de máscaras, do álcool em gel. Além disso temos os atendimentos em casos emergenciais e assistência que já damos, com outra embarcação que possuímos”, lembra o secretário.

Da PMP
Continuar Lendo

Paranaguá

Suspeitos atiram ao serem surpreendidos por vigilante do Senai

Disparos aconteceram em um barracão de obras da instituição.

Publicado

no

Por

Uma ronda normal de um vigilante acabou em uma troca de tiros na noite de segunda-feira (dia 1º), nas instalações do Senai, em Paranaguá.

Os disparos aconteceram em um barracão de obras, na Rua Washington Luiz, bairro Porto dos Padres.

A Polícia Militar atendeu a ocorrência. A solicitação foi feita pelo vigilante do Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial).

O vigilante informou aos militares que, por volta de 23h30, estava realizando uma ronda de rotina no pátio da instituição quando avistou dois suspeitos, que estavam trajando roupas pretas e capuzes.

Ele contou também que ao fazer um barulho, chamando a atenção da dupla, um dos invasores reagiu efetuando um disparo em sua direção.

O vigilante disse que revidou e também atirou na direção dos homens, e que os suspeitos acabaram fugindo. Ele não foi atingido.

Após se inteirar do caso, os policiais militares realizaram patrulhamento pela região, mas não localizaram os suspeitos descritos pelo vigilante.

O caso foi registrado em boletim de ocorrência e a situação informada à Delegacia Cidadã.

Continuar Lendo
Anúncio
error: Cópia proibida.