Ligue-se a nós

Paranaguá

Dupla tentativa de homicídio é registrada pela PM no Jardim Figueira

Foi na noite de terça-feira; vítimas foram levadas às pressas para o Regional.

Publicado

no

Everton e Jheferson estavam em uma moto Honda CB 300

Dois homens foram feridos a tiros no Jardim Figueira, em Paranaguá, na noite de terça-feira, 24. Everton do Carmo Leandro e Jheferson Dias do Nascimento, ambos de 28 anos, foram socorridos pelo SAMU e encaminhados para o Hospital Regional do Litoral.

A dupla tentativa de homicídio foi registrada pela Polícia Militar, por volta das 20 horas. Logo após os tiros, uma equipe de Rádio Patrulha foi ao local e encontrou Everton, residente na Vila Marinho, caído em uma rua marginal à rodovia BR-277, ferido com dois tiros nas costas, na altura da cintura.

Na sequência, os policiais localizaram Jheferson, que foi alvejado com um tiro no pescoço e dois no ombro. Mesmo ferido, o rapaz conseguiu correr, vindo a cair próximo de um estabelecimento comercial, no outro lado da rodovia, já na Rua das Paineiras, Vila Santa Helena. Ele tem endereço no Parque Agari.

Durante as diligências, populares relataram aos policiais que o autor dos disparos teria entrado num beco e que, ao retornar, puxou uma arma de fogo e disparou contra as vítimas. Everton e Jheferson estavam numa motocicleta Honda CB 300, que ficou no local.

A moto acabou recolhida pelos policiais e conduzida ao pátio do 9º Batalhão, pois não havia a quem entregá-la.

CALIBRE 45
Nas diligências, próximo de onde estava Everton, os militares localizaram quatro cápsulas de munição .45 e um projetil, os quais foram entregues na Delegacia Cidadã.

Populares ainda relataram aos policiais que um carro de cor escura teria saído do local logo após os disparos, mas ninguém soube passar outras informações que pudessem levar a suspeitos da dupla tentativa de homicídio.

Clique para comentar

Deixe seu comentário!

Paranaguá

Mulher encontrada morta na Estrada das Colônias permanece sem identificação

O corpo foi localizado na tarde de terça-feira (26); tatuagens podem ajudar na identificação

Publicado

no

Por

Permanece sem identificação no Instituto Médico Legal (IML) de Paranaguá, na manhã desta quarta-feira (27/10), o corpo de uma mulher que foi encontrada morta na Estrada das Colônias, Colônia São Luiz, área rural de Paranaguá.

O corpo foi localizado por volta das 16 horas, quando equipes da Polícia Militar foram acionadas para dar apoio ao Samu, que foi verificar a situação de uma mulher caída na via. No local, foi constatado que a vítima já estava em óbito, com as pernas amarradas e lesões na cabeça, aparentando terem sido provocadas por pedradas.

Na região ninguém soube passar informações sobre a vítima, que não portava documentos. Após as análises da Polícia Científica, o corpo foi recolhido pelo IML de Paranaguá para exames complementares, onde permanece nesta manhã, aguardando familiares para a identificação.

CARACTERÍSTICAS
Trata-se de uma mulher de pele branca, 1,70m, olhos e cabelos castanhos, com uma tatuagem de meia-lua e uma estrela no ombro direito e um diamante na nuca. Ela estava trajando bermuda jeans e uma camisa preta com detalhes em amarelo, da banda Queen.

Continuar Lendo

Paranaguá

Tentativa de arrombamento em supermercado acaba com casal preso

Foi na madrugada desta terça-feira, no Jardim Iguaçu

Publicado

no

Por

Um casal foi preso pela Polícia Militar, na madrugada desta terça-feira (26/10), acusado de tentar arrombar a porta de um estabelecimento comercial na Rua Miguel Zacharias Pesch, Jardim Iguaçu, em Paranaguá. Robson Amorim Adão, de 33 anos, e Laryssa da Silva França Tamagny Castanho, de 22, foram encaminhados ao plantão da Delegacia Cidadã, para a elaboração do flagrante por furto qualificado.

Conforme a ocorrência, por volta das 2h30, uma equipe de Rádio Patrulha do 9º Batalhão foi acionada para dar atendimento à situação, após informações repassadas para a Central de Operações por um morador na região, o qual informou que havia três indivíduos tentando abrir a porta de acesso lateral do estabelecimento comercial.

De imediato os policiais foram ao local, onde o proprietário do ponto comercial mostrou imagens de câmeras de monitoramento, as quais registraram que três pessoas tentaram invadir o supermercado, batendo e forçando a porta, que acabou ficando bastante danificada.

Imediatamente os policiais realizaram patrulhamento pelas imediações e localizaram Robson e Laryssa. Ao questionado sobre a autoria da tentativa de furto, Robson confessou a participação, afirmando que é usuário de drogas e estava tentado entrar para pegar alguns alimentos porque estava com fome e a sua esposa grávida. Laryssa também confirmou a versão e afirmou que não conhecia o outro suspeito que aparecia nas imagens.

Pelas filmagens, foi possível verificar que a ação criminosa cessou após aumentar o trânsito de veículos na via, com os autores fugindo sem conseguirem concluir o delito.

Após ser apresentando na DP, o casal acabou autuado em flagrante e, posteriormente, foi recolhido à Cadeia Pública. Dos dois, apenas Robson já tinha passagem pela polícia, por furto e posse irregular de arma de fogo.

BICICLETA NO PORTO
Robson Amorim Adão foi preso em agosto deste ano após furtar uma bicicleta de uma empresa no Porto de Paranaguá. O Agora Litoral registrou:

Funcionário é flagrado furtando bicicleta em empresa no Porto

Continuar Lendo

Paranaguá

Irmãos entram em luta corporal após um deles agredir cadeirante

Autor da agressão foi preso após xingar e ameaçar a PM

Publicado

no

Por

Imagem ilustrativa

Uma briga entre dois irmãos acabou com um deles detido e encaminhado para a Delegacia Cidadã. A ocorrência foi atendida pela Polícia Militar, na madrugada desta segunda-feira (25), na Avenida Chico Mendes, no condomínio Ilha do Farol, bairro Jardim América, em Paranaguá.

Segundo o relatório policial, quando uma equipe do 9º Batalhão chegou ao local os irmãos ainda estavam discutindo no portão do condomínio. Abordado, um deles contou aos militares que seu irmão mais novo, de 18 anos, havia brigado com seu outro irmão, que é cadeirante, e isso teria motivado a confusão.

Muito alterado, o acusado de agredir o irmão cadeirante começou a xingar a equipe PM (chamando-os de merda, entre outros adjetivos), dizendo que havia marcado “a cara” de cada um deles que se encontrava na ocorrência, prometendo matá-los. O rapaz ainda apanhou uma pedra e ameaçou jogá-la contra os militares.

Ao receber voz de abordagem, ele desobedeceu e entrou em sua casa, fechando a porta em seguida. Os policiais militares foram atrás e o abordaram no interior da residência.

GÁS DE PIMENTA
Ainda desequilibrado, o rapaz investiu a todo momento contra a equipe do 9º BPM, obrigando os militares a expelirem gás de pimenta em sua direção e algemá-lo na sequência.

Após receber voz de prisão, o acusado de agredir o irmão cadeirante e ameaçar os policiais militares foi encaminhado para a Delegacia Cidadã.

Continuar Lendo
Anúncio
error: Cópia proibida.