Prefeito fez o alerta em reunião no auditório da Paranaguá Previdência. (Foto: PMP)

Agora Litoral
O prefeito Marcelo Roque se mostrou bastante preocupado com a infestação do mosquito Aedes Aegypti em Paranaguá, durante solenidade de abertura do Dia D de vacinação contra a dengue, na manhã desta quarta-feira (8). Segundo ele, o risco de a cidade sofrer uma nova epidemia da doença neste verão é alto. Por conta disso a Prefeitura vai tomar medidas enérgicas a partir desta quinta-feira, com aplicação de multas aos proprietários de imóveis onde forem registrados focos do mosquito Aedes Aegypti.

“Vamos falar o português bem claro. Não tem que esconder nada de ninguém. Estamos na iminência de ter uma epidemia novamente no município. Não adianta tapar o sol com a peneira. Não adianta esconder. Tem que deixar bem aberto. Há grande possibilidade de ter uma epidemia novamente. Essa é a minha preocupação. E acho que de todos aqui”, declarou.

O evento ocorreu no Instituto ParanaguáPrevidência e reuniu secretários municipais, superintendentes, além de representantes da Câmara Municipal, Polícia Militar, Capitania dos Portos do Paraná e da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa).

Dados levantados pelo Departamento de Epidemiologia da Secretaria Municipal de Saúde e Prevenção (Semsap), até 11h25 desta quarta-feira, apontam que somente 28,48% do público alvo foi imunizado com a segunda dose, num total de apenas 6.648 pessoas, quando o esperado era de 23.340.

Para a terceira dose o índice está melhor, mas abaixo da meta de 80%. Foram vacinadas até agora 26.726 pessoas, o que representa 64,66%, mas o estabelecido é 41.334.

NOTÍCIA RELACIONADA

Em Paranaguá, imóveis com criadouros do Aedes Aegypti serão multados

>> Deixe sua opinião