Agora Litoral
Uma mulher de 39 anos foi executada no balneário Inajá, no município de Matinhos, no início da madrugada desta quinta-feira (12). O corpo de Terezinha do Rosário Moraes foi encontrado no meio de um matagal, próximo ao Canal, por uma moradora da região. No local foram achadas 16 cápsulas de pistola ponto 40.

As circunstâncias em que Terezinha foi morta ainda são desconhecidas. O pouco que se sabe saiu da boca de moradores da localidade, que informaram apenas ter ouvido diversos tiros por volta da meia-noite de quarta-feira (11). A Perícia Técnica acredita que Terezinha tenha sido executada naquela local mesmo e não que o corpo tenha sido desovado lá.

Segundo informações policiais, Terezinha do Rosário Moraes não seria moradora de Matinhos. Na região em que o corpo dela foi encontrado ninguém a conhecia. O último endereço oficial dela seria de Paranaguá, da Vila dos Comerciários. O corpo dela está no Instituto Médico Legal, onde passará por exames, à espera da identificação pela família.

Corpo de Terezinha foi encontrado em matagal por moradora da região

NÚMEROS
O assassinato de Terezinha do Rosário Moraes é o sétimo registrado contra mulheres desde o início do ano no Litoral do Paraná, cujos moradores estão vivenciando uma situação nunca antes vista: um elevado número de homicídios.

Em apenas quatro das sete cidades da região (Paranaguá, Matinhos, Pontal do Paraná e Guaratuba) já ocorreram 55 homicídios em 2018. Paranaguá lidera o número desse tipo de ocorrência com 33 assassinatos este ano.

VEJA TAMBÉM

Dois baleados em Paranaguá nesta madrugada; um morreu no local

>> Deixe sua opinião