Ligue-se a nós

Paranaguá

Novos conselheiros tutelares são empossados

Cerimônia de posse ocorreu na manhã desta sexta-feira

Publicado

no

Thais, Arione, Verônica, Danielle, Camila

Foram empossados na manhã desta sexta-feira (10) os novos membros do Conselho Tutelar, representantes da comunidade responsáveis por zelar pelos direitos de crianças e adolescentes de Paranaguá.

A cerimônia ocorreu no auditório da Biblioteca Pública Leôncio Correia, na região central da cidade.

Estavam presentes o prefeito Marcelo Roque, acompanhado da secretária municipal de Assistência Social, Gisele Cristina da Silva, o promotor de Justiça Diogo de Assis Russo, o chefe do escritório regional da Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho (Sejuf), Adriano Silva, e o presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), Edmilson da Silva Costa.

O prefeito Marcelo Roque destacou o apoio institucional que a Prefeitura de Paranaguá oferece para o bom funcionamento do importante trabalho do Conselho Tutelar.
“Por meio da nossa Secretaria Municipal de Assistência Social conseguimos melhorar muito o atendimento e também a estrutura oferecida ao Conselho Tutelar, com equipamentos e nova sede. Isso é importante, que a gente chegue num conjunto bom”, analisou.

O prefeito destacou ainda a valorização aos conselheiros, que graças à gestão atual tiveram aumento salarial e passaram a receber auxílios alimentação e transporte.

“Para que eles tenham mais tranquilidade para desenvolver o trabalho”, justificou Marcelo Roque.

O promotor de Justiça Diogo de Assis Russo ressaltou que o Conselho Tutelar é um órgão não jurisdicional, autônomo e de suma importância dentro da nossa rede de proteção dos direitos das nossas crianças e adolescentes.
“Ele é composto por cidadãos que conhecem a realidade de Paranaguá e estão na linha de frente nesta questão da proteção dos direitos”, detalhou o promotor.

De acordo com Diogo Russo, o Ministério Público integra a rede de proteção sem hierarquia, em forma de parceria com todos os órgãos que integram.

“E na escolha dos conselheiros o MP atua como fiscal da lei, na observância dos aspectos formais e materiais da aplicação do certame, para que a gente possa, ao final, possibilitar à sociedade escolher os melhores candidatos a ocupar esse cargo que é tão importante para nós”, concluiu o promotor.

EDMILSON LEMBROU PROCESSO
O presidente do CMDCA, Edmilson da Silva Costa, lembrou que o processo para escolha dos conselheiros tutelares é realizada em todo o Brasil ao mesmo tempo, para o período de 4 anos de mandato.

“Conforme o ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente), o CMDCA é encarregado para fazer o processo eleitoral, que teve várias etapas, incluindo prova escrita e eleição pela população”, explicou o dirigente.

A legislação municipal exige que o candidato a conselheiro tenha 2 anos de experiência na área de infância e juventude e 40 horas de cursos realizados no setor. Há exigência também de exame médico e psicológico.

Foram doze candidatos aptos concorrendo, sendo cinco eleitos como conselheiros e sete como suplentes.

“O conselheiro tutelar tem missão 24 horas por dia, de zelar pelos direitos das crianças e dos adolescentes da cidade”, destacou Edmilson.

24 HORAS
Para a conselheira Thais Cristina Alves de Oliveira, o Conselho Tutelar é um órgão que funciona 24 horas.

“Dentro deste período o que demanda são atendimentos de denúncias e averiguações. O conselheiro vivencia muitas questões e tem desafios diários. São situações para serem averiguadas, depende de atendimento em rede. Juntos conseguimos ter êxito”, comenta a pedagoga, que lembra que entre as ocorrências registradas a maioria envolve violências, abuso sexual, maus tratos e negligências.

Deixe seu comentário!

