Local onde o recém-nascido foi encontrado em Guaratuba. Foto: Paulo Max

Guaratuba, PR
Agora Litoral

Renata Kelly Clara Marcondes, de 32 anos, foi detida neste domingo em Guaratuba, no litoral paranaense, após ser denunciada pela própria mãe dela de que teria jogado seu bebê recém-nascido numa valeta no balneário Piçarras. Após ser detida, Renata confessou o crime.

A mãe de Renata (avó do recém-nascido jogado na valeta) viu as postagens em rede social sobre o ocorrido e ligou os fatos. Ela reparou que a sua filha que estava grávida apareceu em casa “sem a barriga”. Em seguida ela ligou para a Polícia Militar.

O bebê foi encontrado numa valeta entre as ruas Paranavaí e Tocantins, no balneário Piçarras. De acordo com a Polícia Militar, algumas pessoas avistaram uma mulher, trajando camisa vermelha e bermuda rosa, jogando um saco em uma manilha próximo à valeta e sair rapidamente. Ao verificar, encontraram o bebê ainda com vida.

O fato revoltou a comunidade de Guaratuba e rapidamente foi compartilhado em grupos de internet. Levado ao Pronto Socorro de Guaratuba, o bebê acabou morrendo. Informações extraoficiais dão conta que Renata Kelly teria distúrbios mentais.

Renata Kelly confessou ter abandonado o filho recém-nascido

(Em colaboração com o Correio do Litoral)

 

>> Deixe sua opinião