Ligue-se a nós

Paranaguá

Idosa encontrada morta dentro de casa no Valadares pode ter sido assassinada

Câmeras de segurança da residência podem esclarecer o mistério.

Publicado

no

Marcionília França Cunha, de 76 anos, que foi encontrada morta dentro de sua casa, na manhã de segunda-feira (10), na Ilha dos Valadares, em Paranaguá, pode ter sido vítima de latrocínio (roubo seguido de morte).

A Polícia Civil aguarda o resultado dos exames complementares e de análises de câmeras de monitoramento para confirmar o que deu fato aconteceu na residência dela.

Marcionília, que era conhecida por Marcia e cuidava do marido, que vive acamado, foi encontrada caída no banheiro de sua casa, na Rua Senhorinha Alves Maia, na Vila Nova, com ferimentos no rosto.

A Polícia Militar foi avisada pelo SAMU sobre a morte da idosa, e uma equipe de Rádio Patrulha foi ao local. Os socorristas informaram que, ao chegarem na residência localizaram a vítima dentro do banheiro, em decúbito dorsal, com lesões no rosto.

VIZINHA DESCOBRIU O CORPO
Os policiais conversaram com uma vizinha da vítima. Esta relatou que foi até a casa de Marcionília e, do portão, chamou por ela diversas vezes, não sendo atendida. A mulher disse que, então, entrou na residência e localizou a idosa caída no banheiro.

Durante a averiguação, a testemunha relatou que ao entrar na casa encontrou diversas gavetas e um guarda-roupa revirados, e que o aparelho celular da vítima e uma televisão da residência haviam desaparecido.

Ainda foi apurado, que, durante a noite, um veículo de cor vermelha foi visto parado em frente à moradia da vítima.

Uma equipe da Polícia Civil também buscou informações para dar início às investigações e, após a perícia, o corpo da idosa foi recolhido pelo Instituto Médico Legal (IML) de Paranaguá, onde o caso foi registrado como ‘morte a esclarecer’.

Os familiares da vítima não têm dúvidas de que ela foi vítima de latrocínio.
Dona Marcionília (foto das redes sociais) foi sepultada na manhã desta terça-feira (11) no cemitério São Benedito, na Vila São Vicente.

CÂMERAS DE VIGILÂNCIA
A casa de Marcionília possuía câmeras de vigilância e as imagens foram requisitadas pela Polícia Civil para tentar desvendar o caso.

A delegada Maria Nyza Moreira Nanni, que chefia as investigações, aguarda o resultado da leitura das imagens.

Segundo ela, as datas das filmagens estão fora de ordem, o que dificulta uma rápida análise dos vídeos.

DENÚNCIA – Qualquer informação que possa levar ao esclarecimento da morte da dona Marcionília poderá ser prestada pelo telefone 181. A pessoa não precisa se identificar.

Deixe seu comentário!

Paranaguá

Rotam apreende colete balístico e revólver ao abordar rapaz no Labra

Foi na noite de terça-feira (29), na Rua Renato Leone.

Publicado

no

Por

Policiais militares da Rotam (Rondas Ostensivas Tático Móvel) apreenderam, na noite de terça-feira, 29, uma arma de fogo e um colete balístico, após a abordagem de um rapaz no bairro Labra, em Paranaguá.

Por volta das 19 horas os militares realizavam patrulhamento pela Rua Renato Leone quando desconfiaram de um veículo Fiat Palio, que se deslocava em sentido contrário, mas o condutor, ao visualizar a viatura policial, parou abruptamente. A ação chamou a atenção da equipe da Rotam que, de imediato, resolveu fazer a abordagem.

No veículo estavam um rapaz de 19 anos e sua esposa, de 22. Ao ser questionado se portava algum material ilícito, o jovem informou que tinha uma arma de fogo no carro. Seguindo as informações do rapaz foi apreendido um revólver, marca Rossi, calibre 38 Special, que estava embaixo do banco do motorista. A arma possuía ainda, em seu tambor, cinco munições intactas e uma picotada.

Durante a averiguação foi constatado que o casal morava a uma distância de 30 metros do local da abordagem. Perguntado para o jovem se em sua residência havia mais algum material ilícito, ele respondeu que tinha um colete balístico, que ele usava juntamente com o revólver para sua proteção.

Em seguida os policiais foram até a moradia e encontraram o colete, o qual foi encaminhado, juntamente com o revólver, para a Delegacia de Polícia Civil de Paranaguá para as providencias cabíveis.

O jovem acabou autuado por porte ilegal de arma de fogo de uso permitido, sendo liberado para responder ao processo em liberdade após o pagamento de fiança.

Continuar Lendo

Paranaguá

Homem com mandado de prisão por tráfico é capturado no Jardim Iguaçu

PM efetuou a prisão na madrugada desta quarta-feira.

Publicado

no

Por

Na madrugada desta quarta-feira, 30, na cidade de Paranaguá, policiais militares do 9º Batalhão prenderam um homem que era procurado pela Justiça.
Thiago Gonçalves Cordeiro (foto), de 31 anos, foi abordado no Jardim Iguaçu, durante ronda de rotina realizada por uma equipe de Rádio Patrulha.

Tudo começou por volta da 1 hora quando os militares estavam em deslocamento pela Rua das Castanheiras e desconfiaram de Thiago. Este, ao avistar a viatura, tentou se afastar, retornando da direção em que estava seguindo.

De imediato foi realizada a abordagem, mas nada de ilícito foi encontrado com ele. No entanto, quando os policiais verificaram a identidade de Thiago no sistema da Secretaria Estadual de Segurança Pública, foi constatado que havia um mandado de prisão em seu desfavor, expedido pela 2ª Vara de Execuções Penais (VEP) de Curitiba, com validade até 14 de janeiro de 2031, por crimes de tráfico de drogas, roubo e furto.

Diante da situação, Thiago acabou encaminhado para a Cadeia Pública de Paranaguá, para o devido cumprimento da ordem de prisão.

Continuar Lendo

Paranaguá

Homem é preso após ameaçar esposa e filho de morte

Foi na madrugada desta terça-feira, no Jardim Santos Dumont

Publicado

no

Por

Um homem 39 anos foi preso pela Polícia Militar, na madrugada desta terça-feira (29), em Paranaguá, depois de ter sido denunciado por agredir sua esposa.

Ele acabou fugindo do local, mas foi localizado na rua e levado ao plantão da Delegacia Cidadã.

De acordo com a ocorrência, por volta da 1 hora, uma equipe de Rádio Patrulha do 9º Batalhão foi acionada pela Central de Operações para dar atendimento a uma situação de violência doméstica no Jardim Santos Dumont, onde moradores relataram sobre um homem que estaria batendo na esposa.

Na chegada ao local, os policiais encontraram apenas a vítima, de 42 anos. Ela relatou que o companheiro é usuário de drogas e que ele havia chegado em casa alterado, quebrando pratos e outros objetos.

A mulher contou também que, durante a confusão, o homem agrediu o filho do casal, de 17 anos, desferindo socos e empurrões no adolescente.

Segundo a vítima, ao intervir, ela passou a ser ameaçada de morte junto com o filho e, em seguida, o homem fugiu da casa.

Os policiais realizaram patrulhamento pelo bairro e localizaram o acusado, que, ao ser abordado, pediu para ser levado preso antes que fizesse uma “besteira maior”.

Diante dos fatos, o homem foi encaminhado para a delegacia, onde foi autuado em flagrante por crimes de vias de fato e ameaça decorrente de violência doméstica.

Continuar Lendo
Anúncio
error: Cópia proibida.