Agora Litoral
Duas armas foram apreendidas pela Polícia Militar em Matinhos, no início da tarde desta quarta-feira (11), após denúncia de que algumas pessoas estavam disparando tiros a esmo no balneário Gaivotas.

Segundo a ocorrência, por volta das 13h40, os policiais militares foram informados, via Centro de Operações, de que estariam ocorrendo disparos de arma de fogo na ponte que fica no cruzamento das ruas Erasto Gaertner e Alan Paraná. A denúncia é que no local estavam algumas pessoas e que, no mínimo, dois homens davam tiros ao acaso, sem alvo aparente.

Os homens, ainda de acordo com a informação repassada à PM, saíram em duas motos e num automóvel de cor escura. Eles teriam se deslocado em direção à praia. No local informado, a equipe conseguiu colher quatro cápsulas deflagradas de munição 9mm.

A equipe PM realizou patrulhamento nas imediações do ocorrido para tentar localizar os autores dos disparos, e, enquanto fazia ronda, recebeu nova informação de disparos de arma de fogo que estariam ocorrendo num local próximo de onde ocorreu a primeira chamada. A solicitante não soube informar o local exato, apenas repassou que os tiros estavam sendo dados atrás do Restaurante Gaivotas.

De posse das novas informações, os policiais reforçaram o patrulhamento no local e, em dado momento, foram abordados por uma pessoa que lhes disse que na Rua Madri, no Balneário Monções, teriam jogado uma arma no quintal de uma casa de cor vermelha, e que o homem que jogou a arma fugiu em seguida num veículo Fiat Uno de cor preta.

Os policiais então se deslocaram até a Rua Madri e abordaram algumas pessoas próximas a um veículo com as características informadas, porém não encontraram nada de ilícito com o casal, que negou ter qualquer relação com os disparos feitos.

A equipe PM conversou também com a mãe de uma pessoa conhecida no meio policial como responsável pela distribuição de armas e drogas na região, mas a mãe do rapaz disse que seu filho não morava mais na sua casa, e que ele não teria nada a ver com os disparos.

ARMAS
Após isso, os policiais deslocaram-se até a residência vermelha (informada anteriormente) e visualizaram duas armas jogadas no quintal, o que fez com que pulassem o muro para recuperá-las. No quintal da casa estavam um revólver calibre 32 sem marca aparente, com numeração suprimida e com um cartucho 32 da marca CBC; e uma escopeta calibre 12, modelo 88 da marca Maverick by Mossberg, com numeração MV95911M, municiada com 5 cartuchos.

A pistola 9mm cujos projéteis foram recolhidos pelos PMs não estava no quintal. As duas armas e as munições que estavam no quintal da casa foram encaminhadas à Delegacia de Polícia Civil de Matinhos.

>> Deixe sua opinião