Governador Beto Richa acompanhou lançamento do programa em Guaraqueçaba. (Fotos: Orlando kissner/ANPr)

Agora Litoral

Moradores em Guaraqueçaba, no litoral do Paraná, em ilhas e comunidades rurais da região recebem, nesta semana, o mutirão de cirurgias de catarata – doença que compromete a visão e que, se não tratada, pode até levar à cegueira. São 128 pacientes que passarão pela cirurgia, a qual é custeada pelo Governo do Estado. O investimento é de R$ 250 mil.

O atendimento é feito no Hospital Regional de Guaraqueçaba e começou na segunda-feira, 31, com a presença do governador Beto Richa. “Vim acompanhar a abertura do mutirão e mostrar o quanto é importante a dedicação do Poder Público para proporcionar bem-estar à população”, disse Richa.

Ele afirmou que o Governo do Estado está ampliando cada vez mais o programa. Em dois anos, foram investidos R$ 60 milhões e realizados mais de 66 mil procedimentos de catarata e nas especialidades de ortopedia, ginecologia, otorrinolaringologia, hérnia de disco e vasculares. Em diversas regiões do Estado a fila da cirurgia de catarata foi zerada e, em outras, o tempo de espera foi reduzido pela metade.

“Agora chegamos ao litoral, onde o mutirão atende moradores em 20 ilhas da região de Guaraqueçaba e 120 comunidades rurais, para devolver qualidade à vida dessas pessoas. Em outras regiões tivemos casos de pessoas com 100% de cegueira, as quais voltaram a enxergar. Esse prazer de poder devolver a visão a uma pessoa não tem preço”, afirmou o governador.

Secretária de Estado da Família e Desenvolvimento Social, Fernanda Richa, acompanhou a abertura do mutirão.

DESAFIO

A meta para Guaraqueçaba e região é realizar cerca de 400 cirurgias. Para ter acesso às cirurgias eletivas, os cidadãos devem procurar a unidade de saúde mais próxima, que é a porta de entrada para ter acesso a outros serviços de saúde. Caso necessário, o paciente será encaminhado ao local de referência para a especialidade em sua região.

>> Deixe sua opinião