Oito mortes e 9 mil carros acima da velocidade foram flagrados nas estradas federais.

Bem Paraná
O número de acidentes ocorridos nas rodovias federais durante o feriadão de 7 de setembro caiu em relação ao ano anterior. O levantamento foi divulgado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) nessa segunda-feira (10). Ao todo, foram registradas 820 ocorrências deste tipo, contra 903 no mesmo período em 2017. O mesmo ocorreu no caso das mortes, que foram de, respectivamente, 82 contra 73 no ano anterior. Os estados com mais mortes no último feriado foram Bahia, Minas Gerais, Pará e Paraná, que computou oito mortes ao longo do feriado prolongado.

Já o número de feridos neste fim de semana foi maior (1.037) do que computado no feriado em 2017 (896). Um aumento também foi registrado em termos de flagrantes de irregularidades. Os casos em que os condutores estavam embriagados somaram 917 neste ano, contra 651 em 2017, uma variação de 41%.

Radares portáteis da PRF registraram 9.084 imagens de veículos acima dos limites máximos de velocidade

Outra infração com ampliação considerável foi o ato de dirigir sem capacete, alcançando 79% sobre o ano anterior. O número de autuações por transporte de crianças sem equipamentos exigidos (como bebê conforto e cadeirinha) cresceu 41% do ano passado para cá.

Apreensões
Além de acidentes e infrações, a PRF também divulgou números de apreensões de drogas. As operações da corporação confiscou 4,1 toneladas de maconha, 13,8 quilos de cocaína, 880 mil quilos de cigarro, além de 17 armas e 122 munições.

>> Deixe sua opinião