Ricardo Damião era advogado e professor universitário em Medianeira. (Foto: Facebook)

Do G1

O advogado e professor universário Ricardo Ferreira Damião Júnior, de 46 anos, e o filho dele, Ricardo Ferreira Damião Neto, de 18 anos, foram feridos a tiros na noite de terça-feira (27) no Centro de Medianeira, no oeste do Paraná. O professor não resistiu aos ferimentos e morreu na manhã desta quarta-feira (28).

Segundo a Polícia Militar (PM), Ricardo Damião Júnior e o filho saíram da faculdade por volta das 22h30, seguiram a pé por alguns metros até onde o carro estava estacionado, quando foram surpreendidos pelo atirador, que estava em um automóvel.

Eles foram socorridos e encaminhados em estado grave para o Hospital e Maternidade Nossa Senhora da Luz, em Medianeira.

O jovem precisou ser transferido e permanecia internado em um hospital de Cascavel na manhã desta quarta. Ele foi atingido no rosto e no pescoço.

A PM informou que por enquanto não há suspeitas sobre o que motivou o crime.

O caso está sendo investigado pela Polícia Civil, que ainda não se manifestou.

Pesar

Em nota, o presidente Ordem dos Advogados do Paraná (OAB), José Augusto Araújo de Noronha, lamentou a morte do profissional e exigiu rigor nas investigações.

A UDC Medianeira, onde Ricardo Ferreira Damião Júnior lecionava, também expressou pesar pela morte do professor e suspendeu as aulas nesta quarta-feira.

“A instituição se compadece dos amigos e familiares e reforça o pedido por uma sociedade com menos violência, onde um cidadão de bem possa andar pelas ruas em segurança”, destacou em nota.

>> Deixe sua opinião