Em 70 dias, o Paraná registrou 2.625 notificações, 71 casos confirmados de dengue e nenhuma morte

Agora Litoral
O município de Maringá, no norte do Paraná, foi responsável por 60% dos novos casos de dengue registrados no estado nas últimas duas semanas. É o que mostra o boletim epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde (Sesa), divulgado nesta terça-feira (10).

No intervalo entre os dois últimos relatórios sobre a dengue no Paraná, de 26 de setembro a 10 de outubro, as confirmações da doença subiram de 48 para 71 em todo o estado. Desse aumento de 23 casos, 14 foram registrados em Maringá.

Conforme o novo boletim, os municípios com maior número de casos confirmados são Maringá (31), Foz do Iguaçu (10) e Toledo (3), ambas no oeste do Paraná.

Já os municípios com maior número de casos suspeitos notificados são Londrina (515), Foz do Iguaçu (323) e Maringá (303). Apesar de liderar em notificações, Londrina conta com apenas uma confirmação da doença.

Os números correspondem ao acumulado desde o dia 1º de agosto, início da temporada 2017/2018 de acompanhamento da doença pela Sesa.

Do início da temporada até esta terça-feira, o estado registrou 2.625 notificações, 71 casos confirmados e nenhuma morte.

NOTÍCIA RELACIONADA

Vacinação ainda não atingiu 40% da meta estabelecida

>> Deixe sua opinião