Ligue-se a nós

Paranaguá

Apatia da população faz Saúde ampliar ações contra a dengue

Somente 30% dos parnanguaras tomou a segunda dose da vacina

Publicado

no

Equipes volantes estão aplicando as doses em escolas, empresas e locais onde a circulação de pessoas é frequente

Paranaguá, PR
Agora Litoral

A Secretaria estadual da Saúde, por meio da 1ª Regional de Saúde, está intensificando a campanha de vacinação contra a dengue em Paranaguá. Além das salas de vacina nas unidades de saúde, equipes volantes aplicam as doses em escolas, empresas e locais onde a circulação de pessoas é frequente. Até esta sexta-feira (17), o município vacinou somente 30% do público-alvo da 2ª dose.

“Estamos buscando o apoio de diferentes instituições da cidade para que incentivem os cidadãos a se vacinarem contra a dengue e abram espaço para a campanha. O objetivo é reduzir a circulação viral e, indiretamente, proteger toda a população”, afirma a chefe do Centro Estadual de Epidemiologia, Júlia Cordellini.

Nos primeiros 15 dias da campanha, a aplicação das 20 mil doses de Paranaguá ocorreram em 25 grandes empresas da cidade, 25 colégios estaduais, sete supermercados, shopping, academia, terminal de ônibus, praças e no calçadão. Outra estratégia é vacinar a população nas residências com equipes que circulam por todos os bairros do município.

Posto itinerante foi montado no calçadão do centro de Paranaguá para incentivar vacinação

Paranaguá também conta com 17 pontos fixos de vacinação na Secretaria Municipal de Saúde e nas unidades de saúde Alexandra, Aline Marinho Zacharias, Argemiro de Félix, Colônia Maria Luiza, Colônia Pereira, Domingos Lopes do Rosário, Dr. Helvécio Chaves da Rocha, Dr. Simão Aisenman, Encantadas, Evanil Rodrigues, Guilhermina Mazzali Gaida, Luiz Carlos Gomes, Norberto Costa, Nova Brasília, Rodrigo Gomes e Sueli Dutra Alves.

“Estamos preocupados com a baixa adesão do público-alvo que pode ser vacinado contra a dengue. Vamos iniciar a vacinação inclusive no período noturno, com equipes itinerantes. Queremos cumprir a meta de vacinar 100% das pessoas que tomaram a primeira dose no ano passado e, ainda, aplicar a vacina nas que não tomaram em 2016”, destaca o secretário municipal de Saúde e Prevenção de Paranaguá, Paulo Henrique de Oliveira.

CASOS

O informe técnico divulgado pela Secretaria da Saúde na última terça-feira (14) confirma 566 casos de dengue no Paraná desde o início do período epidemiológico, em agosto de 2016. Em Paranaguá, são 35 casos confirmados até agora e nenhuma morte.

No mesmo período, em 2016, a cidade já havia confirmado 2.887 casos e 14 óbitos.

“O município enfrentou a pior epidemia de dengue de todos os tempos no Paraná. A população precisa lembrar todo o sofrimento causado pela doença e colaborar com as estratégias do Estado para não deixar a situação se repetir”, adverte a diretora da 1ª Regional de Saúde, Ilda Nagafuti.

PARANÁ

Até esta sexta (17), 105 mil paranaenses foram vacinados contra a dengue no Paraná, 72 mil deles correspondentes à segunda dose. A meta para a segunda fase é aplicar a segunda dose em 100% das pessoas que participaram da campanha em agosto e setembro de 2016 e, também, ampliar a cobertura da primeira dose.

 

Deixe seu comentário!

Paranaguá

Engavetamento envolvendo três caminhões deixa motorista preso nas ferragens

Foi na noite de segunda-feira, na região da Vila São Jorge

Publicado

no

Por

Acidente foi no Km 4 da BR-277

Um acidente de trânsito envolvendo três caminhões, todos carregados com soja, na noite de segunda-feira (6), no Km 4 da BR-277, na região da Vila São Jorge, em Paranaguá, deixou uma pessoa gravemente ferida.

A vítima foi identificada como Rogério Soares, que era o motorista de um dos veículos e ficou preso nas ferragens.

Rogério era o condutor de um Volvo FH540, com placas de Paranaguá, o qual foi o último veículo envolvido no acidente e que pegou fogo no motor com a colisão, provocando muita fumaça na cabine onde ele estava preso.

Os policiais militares foram os primeiros agentes de segurança a chegarem no local, por volta de 23 horas, e iniciaram o combate ao incêndio com a ajuda de extintores cedidos por caminhoneiros que estavam parados na fila.

O incêndio foi totalmente controlado com a chegada das equipes do Corpo de Bombeiro e da concessionária Ecovia.
Após ser retirado do veículo, Rogério Soares foi encaminhado ao pronto-socorro do Hospital Regional do Litoral.

Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal, que também se deslocou em atendimento à ocorrência, o trânsito ficou interditado no local, sendo totalmente liberado por volta das 2h20 desta terça-feira (7).

Continuar Lendo

Paranaguá

Rapaz é ferido com tiro no rosto durante confusão na Vila Divinéia

Autor do disparo seria um homem de 42 anos e morador na região

Publicado

no

Por

Um rapaz de 22 anos foi ferido com um tiro no rosto, durante uma confusão na Vila Divinéia, em Paranaguá, na noite de segunda-feira (6).

Socorrido em um veículo particular, ele foi levado ao Hospital Regional do Litoral.

Policiais militares se deslocaram em atendimento à ocorrência por volta das 19 horas e, no trajeto, foram informados que a vítima já estava sendo encaminhada para o hospital.

Ao chegarem no local, os policiais foram informados que o autor do disparo seria um homem de 42 anos, morador na região, o qual teria sido procurado pela vítima em sua casa.

Os dois teriam discutido e a confusão evoluído para vias de fato, momento em que o autor teria puxado uma arma e atirado no jovem, que é morador de outro bairro e estava acompanhado de um irmão.

O suspeito do disparo não foi encontrado e, segundo o que foi apurado pelos policiais, após o tiro ele teria saído dirigindo seu carro, de posse da arma.

Os policiais militares realizaram patrulhamento pela região, mas o suspeito não foi localizado.

O caso foi registrado em boletim de ocorrência como disparo de arma de fogo e lesão corporal de natureza grave.

Continuar Lendo

Paranaguá

Técnica de Enfermagem morre em acidente de moto

Ela perdeu o controle do veículo e caiu sob as rodas de um automóvel.

Publicado

no

Por

O trânsito provocou mais uma tragédia em Paranaguá, no Litoral do Paraná.

Na noite desta segunda-feira (6), a Técnica de Enfermagem Erika Cristina Teixeira Brites morreu após perder o controle da motocicleta que pilotava e cair sob as rodas de um automóvel que vinha em sentido contrário.

O acidente foi na Avenida Ayrton Senna, quase esquina Nestor Victor. Erika trafegava sentido rotatória da Avenida Coronel Santa Rita. O carro, sentido porto.

Acredita-se que a chuva, aliada aos grãos de soja espalhados na pista, tenham provocado a perda do controle da moto conduzida pela jovem.
Erika Brites era funcionária do Hospital Regional do Litoral e também atuava no SAMU. No domingo, 5 de abril, ela completou 27 anos.

Continuar Lendo
Anúncio