Anderson foi morto a tiros em São José dos Pinhais, três anos após ter cometido o brutal assassinato em Matinhos

Agora Litoral – EXCLUSIVO
Anderson Paulo Valczak, o “Degolador de Matinhos”, foi morto a tiros no dia 8 deste mês em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. Ele ganhou o apelido em setembro de 2014, após assassinar sem motivo algum Wilson Ribeiro Junior, de 55 anos, no centro da cidade de Matinhos, no litoral paranaense. À época, Anderson disse que tirou a vida de Wilson para provar à menina que estava junto dele naquela noite que ele era mesmo assassino.

O assassinato de Wilson Ribeiro Junior foi filmado por câmeras de vigilância e estarreceu todos que assistiram. As imagens mostram Wilson caminhando tranquilamente quando, inesperadamente, é apunhalado por Anderson várias vezes. Na sequência, as câmeras flagraram Anderson passando na calçada em frente onde atacou Wilson e ele correndo para desferir mais facadas na vítima. Foram mais facadas e pontapés na vítima já morta.
VEJA O VÍDEO

LIBERDADE
Em fevereiro de 2015, um fato causou indignação na população de Matinhos. Anderson Valczak e Bianca Lidiane Hanek Mendes de Moraes foram soltos por falta de escolta policial. O juiz alegou falta de segurança para levá-los da penitenciária de Piraquara, onde estavam presos, até o Fórum de Matinhos, onde seriam ouvidos.

“Não veio a escolta, salvo engano, por falta de pagamento de diárias [dos policias e agentes penitenciários]. Não tínhamos a perspectiva de quando esse serviço ia ser regularizado. A audiência foi marcada para 4 de fevereiro, e até hoje, dia 26, não está regularizado. Então, tivemos que reconhecer o constrangimento ilegal e conceder a liberdade”, justificou o juiz Ricardo Lopes, que garante que este não foi o primeiro caso de liberação por falta de escolta.

A decisão revoltou os moradores da cidade e surpreendeu o delegado que havia detido os suspeitos. “É frustrante porque, na realidade, muitas pessoas que cometeram crimes menores encontram-se encarcerados, e estas pessoas, simplesmente pelo fato de não ter escolta, são colocadas em liberdade”, lamentou o delegado Messias Antônio da Rosa.

Delegado Messias com Bianca e Anderson logo após a prisão dos dois em 2014.

MORTE EM CURITIBA
Anderson Vlasczak, o Degolador de Matinhos, foi assassinado com aproximadamente 10 disparos de arma de fogo na noite do dia 8 de outubro, no município de São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. O crime foi registrado na Rua Celestina Escolaro Foggiatto, no Jardim Cruzeiro.

De acordo com informações de moradores, foram ouvidos entre 10 e 15 disparos de arma de fogo, e em seguida encontraram o rapaz caído na calçada. Moradores ainda afirmaram que viram uma moto com dois rapazes saindo do local. O SIATE chegou a ser acionado mas Anderson morreu antes da chegada do socorro.

No local a perícia encontrou três calibres diferentes de armas, 380, .40, e 9mm que teriam sido usadas para executar o Degolador de Matinhos. Até hoje não se tem informações sobre os assassinos de Anderson.

Anderson Valczak foi morto em plena rua na noite de 8 de outubro deste ano. (Foto: João Carlos Frigério/Plantão190)

>> Deixe sua opinião