Do G1

A Superintendência Regional do Trabalho do Estado do Paraná (SRTE-PR) realiza, a partir desta segunda-feira (12), uma operação para verificar as condições de trabalho e de segurança no Porto de Paranaguá, no litoral.

Sete auditores-fiscais devem averiguar a situação no local. O Porto de Paranaguá é um dos maiores do país, especialmente com relação à movimentação de grãos.

Segundo a SRTE, a operação foi deflagrada por conta do grande número de demandas para verificar as condições dos locais de trabalho.

ACIDENTE DE TRABALHO

No dia 5 de fevereiro, um trabalhador de 47 anos morreu soterrado no porto.

Conforme a Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa), a morte aconteceu na área de descarga de fertilizantes. A vítima fazia a limpeza do equipamento de descarga, quando o operador do guindaste, indevidamente, liberou a carga, soterrando a vítima.

O trabalhador era de uma empresa terceirizada, responsável pelos serviços de limpeza em equipamentos e contratada por operadores portuários privados, de acordo com a Appa.

>> Deixe sua opinião