Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
PUBLICIDADE
Paranaguá

Motorista que matou menina e padrasto é denunciado por homicídio doloso

DENÚNCIA DO MP FOI FEITA NA SEXTA-FEIRA

Agora Litoral
O Ministério Público do Paraná, por meio da 6ª Promotoria de Justiça de Paranaguá, no Litoral do estado, ofereceu denúncia criminal, na sexta-feira (15), por homicídio doloso contra Renan Putrique Sales Domingos, de 24 anos, investigado por provocar um acidente automobilístico que resultou na morte de duas pessoas – uma delas uma criança de quatro anos de idade – na noite de 24 de fevereiro deste ano. O acidente deixou ainda a mãe da menina ferida.

De acordo com a denúncia do MP, Renan conduzia o seu veículo sob efeito de álcool, com a habilitação suspensa, estava na contramão de direção e em velocidade acima da permitida na via, e colidiu frontalmente com a motocicleta em que estavam as três vítimas. O condutor da motocicleta, Edivan José de Lima, de 49 anos, e a sua enteada, Lavínia Mayara Espinoza Balduino, de 4, morreram. A mãe da criança, Everlyn Espinoza Moraes, de 34 anos, que também estava na motocicleta, sofreu lesões corporais.

Lavínia e Edivan morreram no acidente

A Promotoria de Justiça entendeu que, diante das circunstâncias do acidente, Renan Putrique agiu com dolo eventual (caso em que o agente assume o risco de produzir o resultado morte), de modo que o caso será julgado pelo Tribunal do Júri. As penas do crime de homicídio doloso são de 6 a 20 anos de reclusão.

Renan foi preso em flagrante e permanece no Setor de Carceragem de Paranaguá.

NOTÍCIA RELACIONADA

Motorista que matou menina e padrasto pode pegar até 8 anos de cadeia

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios