Queima de maconha, crack e cocaína apreendidos no município ocorreu na tarde desta quarta-feira

Agora Litoral
A Polícia Civil incinerou na tarde desta quarta-feira (20) 400 quilos de drogas apreendidas em Paranaguá nos últimos meses – um prejuízo para o tráfico de mais de R$ 30 milhões. A quantidade de drogas que foi incinerada nesta quarta-feira é o resultado do trabalho realizado na cidade pelos órgãos de segurança pública.

“São menos usuários adquirindo esses entorpecentes, são menos traficantes obtendo lucro com essa venda ilícita e menos danos à saúde pública no município”, salientou o delegado-adjunto e operacional da 1ª Subdivisão Policial, Nilson Diniz. Ele exaltou o trabalho da Polícia Militar, da Polícia Civil, da Guarda Municipal na repreensão e na prevenção ao tráfico de drogas.

Nilson Diniz deixou claro também que não apenas os traficantes estão tendo prejuízo com a expressiva apreensão de drogas na cidade, mas também os autores de furtos e roubos porque ao reprimir o tráfico de drogas diminuem os índices de outras infrações penais.

“Sabemos que furto, roubo, homicídios possuem vínculo direto com o tráfico de drogas e a retirada desses 400 quilos de entorpecentes além de prejudicar diretamente os traficantes igualmente possibilita que tenhamos uma cidade mais segura”, afirmou o delegado em entrevista ao repórter Mauro Júnior, da FM Ilha do Mel.

R$30 MILHÕES
O valor de mercado das drogas que foram queimadas pela Polícia Civil beira os R$30 milhões, segundo o delegado Diniz. “Muitas associações criminosas quebraram em virtude das apreensões realizadas em Paranaguá. O reflexo desses 400 quilos retirados de circulação é imensurável”, completou.

>> Deixe sua opinião