Paranaguá

Preso rapaz que cultivava pés de maconha no quintal de casa

PM chegou até ele após denúncia de vizinhos na Vila Cruzeiro

Publicado

no

Por

Pés de maconha estavam ao lado da porta de entrada da residência

Policiais militares do 9º Batalhão fizeram a apreensão de dois pés de maconha ao darem atendimento a uma denúncia da comunidade na Rua Amilton Prudêncio da Silva, Vila Cruzeiro, em Paranaguá, no final da tarde de terça-feira, 21.

Tudo começou por volta das 18h30, quando uma equipe policial, durante patrulhamento de rotina, foi abordada por populares.

Estes relataram que um morador na mesma rua estava cultivando plantas de maconha no terreno de sua residência e que ele ainda perturbava a tranquilidade da vizinhança, utilizando música alta, promovendo algazarras e reunindo pessoas para fazer uso do entorpecente em sua casa, durante várias horas do dia.

Imediatamente os policiais foram averiguar e, ao chegarem na casa denunciada, encontraram um rapaz de 21 anos no portão.

Indagado se era morador da residência, ele confirmou que sim, sendo, então, realizada abordagem.

Em seguida, os policiais identificaram dois pés de maconha, medindo 45 e 50 centímetros, que estavam plantados ao lado da porta de entrada da moradia.

Ao ser indagado, sobre as plantas, o rapaz admitiu ser o responsável. Foi preso e conduzido ao plantão da 1ª Subdivisão Policial de Paranaguá com os pés de maconha para os procedimentos cabíveis.

Plantio foi parar na DP junto com o responsável

Continuar Lendo

Paranaguá

Preso ex-marido que desrespeitou medida protetiva

Tentou forçar a ex-mulher a manter relações sexuais na frente dos filhos

Publicado

no

Por

Na manhã de terça-feira (21) a Guarda Civil Municipal prendeu mais um homem acusado de desrespeitar medida protetiva de violência doméstica na cidade de Paranaguá.

O acusado, de 36 anos, foi abordado pela equipe da Patrulha Maria da Penha depois de ter sido denunciado por invadir a casa de sua ex-companheira no Jardim Iguaçu.

De acordo com a ocorrência, por volta das 7h40, os agentes foram acionados pela vítima, de 35 anos, a qual informou que o ex-companheiro havia descumprido a medida protetiva contra ele.

Ela contou que o homem entrou em sua casa sem permissão e que, quando tentou chamar a polícia, ele a impediu.

A mulher disse ainda que o o ex-marido segurou em seu braço e quis forçar relações sexuais, na frente de seus filhos menores.

A mulher informou que conseguiu fugir, correndo para a casa de um vizinho, onde conseguiu fazer a ligação denunciando a situação.

Ao chegarem ao local, os guardas civis encontraram o suspeito a uma distância de 20 metros da residência da vítima, e, com o apoio de outra equipe da GCM, fizeram a abordagem.

O homem não reagiu. Após o registro da ocorrência, ele acabou encaminhado ao plantão da 1ª Subdivisão Policial de Paranaguá para que fossem tomadas as providências necessárias.

Continuar Lendo

Paranaguá

Ciclista é agredido com chute e paulada por casal de assaltantes

Foi na noite de terça-feira na Vila São Vicente

Publicado

no

Por

Um rapaz de 26 anos foi assaltado, na noite de terça-feira (21), quando trafegava de bicicleta pela Avenida Domingos Peneda, Vila São Vicente, em Paranaguá.

O ciclista foi até a sede do 9º Batalhão, localizado na mesma via, onde informou sobre o delito.

Em suas declarações, o rapaz contou que estava trafegando pela rua quando um homem, trajando camisa amarela e calça com faixa refletiva, aproximou-se e o agrediu acertando um chute.

O rapaz disse que, em seguida, uma mulher apareceu e o golpeou com um pedaço de madeira.

Na sequência, a dupla de assaltantes tomou a bicicleta do rapaz, marca Colcci, cor preta, e fugiu sentido ao centro da cidade.

Equipes da Polícia Militar realizaram patrulhamento pela região, mas não houve êxito na localização dos autores do roubo.

Continuar Lendo
Anúncio
error: Cópia proibida.