Agora Litoral – ATUALIZADA ÀS 16H45

Anderson Luís da Silva Coral, de 41 anos, sentiu na pele a força da justiça popular, na manhã de sexta-feira, 8. Acusado de invadir uma casa para a prática de furto, ele acabou detido por populares, que bateram nele até a chegada da Polícia Militar. Devido às agressões, o detido acabou sofrendo fratura em um dos braços e precisou ser encaminhado ao Hospital Regional do Litoral, onde ficou internado, antes de ser levado à delegacia.

Tudo começou por volta das 6h30, quando a Central de Operações da PM (Copom) foi informada sobre uma ocorrência de furto na Rua Francisco Joaquim da Silva, no Parque São João, em que uma mulher de 50 anos relatava que se deparou com um homem no interior da sua residência praticando o delito.

A vítima ligou para seu esposo, que estava no trabalho e se deslocou até o local, fazendo com que o autor fugisse correndo. De imediato uma equipe policial foi acionada e, na chegada ao bairro, encontrou o suspeito já detido, distante duas quadras da residência onde ocorreu o furto. Anderson foi encontrado amarrado e com lesões em ambas as pernas e fratura no braço esquerdo, além de ter lesões na boca e cabeça.

O suspeito foi atendido pelo SAMU, que constatou a fratura, sendo em seguida encaminhado à casa hospitalar, onde permaneceu em observação médica, sob escolta policial. A mulher ainda relatou aos policiais que o autor a ameaçou com uma faca e a agrediu com um soco no abdômen, quando tentou recuperar uma televisão que ele estava furtando.

A faca não foi localizada e a televisão e uma caixa de som que o suspeito teria tentado furtar foram encontradas na rua, em frente à residência. O caso foi encaminhado à 1.ª Subdivisão Policial de Paranaguá, para que fossem tomadas as providências necessárias.

Anderson foi detido por populares (Foto: colaboradores do WhatsApp)

>> Deixe sua opinião