Ligue-se a nós

Paranaguá

Dupla é presa após arremessar celular no telhado da delegacia

ELES FORAM FLAGRADOS POR POLICIAIS DE PLANTÃO

Publicado

no

Agora Litoral
No início da semana, dois homens foram presos por investigadores da 1.ª Subdivisão Policial de Paranaguá, acusados de tentar passar telefones celulares para os presos recolhidos no setor de carceragem local. O flagrante ocorreu na manhã da última terça-feira (4), depois que um dos suspeitos foi flagrado arremessando um aparelho no telhado da delegacia.

Por volta das 10 horas, uma equipe do Setor de Investigação da 1.ª SDP estava saindo da delegacia, quando avistou o acusado, de 34 anos, jogando um objeto por cima do muro da unidade policial. Em seguida ele saiu correndo para a Praça da Paz, que fica em frente ao cemitério Nossa Senhora do Carmo, onde outro suspeito, de 24 anos, estava esperando em uma motocicleta.

Imediatamente os policiais foram atrás, fizeram a abordagem e encontraram, com o primeiro suspeito, um aparelho celular, na caixa, dois isqueiros, um cartão de telefonia celular e um rolo de fita colante. Questionado sobre a situação, ele admitiu que já havia jogado outro aparelho celular e cigarros no telhado da delegacia, enquanto o rapaz da moto afirmou que estava dando apoio ao comparsa.

Os policiais retornaram à delegacia e encontraram, no telhado, próximo ao setor de carceragem, três pacotes de fumo, duas carteiras de cigarros e um aparelho celular com carregador, além de um cartão de telefonia móvel e dois isqueiros. Levados à delegacia, os dois suspeitos foram ouvidos em Termo Circunstanciado (TC) e liberados após assinarem compromisso de comparecimento em audiência no Juizado Especial Criminal de Paranaguá.

Os dois que arremessaram o celular terão que se explicar em Juízo

CRIME
De acordo com o artigo 349-A do Código Penal Brasileiro, ingressar, promover, intermediar, auxiliar ou facilitar a entrada de aparelho telefônico, de comunicação móvel, de rádio ou similar, sem autorização legal, em estabelecimento prisional é crime. A pena é a detenção, e o tempo de cumprimento de pena é de três meses a um ano.

Atualmente, mais de 140 pessoas encontram-se recolhidas no setor de carceragem da 1.ª Subdivisão Policial de Paranaguá. Os dois suspeitos têm endereço no Jardim Iguaçu e Vila Guarani. Um deles conta com histórico criminal.

Deixe seu comentário!

Paranaguá

Motociclista é vítima de ladrões na região do Morro Inglês

Criminosos emparelharam uma moto ao lado da Titan dele e a levaram.

Publicado

no

Por

Um motociclista foi assaltado, no início da noite de sexta-feira (29), quando trafegava pela BR-277, na região do Morro Inglês, em Paranaguá.

O crime foi praticado por dois indivíduos em outra moto, que obrigaram a vítima a parar em frente um estabelecimento comercial, às margens da rodovia, e fugiram levando seu veículo – uma Honda CG 160, cor azul, placa BBY-7B87 de Morretes.

Equipes da Polícia Militar e da Guarda Civil Municipal atenderam a ocorrência, por volta das 18h40, e fizeram patrulhamento pela região, mas não localizaram a moto ou os suspeitos do crime.

Em suas declarações, a vítima, de 28 anos, relatou que estava em movimento, quando os bandidos emparelharam com uma moto de cor escura e anunciaram o assalto, mostrando armas de fogo.

Ele contou ainda que, ao parar, um dos bandidos tomou a direção de sua moto e fugiu com o comparsa, sentido Curitiba.
ESTRADA DAS COLÔNIAS
Durante as diligências, a vítima informou aos militares que havia recebido uma informação que sua motocicleta teria sido abandonada em frente um colégio na Estrada das Colônias.

As equipes da PM foram ao local, mas o veículo não foi encontrado e nem pistas que pudessem levar ao seu paradeiro ou dos autores do roubo.

Continuar Lendo

Paranaguá

Motociclista fica ferido após moto bater em carro e pegar fogo

Foi no Km 3 da BR-277, região do Jardim Iguaçu. Moto ficou destruída.

Publicado

no

Por

Um motociclista ficou ferido após a moto que ele pilotava, uma CG 150, envolver-se num acidente com um carro e pegar fogo.

Foi na noite de sábado (30), no Km 3 da BR-277, próximo à rotatória do Pátio de Triagem do Porto de Paranaguá.

O acidente ocorreu por volta de 20h40, na região do Jardim Iguaçu, e envolveu, além da motocicleta, um automóvel Corsa Wind.

Logo após a colisão, a motocicleta pegou fogo.
Christopher Mitsuo Ishii, de 22 anos, morador no Jardim Ouro Fino, foi encontrado pela Polícia Militar a três metros de distância da moto, que ardia em chamas.

O motociclista estava ferido em um dos braços, mas consciente.

Os policiais então pegaram alguns extintores com caminhoneiros e tentaram conter o fogo, devido ao risco de explosão. Pouco depois, uma equipe de combate a incêndio da concessionária Ecovia controlou as chamas.
Socorristas da Ecovia atenderam Christopher e o encaminharam para o Hospital Regional.

Continuar Lendo

Paranaguá

Rapaz é executado em plena tarde de domingo na Baixada do Santos Dumont

Vítima, de 18 anos, residia próximo de onde foi assassinado.

Publicado

no

Por

Douglas Maciel Silveira (foto), de 18 anos, foi executado a tiros na tarde deste domingo (31), na Baixada do Santos Dumont, em Paranaguá, no Litoral do Paraná.

O crime ocorreu por volta de 16h15 e foi praticado na Rua Bento de Oliveira Rocha.

Segundo informações de populares, Douglas vinha de bicicleta com um amigo – ainda não identificado – quando dois indivíduos se aproximaram e um deles deu um tiro pelas costas no rapaz.

Não satisfeito, o atirador se aproximou do corpo caído e efetuou vários outros disparos, principalmente na cabeça de Douglas.

Em seguida, o homem – descrito como de pele clara, barba e cabelos loiros, que vestia bermuda preta e camiseta cinza – teria tentado atingir também o rapaz que estava com Douglas, mas não conseguiu.

Ele atirou na direção dele, mas acabou acertando um veículo que estava estacionado a uns 200 metros do local onde o crime foi praticado. O tiro acertou o para-brisa do carro.

Ainda de acordo com testemunhas que não quiseram se identificar, o atirador estava junto com um rapaz moreno claro, cabelo preto, curto, que trajava bermuda jeans e camiseta preta.

Ambos fugiram logo após os disparos.

A Polícia Militar realizou patrulhamento pela região, mas não localizou os suspeitos.

O corpo de Douglas Maciel Silveira, que residia próximo de onde foi morto, foi recolhido pelo Instituto Médico Legal (IML) para os procedimentos de praxe e posterior liberação aos familiares.

ESTATÍSTICA
Com mais essa execução, a cidade de Paranaguá contabiliza 32 homicídios este ano. Em todo Litoral do Paraná já foram registrados 65 assassinatos em 2020.

Continuar Lendo
Anúncio
error: Cópia proibida.