Ligue-se a nós

Paranaguá

PM prende homem acusado de dirigir alcoolizado e atropelar duas crianças

Foi na noite de sexta-feira no bairro Labra

Publicado

no

Imagem ilustrativa

Um homem de 54 anos foi preso pela Polícia Militar, na noite de sexta-feira (29), em Paranaguá, acusado de atropelar duas crianças dirigindo um carro sob influência de álcool. A ocorrência foi por volta das 20h30, na Rua Lucinda Rodrigues Campos, no bairro Labra.

Conforme o relatório policial, tudo começou quando a Central de Operações do 9º Batalhão (Copom) recebeu uma denúncia sobre um veículo que teria atropelado duas crianças – um menino de três anos e uma menina de seis – em via pública e que seu motorista estava visivelmente embriagado, vindo a fugir logo após o ocorrido.

Uma equipe de Radio Patrulha (RPA) rapidamente compareceu ao local, onde se apresentou uma testemunha e a mãe de uma das vítimas, as quais relataram aos policiais que o menino havia sido conduzido à UPA com suspeita de fratura em uma das pernas e que a menina havia sofrido lesões leves. Elas informaram ainda que o motorista havia fugido para sua residência, escondendo seu veículo, um Toyota Prius, na garagem.

Seguindo as informações que foram repassadas, os policiais chegaram até o endereço do denunciado, o qual se apresentou à equipe e confessou ter dirigido sob efeito de bebida alcoólica, porém relatou que não havia visto as crianças que supostamente tinha atropelado.

Diante da denúncia e do relato da testemunha, os policiais conduziram Antonio de Freitas Barbosa Vidal, autor do atropelamento, até a 1ª Subdivisão Policial de Paranaguá, onde foi autuado pelos crimes de embriaguez ao volante e lesão corporal, sendo em seguida recolhido ao setor de carceragem da Cadeia Pública por não ter direito à fiança.

No exame etilométrico, Antonio Vidal reprovou com o índice de 0,75 mg/l.

Paranaguá

Mulher fere companheiro com faca para se defender de agressão no Valadares

Violência doméstica ocorreu na madrugada de domingo (9).

Publicado

no

Por

Uma mulher feriu o companheiro com uma faca para se defender de agressão. O caso de violência doméstica ocorreu na madrugada de domingo (9) e foi atendido pela Polícia Militar na Vila Bela, Ilha dos Valadares, em Paranaguá.

A mulher, de 41 anos, disse aos policiais militares que teve que pegar uma faca para se defender da agressão do marido, de 29 anos, e que, em vista disso, acabou provocando uma lesão no abdômen dele, mas sem gravidade.

A equipe do 9º Batalhão atendeu a ocorrência por volta de 5h30 da madrugada.

Ao chegar no local da chamada, os policiais foram abordados pela mulher, que relatou que seu esposo, com quem vive maritalmente há aproximadamente oito anos, teria passado a madrugada fazendo uso de entorpecentes e que tentou lhe enforcar na cama com uma “gravata” (estrangulamento forte).

Ainda segundo ela, o marido ainda a empurrou contra a parede e que, para se defender, pegou uma faca de cozinha que estava ao lado da cama e ameaçou o agressor, que acabou lhe soltando.

AGRESSIVO
A mulher relatou também que, em seguida, houve nova discussão e que resolveu ir para a casa de seu filho, que reside próximo. Porém, ao sair da moradia, acabou escorregando e caiu.

Nesse momento, o homem voltou a ficar agressivo e, aproveitando que ela tinha caído, foi pra cima da mulher novamente, o que fez com que ela o atingisse com a faca, provocando-lhe um ferimento superficial.

Ainda de acordo com a solicitante, o companheiro já tinha lhe ameaçado de morte em outras ocasiões.

O homem foi abordado no local pelos policiais militares e o caso encaminhado ao plantão da Delegacia Cidadã, para que fossem tomadas as providências necessárias.

Continuar Lendo

Paranaguá

GCM prende mulher por tráfico de drogas na Vila Santa Maria

Ação da ROMU foi na madrugada deste domingo.

Publicado

no

Por

Uma mulher de 20 anos foi presa, na madrugada deste domingo (9), por envolvimento com o tráfico de drogas em Paranaguá.

A ação da Guarda Civil Municipal ocorreu na Vila Santa Maria e ocasionou a apreensão de porções de crack e cocaína, além de balança de precisão e dinheiro.
Uma equipe da ROMU realizava patrulhamento pela Avenida Senador Atílio Fontana, por volta de 1h10, quando avistou alguns indivíduos em frente a um local conhecido como “Beco da Morte” – já denunciado por ser ponto de comercialização de entorpecentes.

Os suspeitos, ao perceberem a aproximação da viatura, fugiram para o interior do beco, mas os agentes da GCM foram atrás.

Durante as diligências, eles avistaram Ane Caroline Pereira dentro de um barraco, que se encontrava com a porta aberta.

Ao se aproximarem, os guardas civis perceberam que, em cima de uma mesa, havia uma balança de precisão e pedras de crack embaladas para a venda.

De imediato foi feita a abordagem no local e apreendidas 50 unidades do entorpecente. Dentro de uma bolsa, ainda foram apreendidas duas buchas grandes de cocaína, pesando 98 gramas, e a quantia de R$ 11.
Ao ser questionada sobre a procedência da droga, a jovem admitiu que estava comercializando no local onde foi abordada.

Diante dos fatos, Ane Caroline foi encaminhada para a Delegacia Cidadã de Paranaguá, junto com tudo que foi apreendido, para que fossem tomadas as providências necessárias.

Continuar Lendo

Paranaguá

Homem é preso após ameaçar a companheira com faca

Ele foi autuado conforme previsto na Lei Maria da Penha.

Publicado

no

Por

A Polícia Militar foi acionada, na noite de sexta-feira (7), para dar atendimento a um caso de violência doméstica na Vila Cruzeiro, em Paranaguá.

A vítima foi uma mulher de 37 anos, que denunciou o companheiro, da mesma idade, por ameaçá-la com uma faca.

Por volta das 22 horas, uma equipe da PM se deslocou ao local da ocorrência. A mulher relatou que teve uma discussão com seu esposo e que, durante a confusão, ele lhe ameaçou de morte.

A vítima contou também que, na sequência, o companheiro foi até a cozinha, pegou uma faca e partiu para cima dela, apoiando a arma branca em sua barriga e fazendo novas ameaças.

O suspeito foi abordado no local e, no bolso de trás de sua bermuda, encontrada uma faca, que, segundo a vítima, seria a mesma utilizada para realizar as ameaças.

O casal acabou encaminhado ao plantão da Delegacia Cidadã, sendo o homem autuado em flagrante por ameaça e lesão corporal, conforme previsto na Lei Maria da Penha.

Continuar Lendo
Anúncio
error: Cópia proibida.