A intensificação de policiamento preventivo e ostensivo proporcionou mais segurança aos foliões que estiveram nos primeiros festejos de Carnaval no Litoral

Agora Litoral
A intensificação de policiamento preventivo e ostensivo pela Polícia Militar proporcionou mais segurança aos foliões que estiveram nos primeiros festejos de carnaval no Litoral do Estado nesta sexta-feira (09/02). Os maiores públicos foram registrados em Pontal do Paraná (30 mil pessoas), em Antonina (5 mil) e Morretes (2 mil). A ação da polícia resultou na detenção de 15 suspeitos e oito termos circunstanciados foram lavrados (dos quais três por perturbação do sossego). Mais de 400 pessoas foram abordadas em todas as áreas. O balanço abrange ações desde às 18h de sexta-feira (09/02) até às 6 horas de sábado (10/02).

Em Pontal do Paraná o carnaval transcorreu normalmente sem ocorrências relevantes, apesar de aglomerar 30 mil pessoas próximas aos trios elétricos nos balneários de Praia de Leste, Ipanema e Santa Terezinha.

Outro ponto do Litoral com destaque foi Antonina, onde a atuação da Polícia Militar ocorreu por meio de policiamento a pé para reforçar a presença próximo aos foliões e para atender situações que surgissem em meio à multidão. O evento seguiu das 23 horas às 2h30, quando o som foi desligado conforme acordo previamente estabelecido entre a corporação e a prefeitura municipal. Aproximadamente cinco mil pessoas estiveram na avenida principal para aproveitar o primeiro dia de Carnaval.

PLANEJAMENTO – Além de Pontal do Paraná e Antonina, a PM reforçou o policiamento nos outros municípios litorâneos num esforço para inibir a criminalidade e proporcionar mais segurança aos foliões.

Em Paranaguá não houve contagem de público e não houve ocorrências relevantes relacionadas ao carnaval.

Matinhos teve policiamento reforçado nas principais vias da cidade, mas não houve eventos com grande concentração de público.

>> Deixe sua opinião