Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
Antonina

Policiais militares presenteiam menino que pediu farda ao Papai Noel

LEONARDO FEZ QUESTÃO DE VESTIR A FARDA E TIRAR FOTOS

Agora Litoral
Crianças de uma escola da rede pública de ensino de Antonina escreveram cartas ao Papai Noel que foram encaminhadas aos Correios, de acordo com a tradição do Natal.

A Soldado Keyse de Freitas Dutra, pertencente à 4ª Companhia do 9º Batalhão de Polícia Militar, decidiu ir até à agência dos Correios de Antonina pegar uma carta para atender o pedido de uma criança. Ela só não contava achar um pedido de uma farda da Polícia Militar.

Na carta, o menino Leonardo Souza Mendes, de 9 anos, relatava a admiração que tem pelo trabalho da Polícia Militar e o sonho de um dia tornar-se um policial militar.

Tocada pelo pedido, a Soldado Dutra compartilhou seu desejo com os demais policiais da 4ª Companhia que se cotizaram a fim de atender o pedido. Foram então tomadas as providências de contatar a família do menino para saber o tamanho da farda, contratar um costureira e preparar a entrega do tão esperado presente.

Na tarde de segunda-feira (17), policiais militares da 4ª Companhia do 9º BPM deslocaram-se até à casa do Leonardo que, surpreso, recebeu os militares estaduais com um carinho e admiração imensos. A mãe do menino contou que ultimamente até febre ele apresentava devido a ansiedade em ter seu pedido atendido.
Leonardo fez questão de vestir a farda e tirar fotos com os policiais que visitaram sua casa . Ele ainda pode entrar na viatura da Polícia Militar.

Emocionado, Leonardo disse: “Eu agradeço a todos pelo presente e peço que Deus os mantenha bons policiais como são”, emocionando todos ali presentes. “Meu sonho é ser policial militar e um dia, se Deus quiser, serei”, completou o garoto.

A Soldado Dutra afirmou que não teve dúvidas em atender o pedido quando pegou a carta do menino. Disse ainda que poder participar de um momento como esse serve como motivação para executar sua missão e justificar o respeito e o sonho das crianças.

Do 9ºBPM
Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios